A necessidade da legalização da cannabis medicinal no Brasil

*Dra. Maria Teresa Jacob


Estamos vivendo um momento de mudanças significativas em relação à cannabis no Brasil e no mundo. O Uruguai foi o primeiro país a legalizar a cannabis tanto para fins medicinais quanto para o uso recreativo. Em seguida, o Canadá também aderiu e outros estados americanos seguiram a onda de legalização.

Como médica especialista em dor crônica, atendendo pacientes com cannabis há alguns anos e estudando o uso da planta nas mais diversas patologias, acredito fortemente na necessidade da legalização para uso medicinal no Brasil, como já aconteceu em diversos países da América Latina.

Alguns ativistas consideram que em terras brasileiras tem ocorrido uma legalização silenciosa da cannabis medicinal, por meio dos pacientes que recorrem à justiça para terem seu direito à saúde garantidos, principalmente aqueles que não apresentam resposta satisfatória com os tratamentos convencionais.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autoriza desde 2006 a importação de canabidiol (CBD) e outras substâncias presentes na planta, mas não o plantio e o cultivo, dificultando, de certa forma, o acesso à cannabis na medicina. Aqueles que precisam dos remédios devem importá-los, apesar do órgão ter viabilizado em 2019 a comercialização de medicamentos feitos à base de cannabis para uso medicinal em farmácias brasileiras, que também são importados.

- Advertisement -

Mesmo a passos lentos e burocráticos, a medicina canabinóide tem ganhado cada vez mais oportunidade na sociedade brasileira. A legalização da planta para uso medicinal não é importante somente para os pacientes e seus familiares, que veem uma esperança nesse tipo de tratamento, mas também traz avanços para a ciência. Graças às pesquisas, os efeitos antidepressivos, analgésicos, sedativos, estimulantes de apetite, anticonvulsivos e outros da cannabis têm sido comprovados e ainda abrem espaço para outras possibilidades de uso da planta na medicina.


Dra. Maria Teresa Jacob

Formada pela Faculdade de Medicina de Jundiaí em 1982, com residência médica em Anestesiologia no Instituto Penido Burnier e Centro Médico de Campinas. Possui Título de Especialista em Anestesiologia, Título de Especialista em Acupuntura e Título de Especialista em Dor. Especialização em Dor, na Clinique de la Toussaint em Strassbourgo, França em 1992, Cannabis Medicinal e Saúde, na Universidade do Colorado, Cannabis Medicinal, em curso coordenado pela Dra. Raquel Peyraube, médica uruguaia referência mundial na área. Membro da Sociedade Internacional para Estudo da Dor (IASP), da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor (SBED), da Sociedade Internacional de Dor Musculoesquelética (IMS), da Sociedade Européia de Dor (EFIC), da Society of Cannabis Clinicians (SCC) e da International Association for Canabinoid Medicines (IACM). Atua no tratamento de Dor Crônica desde 1992 e há alguns anos em Medicina Canabinóide em diversas patologias em sua clínica privada localizada em Campinas.

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Fecomércio MG produz cartilha sobre como preparar as empresas para a LGPD (baixe a sua!)

    Acessar as redes sociais, baixar um e-book, participar de promoções ou realizar uma compra on-line. Essas ações, comuns à rotina de milhões de cidadãos,...

    Alemanha oferece bolsa de estudos de até 2.770 euros mensais para jovens brasileiros

    As inscrições para a Bolsa Chanceler Alemã para Futuros Líderes já estão abertas e vão até o dia 15 de outubro. EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências O programa é uma...

    Lisboa está entre as melhores cidades para expatriados

    O Expat City Ranking classificou Lisboa em 3º lugar entre 66 cidades no ranking das melhores cidades para expatriados viverem. EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências...

    Lufthansa passa a permitir check-in com certificado de vacina digital

    A Lufthansa (LHAG.DE) permitirá que os passageiros usem novos certificados digitais de vacinação COVID-19 no check-in para seus voos, informou a companhia aérea alemã nesta...

    Radisson Blu SP refina-se com chegada do Restaurante D.O.K.

    Comandado pelo Chef Gustavo Torres o Restaurante Daily Original Kitchen - D.O.K. tem mais um novo endereço: Radisson Blu SP. REDAÇÃO DO DIÁRIO Funcionando em regime...

    Caribe é o destino da primeira viagem internacional pós pandemia

    Os turistas brasileiros já começaram a planejar as próximas férias é o que aponta uma pesquisa recente do Google. Infelizmente, dos 5 países mais...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing