ABIH-MG sugere bloqueio parcial a Decolar.com

A alta da taxa de comissionamento cobrada pela empresa tem inviabilizado a comercialização das hospedagens

Depois da reunião realizada na última semana em Brasília entre representes da diretoria da Decolar.com no Brasil e os presidentes das Associações Brasileira da Indústria de Hotéis – ABIH Estaduais e também da ABIH Nacional para discutir o aumento do comissionamento desta agência virtual de turismo – OTA de até 23%, a presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – ABIH-MG, Patrícia Coutinho, sugere aos associados da ABIH-MG o fechamento da disponibilidade da comercialização dos hotéis por meio do site Decolar.

Diante da negativa da Decolar.com em rever o reajuste, realizado sem nenhum diálogo com os hotéis, a presidente da ABIH-MG, Patrícia Coutinho, fez questão de destacar o momento delicado da economia associado a uma super oferta hoteleira com a queda real da diária média.  “O aumento da porcentagem de comissionamento – de 19 para 23% – nas vendas pós-pagas inviabilizará a comercialização de hospedagens dos hotéis por meio do site. As OTAS deveriam ser parceiras dos hotéis na comercialização de hospedagens, afinal quem disponibiliza o produto somos nós. No entanto, a postura da Decolar demonstra total descompasso com a atual situação da hotelaria e com a grave situação econômica que passamos no Brasil. Trata-se de uma postura indelicada e inoportuna que demonstra total desacerto com a situação da hotelaria” explica Patrícia.

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Campos do Jordão finalmente reabre ao turismo

Por Eduardo Andreassi* Campos do Jordão passa para a fase amarela do plano São Paulo e comércios passam a poder funcionar Com o decreto divulgado pelo...

Rei Juan Carlos marca encontro com o professor de La Casa de Papel

por Paulo Atzingen* Com a transferência do julgamento do grupo do professor Sérgio Marquina para Barcelona tive que me despedir de Madri. Parti naquela...

Pernambuco amplia horário de funcionamento de restaurantes e bares a partir da segunda-feira (10)

Os turistas que estão começando a planejar viagens para Pernambuco contam com uma boa notícia. A Secretaria de Turismo do Estado informa que devido...

Restaurante Syria resgata a essência da comida árabe em São Paulo

Por Mary Ellen Aquino (Com Edição do DT)* No mesma terça-feira (4) deste mês de Agosto em que uma grande explosão destruiu uma parte de...

SPCVB realiza capacitações online sobre destinos paulistas durante pandemia

Ações de promoção foram realizadas em forma de digital desde o início da pandemia Mesmo diante da presente pandemia que assola empresas e mercados, o...

Beach Park, no Ceará,  reabre para hóspedes em soft opening

Após 140 dias fechado, o Beach Park reabriu o parque aquático na última quinta-feira (6) somente para hóspedes e em soft opening. Em nota,...

Relacionadas

1 COMENTÁRIO

  1. A Terceirização tem seu custo. Há hotéis, que investem em promoção de eventos ou se propõem a tal categoria de hospedagem, se definindo como Hotéis Executivos, aumentando desta fórma, a clientela a ser alcançada, digamos assim. Há em Administração, o que se chama em diversificar os canais de busca por clientes, que no caso em tela, além das agências, poderá ser através de página no Facebook, sites que permitam fazer um “tour” pelo Hotel, equipe treinada para receber as reservas e com a atividade de pós atendimento, buscando cativar o cliente e que seu retorno aconteça. Sem querer defender, mas a Decolar patrocina um importante jornal televisivo, apresentando sugestão de lugares para viajar, com artistas participando e, em épocas de crise econômica, não é tarefa fácil atender a tantos hotéis e a estes custos fixos contratuais: com patrocínio e publicidade. No Turismo, há oportunidade de trabalho para muitas pessoas, mas exige dedicação constante, muito treinamento. Os táxis estão presenciando novas modalidades deste serviço, porque pesquisas de mercado, mostraram que os passageiros querem diferenciais que vão além de um carro com motorista. Algo similar ao “médico da família”: um taxista já conhecido, que lhes faça as viagens de costume, flexibilidade de pagamento (aceitando pagamento com cartão de crédito, com a máquina que não tem mensalidade) e até os acompanhando nas compras de supermercado, a exemplo de taxista em Floripa, com passageiros idosos.

Comments are closed.

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias

Open chat