Ritz Paris reabre suas portas e esbanja elegância e luxo

AGÊNCIAS COM EDIÇÃO DO DIÁRIO

O Ritz Paris está de volta após uma reforma incomum. O hotel, inaugurado em 1898 estava fechado desde 2012 e, após muito trabalho realizado por milhares de operários e artesãos, aconteceu sua reabertura. Atendendo aos mais altos padrões, o Ritz Paris celebra o casamento de tradição e modernidade. A vida no Ritz Paris recomeça tão sublime como sempre foi. Por todos os lugares o hotel retrata o século XXI como uma deslumbrante, intrigante e impressionante obra teatral. Um antigo amor que retorna, como a maior das paixões. Se Marcel Proust, Ernest Hemingway, Coco Chanel ou Maria Callas, antigos hópedes do Hotel, chegassem hoje, sem dúvida, ficariam intrigados com os detalhes como: a exposição das televisões, iluminação perfeitamente controlada e níveis de ajustes entre o ar condicionado, porém, ainda assim, eles se sentiriam em sua “residência privada”. O Ritz Paris vive a modernindade.

Os hóspedes já estão se instalando em seus apartamentos e suítes, passeando pelo lobby e áreas comuns, sentados as mesas para um bom bate papo. A sensação é que quase nada mudou, porém, inúmeros mistérios permanecem na palavra “quase”. A madeira de carvalho, os pisos de pedra Mareuil, o dourado, o mármore, o piso em parquet e os tecidos das cortinas fazem parte da história, porém, na verdade, a decoração renasceu e os clientes estão muito satisfeitos com o novo visual do “seu” Ritz. O recém-projetado Gran Jardim é sinônimo de luxo. Seus grandes lustres, objetos decorativos e charmosas pinturas contrastam com o irresistível mobiliário. A tecnologia de ponta está presente em todos os lugares, mas o espírito de Grand Siècle persiste. São três restaurantes e muitos bares, incluindo um que, notoriamente homenageia o leal Ernest Hemingway, e o novo Salon Proust com lareira e biblioteca. São 15 suítes históricas meticulosamente restauradas, piscina e uma área exclusiva dedicada à arte e cuidados da pele onde são utilizados produtos Chanel.

O Ritz Paris é membro da The Leading Hotels of the World, associação de hotéis de luxo com mais de 375 propriedades em 75 países.

Mais informações: https://www.ritzparis.com

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Câmara discute isenção de cobrança de direitos autorais em quartos de hotéis

Em carta das entidades ao jornal e endereçada ao Congresso, elas ressaltam que o setor não se opõe à cobrança de direitos autorais em...

Fabricante Rolls-Royce descobre fissuras em lâminas do motor do A350

A Rolls-Royce procurou tranquilizar clientes e investidores nesta terça-feira depois de ter descoberto fissuras nas lâminas dos compressores usados em seu motor Trent XWB,...

Hotelaria em Salvador tem 6,2% de ocupação em julho

O desempenho da hotelaria em Salvador do mês de julho revela uma realidade ainda desanimadora. Considerando todos os hotéis, abertos e fechados, a taxa...

Contagem regressiva para o desaparecimento da Uva Tannat (Final)

A região de Saint Mont, no sudoeste da França, além de possuir os únicos vinhedos com videiras préfiloxera é oficialmente reconhecida na França como...

Facebook anuncia doação de R$ 14 milhões a pequenos empresários de SP e DF

O Facebook lançou um programa de subsídios que vai oferecer R$ 14 milhões para pequenos e médios empresários que estão enfrentando dificuldades por causa...

Desastre em Mariana: homologado acordo de R$ 1 bilhão para reparação de danos

A decisão da 12ª Vara Federal prevê a alocação dos recursos em ações de infraestrutura, turismo e lazer nas áreas atingidas EDIÇÃO DO DIÁRIO com...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias

Open chat