Arte multissensorial acessível chega à cidade São Paulo

Inclusão

O projeto realizado pela ação S.O.S SÓS contempla interlocuções pela cidade, por meio de ações urbanas e intervenções artísticas em exposições, acessibilidade, oficinas, palestras e música. Ele começará no mês de Março, com uma duração de quatro meses.

Esta ação conduzida pelo artista CA CAU, conta com a parceria da Fundação Dorina Nowill, que há 70 anos se dedica à inclusão social de pessoas com deficiência visual. Também, com a parceria da APAE, organização que promove a inclusão de pessoas com deficiência intelectual e Amigos Pra Valer, que tem como principal objetivo ir ao encontro das pessoas com deficiência e trazê-las para o meio, através de passeios culturais e lazer, sempre com a interação entre pessoas com e sem deficiência.

A ideia toda é pautada em poesia e com toda acessibilidade adaptada para este universo. A proposta é trazer arte para todos, arte para ver e sentir, através de cores, música, formas, cheiros, imagens em movimento, etc.

Ao longo do processo, haverá intervenções artísticas e musicais no local e em outros pontos de visibilidade da cidade, inclusive instalações in loco em cada instituição parceira.

 

Programação

A ação será inaugurada no dia 20 de Março, em um evento no Atelier Travessia, local que  inicialmente desenvolveu a ideia. O  chamado espaço cultural na cidade ficará disponível para visitações.

O evento durará quatro meses, envolvendo grupos atendidos das três parcerias, em atividades artísticas.

Seu encerramento será feito em um grande evento aberto na Avenida Paulista, em um domingo. Um show do artista CA CAU, com convidados especiais.

 

Sobre o movimento

O S.O.S SÓS teve origem na exposição de artes multimídia de mesmo nome, realizada previamente na Itália (2009), em Portugal (2010) e em Fortaleza/CE (2010/2011).

O seu título vem da junção entre o sinal de socorro “S.O.S” e o sentido existencial de estarmos “sós”, fazendo com que os espectadores tenham uma reflexão engajada em uma nova perspectiva. Devido a seus desdobramentos e grande alcance social, o projeto deixou de ser uma exposição para se tornar uma grande ação artística com diálogos sociais.

 

Serviços

Atelier Travessia

 

Fundação Dorina Nowill 

  • Rua Dr. Diogo de Faria, 558 – Vila Clementino, São Paulo – SP, 04037-001
  • Telefone: (11) 5087-0999
  • Projeto de Inclusão de Pessoas com Deficiência Visual

 

APAE de São Paulo

  • Rua Loefgren, 2109 – Vila Clementino, São Paulo – SP, 04040-033
  • Telefone: (11) 5080-7000
  • Projeto de Inclusão de Pessoas com Deficiência Intelectual

 

Amigos pra Valer

  • Inclusão de Pessoas com Deficiência

 

REDAÇÃO DO DT com Agência (L.K)

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial