FBHA defende a inclusão do Turismo Receptivo como agente exportador

Nesta quinta-feira (20), Alexandre Sampaio, presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), participou da Audiência Pública virtual para debater a Medida Provisória 1040/21, que visa incluir o Turismo Receptivo como agente exportador. Para ele, a ação irá colaborar com o desenvolvimento do setor e, por essa razão, se trata de uma emenda fundamental.

EDIÇÃO DO DIÁRIO COM AGÊNCIAS


Na ocasião, Sampaio também destacou a radiografia realizada em 2002, sobre o segmento, responsável por auxiliar na publicação da Instrução Normativa 274 e, também, da regulamentação do artigo 6 da Lei 10.833/2003, que aborda o tratamento tributário envolvendo a questão da entrada de valores pelo receptivo internacional.

As duas ações, segundo o presidente da entidade, são importantes por darem amparo tributário legal para a contabilização – tanto em Lucro Real e Presumido, quanto para micro e pequena empresa, tocante aos valores recebidos.

Além disso, Sampaio informa que o estudo intitulado “Turismo como Atividade Exportadora”, realizado pela MCBoard Consultoria, no ano de 2002, foi abrangente, visto que tinha o intuito de estudar o segmento, avaliar sua atual contribuição no Balanço de Pagamentos Brasileiro e encontrar formas de estimular o aumento da geração de dólares pelo setor de turismo.

- Advertisement -

“A FBHA trabalhará para buscar a operacionalidade dessa Medida Provisória. Pelo estudo de 2002, pudemos ter ciência da importância desse assunto para o nosso país. É uma oportunidade ímpar em relação ao avanço do nosso segmento”, destaca.

O trabalho, citado por Sampaio, procurava dar maior visibilidade ao turismo nas estatísticas oficiais e aproximá-las da realidade do setor. Além disso, a ação efetuou uma pesquisa com o setor de hotelaria, agências de viagem, operadoras e entidades do trade, recomendadas pelo World Travel & Tourism Council (WTTC), com a finalidade de levantar entraves existentes para aumentar a entrada de dólares por meio da atividade turística.

“Buscamos elevar a atividade do turismo internacional à condição de atividade exportadora e, portanto, merecedora das benesses dos programas oficiais de estímulo à exportação”, finaliza Sampaio.

Sobre a FBHA – A Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) é uma entidade sindical patronal constituída com a finalidade de coordenação, defesa administrativa, judicial e ordenamento dos interesses e direitos dos empresários da categoria e atividades congregadas. Integra a chamada pirâmide sindical, constituída pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), pela própria FBHA, pelos Sindicatos e pelas empresas do setor.

É uma das maiores entidades sindicais do país e tem representação nos principais órgãos, entidades e conselhos do setor empresarial e turístico do Brasil, tais como o Conselho Nacional de Turismo (CNT), do Ministério do Turismo, ou o Conselho Empresarial do Turismo (Cetur) da CNC.

Está presente em todas as regiões, através de 67 sindicatos filiados. Representa em âmbito estadual e municipal cerca de 940 mil empresas, entre hotéis, pousadas, restaurantes, bares e similares.

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Mostra de Cinema de Gostoso tem apoio do governo do RN

    Entre os dias 26 e 30 de novembro, a praia do Maceió se transformará em uma sala de cinema à beira mar com exibição...

    Copa Airlines celebra 15 anos de operações no Rio de Janeiro

    A companhia opera no Rio de Janeiro com dois voos diários conectando a cidade com 65 destinos, em 28 países da América do Sul...

    Abeta Summit 2021 debate o ecoturismo e turismo de aventura no Brasil

    Promovido pela Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), evento acontece até este sábado Por Redação Sob o tema (Re)Construindo um Turismo...

    Roda-gigante de Faz do Iguaçu (PR) será inaugurada em dezembro

    Foz do Iguaçu foi escolhida por atrair brasileiros e estrangeiros e por ser um destino que alia belezas naturais com uma ótima estrutura de...

    Seridó (RN) pode se tornar segundo geoparque do país reconhecido pela UNESCO

    O Geoparque Seridó compreende seis municípios do Rio Grande do Norte: Acari, Carnaúba dos Dantas, Cerro Corá, Currais Novos, Lagoa Nova e Parelhas Edição DIÁRIO...

    Aparecida quer se posicionar como destino de férias

    Para mostrar a cidade além do turismo religioso, cidade investe em press trip com jornalista Por Amadeu Castanho Interessadas em estimular o perfil do turismo local,...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing