Abear: demanda por voos domésticos cai 32,84% em março, na comparação anual

A demanda por viagens aéreas domésticas registrou queda de 32,84% em março, em relação ao mesmo mês de 2019. Nesse sentido, a oferta de assentos também teve retração acentuada, de 24,58% na mesma comparação. Em termos de volume, os dois indicadores são os menores registrados em um mês de março desde 2009, refletindo o impacto da pandemia do novo coronavírus na aviação comercial.

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências


 

O volume de passageiros transportados em voos domésticos recuou 35,46% em março, diante de igual período do ano passado. Ao todo, foram transportados 4,9 milhões de pessoas, a menor quantidade para um mês de março desde 2009. O total de decolagens registrou retração de 28,35%, para 47,1 mil, o pior resultado desde março de 2005.

O aproveitamento das aeronaves também registrou números negativos, baixando 8,86 pontos percentuais a 72,07% de ocupação, resultado mais fraco desde março de 2013. Importante lembrar que a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou pandemia mundial no dia 11 de março. E as iniciativas dos governos estaduais de isolamento social tiveram início a partir da segunda quinzena de março.

Os dados são da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e foram compilados pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR). Incluem as operações de suas associadas (GOL, LATAM, MAP, TWOFLEX e VOEPASS) e trazem números agregados das demais empresas atuantes no mercado nacional.

Mercado internacional
A demanda por viagens aéreas internacionais entre as companhias aéreas nacionais recuou 45,38%, na comparação com o mesmo mês de 2019. Foi o menor volume de demanda para março desde 2010. A oferta de assentos diminuiu 34,42% – mais baixo patamar desde março de 2014. No total, foram transportados 438,7 mil passageiros, uma queda de 45,22%, a menor quantidade desde março de 2010. O aproveitamento dos aviões teve redução de 13,59 pontos percentuais, levando a ocupação dos voos a 67,79%, pior desempenho desde março de 2009.

Cargas
O transporte aéreo de cargas e correio, no segmento doméstico, teve redução de 17,52%, na comparação com o mesmo mês de 2019. No mercado internacional a queda foi de 21,17%, na mesma comparação.

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Três perguntas para Sanfo Boubakar, diretor da ClassTraining, sobre treinamento na retomada

Engenheiro químico com mais de 23 anos de experiência profissional e acadêmica, Sanfo Boubakar é marfinense naturalizado brasileiro. REDAÇÃO DO DIÁRIO Há quase 35 anos no...

Ocupação média da Hotelaria de Salvador em maio foi de 15,46%, mais baixa da história

Dentre os poucos hotéis que permanecem abertos em Salvador, a média de ocupação em maio foi de 15,46% e diária média de R$ 210,88,...

Procon de SP registrou mais de 6,5 mil queixas sendo 52% de agências de viagem

Desde o início da quarentena no estado de São Paulo até esta segunda-feira (1º/6), consumidores registraram no Procon de São Paulo mais de 6,5...

Dólar cai e chega a R$5,01

Às 12:39, o dólar à vista recuava 3,26%, a 5,0405 reais na venda. Na mínima do dia, a moeda desceu a 5,0170 reais, queda...

Covid-19 provoca a maior queda da história na confiança do empresário do comércio diz CNC

Influenciado pelos impactos econômicos do novo coronavírus, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens,...

Grupo Iberia oferece 100 mil bilhetes grátis em homenagem aos profissionais da saúde

O grupo Iberia, Vueling e Aena se uniram para prestar uma merecida homenagem aos profissionais que estão trabalhando nos hospitais, centros sanitários e asilos...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias