Guararema, fugindo à regra, tem exemplos a serem seguidos no turismo

O município é um desses típicos e raros exemplos de combinação do que a natureza deu e do que o homem fez (publicado em 6 de junho – RETRO 2017)

Por Paulo Atzingen*

O Brasil vive de exceções e bons exemplos, sempre no sobressalto de algo que fuja à regra, salve a pátria e mantenha a esperança. É o caso de Guararema. Cidade não mais do que 25 mil habitantes e com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDHM) – de 0,731, segundo o Atlas Brasil.

O município é um desses típicos e raros exemplos de combinação do que a natureza deu e do que o homem fez. Cortado pelo Rio Paraíba do Sul e cercado por serras, a cidade teve intervenções inteligentes de seu poder público e foi alçada neste último mês de maio à categoria de MIT – Município de Interesse Turístico, pelo governo do Estado de São Paulo. O orçamento para o turismo será incrementado em mais R$ 550 mil reais, no entanto, tudo mostra, até aqui, que os representantes executivos e legislativos dessa cidade sabem utilizá-lo com lisura e honestidade. Sem exageros. Basta ler um pouco os jornais: a Câmara Municipal e a Prefeitura cancelaram o investimento que iam fazer com a decoração de Natal de 2016 e usaram o dinheiro para pagar as dívidas da Santa Casa da Cidade.

Dotação Orçamentária

Localizada no Vale do Paraíba e integrante da região do região do Alto Tietê, tem como dotação orçamentária para este ano de 2017, R$ 920 mil reais, segundo o secretário municipal de  Indústria, Comércio, Turismo e Agricultura, Fernando Moura.

Para se tornar de Interesse Turístico, o município atendeu a todos os requisitos determinados pela Lei 1.261 de abril de 2015 que estabelece condições e requisitos específicos para a classificação de Estâncias e de Municípios de Interesse Turístico, como: a elaboração de um Plano Diretor de Turismo, a ativação do Conselho de Turismo, levantamento dos potenciais de visitação da cidade, entre outros.

A Ilha Grande é uma extensão verde da cidade e se chega a ela por uma passarela muito bem cuidada (Foto: DT)
A Ilha Grande é uma extensão verde da cidade e se chega a ela por uma passarela muito bem cuidada (Foto: DT)

Ilha Grande

Inaugurada em 2004, a Ilha Grande é uma extensão verde da cidade e se chega a ela por uma passarela muito bem cuidada. É um dos atrativos principais de Guararema e o endereço certo para contemplar a natureza e aprender a preservá-la em uma aula de interação. As trilhas e todo o percurso possuem placas educativas que ajudam a população e o turista a ter maior consciência ecológica. A ilha também guarda o NEA – Núcleo de Estudos Ambientais – uma construção em forma de Oca, que serve para oficinas, aulas e exposições sobe o ecossistema. A entrada é gratuita.

O Parque Municipal da Pedra Montada é de um cuidado e um esmero típicos de países evoluídos (Foto: DT)
O Parque Municipal da Pedra Montada é de um cuidado e um esmero típicos de países evoluídos (Foto: DT)

Pedra Montada e Defensores do Futuro

O parque Pedra Montada, a exatos 8 quilômetros do centro, é de um cuidado e um esmero típicos de países evoluídos, em que seus dirigentes não possuem a sede de poder e dinheiro tão comuns nos dias atuais. Uma escada muito bem construída com madeira de lei para durar 50 anos (não, não se usou concreto de segunda categoria), leva às pedras curiosas, que dão nome ao lugar.  Quem opta em não subir a escada pode seguir por uma trilha muito bem mantida, margeada por lixeiras conservadas e placas educativas. No caminho para a outra pedra, a chamada Tubarão, por seu formato peculiar, deparamos com duas mudas de araucária plantadas por alunos do 4º Ano B, da Escola Municipal Getúlio Vargas, e uma placa, com os seguintes dizeres. “Árvore plantada pelos Defensores do Futuro”. Não precisa dizer mais nada. A entrada ao parque municipal da Pedra Montada é gratuita.

A Estação Luis Carlos foi totalmente reformulada para receber turistas (Foto: DT)
A Estação Luis Carlos foi totalmente reformulada para receber turistas (Foto: DT)

Vila Estação Luís Carlos

Luís Carlos, bairro rural da cidade, teve sua antiga estação de trem totalmente restaurada. A Maria Fumaça faz o trajeto que é operado pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária.

Os trabalhos de revitalização do bairro foram iniciados em 2013 e buscaram preservar as características arquitetônicas originais da época. As obras também incluíram a implantação de espaços como o Núcleo de Educação Ambiental (NEA), o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e um espaço de Fomento à Cultura.

O passeio de Maria-Fumaça é um dos pontos altos da visita à Guararema (Foto: DT)
O passeio de Maria-Fumaça é um dos pontos altos da visita à Guararema (Foto: DT)

 

Passeio de Maria-Fumaça

A cidade oferece um delicioso passeio cultural na Maria-Fumaça 353, a lendária locomotiva conhecida como “Velha Senhora”, que leva seus passageiros de Guararema à Vila Estação Luís Carlos, com uma paisagem inesquecível na ida e na volta. Uma verdadeira viagem no tempo.

www.guararema.sp.gov.br

*Paulo Atzingen é jornalista e editor do DIÁRIO DO TURISMO e DIÁRIO DOS HOTÉIS

Confira mais imagens (Click na foto para ampliar)

 

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Voo inaugural da GOL é recebido com batismo especial em Florianópolis 

Na noite da última quinta-feira (9), a Gol Linhas Aéreas estreou uma nova rota no Aeroporto Internacional de Florianópolis, pousando às 23h30, oriunda de...

José Ozanir sai do Bourbon: “diversas funções exercidas me fizeram ficar tanto tempo”

O hoteleiro José Ozanir Castilhos não é mais o diretor de operações do Bourbon Atibaia Resort. Ele comunicou hoje ao DIÁRIO sua saída. REDAÇÃO DO...

Blue Tree Hotels entra na era room office e lança lança My Space

A rede Blue Tree Hotels anuncia nesta sexta-feira (10) o lançamento do serviço My Space. EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências Trata-se da ambientação dos apartamentos em...

Parques temáticos e de diversão de São Paulo poderão reabrir só outubro

Assim como as feiras comerciais, serão necessárias quatro semanas na fase verde antes do retorno Agências Estaduais Os parques temáticos e de diversão poderão reabrir em...

Etnia Casa Hotel, de Trancoso (BA), reabre em 15 de julho com tecnologia em biossegurança

Tudo pronto para a reabertura. Após publicação de decreto de autorização, pela Prefeitura de Porto Seguro, a Etnia Casa Hotel retoma suas atividades em...

Conheça os  tipos de hóspedes do Intercontinental Cartagena de Índias. Um pode ser você!

Preservando as características internacionais da marca, o Intercontinental Cartagena de Índias – possui serviços e produtos que seduzem qualquer tipo de hóspede Por Paulo Atzingen...

Relacionadas

1 COMENTÁRIO

  1. ” Basta ler um pouco os jornais: a Câmara Municipal e a Prefeitura cancelaram o investimento que iam fazer com a decoração de Natal de 2016 e usaram o dinheiro para pagar as dívidas da Santa Casa da Cidade.”

    Há que se fazer um adendo. Uma cidade que tem forte vocação turística, e numa época de vacas magras na economia, cancelar um evento que atrai milhares de pessoas, gerando renda para a cidade não me pareceu inteligente! Já pensou a Prefeitura do Rio e de Salvador cancelando o Carnaval por conta da crise? Não seria matar a galinha dos ovos de ouro? Ainda bem que este ano tiveram clarividência os governantes da cidade!

Comments are closed.

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias