Accor apoia autoridades, hospitais e governo na luta contra o COVID-19

A operadora francesa de hotéis Accor vai disponibilizar uma tarifa solidária em suas unidades para parcerias com hospitais e órgãos do governo. No Brasil, por exemplo, uma das modalidades do apoio é para hospitais que precisam hospedar seus profissionais que estão na linha de frente no combate ao COVID-19 no país.

EDIÇÃO DO DIÁRIO

“Em um momento delicado como esse, não podemos ficar de braços cruzados. Nossos hotéis estão à disposição das autoridades e redes hospitalares para auxiliar durante esse período crítico”, afirma Patrick Mendes, CEO Accor América do Sul. “É claro que isso está sendo feito de uma forma organizada, ou seja, as entidades que têm interesse estão nos procurando para acertarmos todos os detalhes dessas parcerias, de forma a manter as condições sanitárias em acordo com as autoridades de saúde dos países”, explica Patrick.

 

O Novotel Morumbi, localizado na capital paulista, é o primeiro hotel operado pela Accor, no Brasil, fechado para esse tipo de parceria. O empreendimento será utilizado por uma rede privada de hospitais na cidade para abrigar médicos, enfermeiros e outros colaboradores da rede que precisarem de descanso.

 

É uma medida também para evitar seus deslocamentos do trabalho para casa e diminuir risco de contágio de parentes em suas casas. Há ainda a possibilidade de que os hotéis sejam usados como leitos de internação de pacientes sem doenças contagiosas.

 

A Accor também está recebendo diversas solicitações de hospedagem para idosos e pessoas em grupo de risco, que vivem com familiares e crianças, e necessitam ficar isolados para se protegerem; de pessoas em trânsito ou que ficaram sem poder viajar; e também dos que estão enfrentando alguma dificuldade de convívio em meio ao isolamento social.

 

Já na França, por exemplo, além de dispor seus leitos para apoio à equipe de médicos e hospitais, a Accor também colocou à disposição cerca de 2.000 acomodações em seus hotéis para receber moradores de rua. Foi criado o serviço CEDA – Coronavírus Emergency Desk Accor – para centralizar as necessidades e fornecer soluções de acomodação em toda a França, em colaboração com os proprietários de hotéis do Grupo Accor e as autoridades relevantes (ceda@accor.com).

 

“Receber, proteger e ajudar as pessoas é a base do nosso negócio. É por isso que, durante essa crise sem precedentes que estamos enfrentando, a Accor se coloca à disposição para ajudar aqueles que precisam e também aqueles que estão na linha de frente para nos proteger”, finaliza Patrick.

 

*Tarifa disponível apenas para leitos em locais em que a operação hoteleira não foi suspensa por decretos governamentais. A oferta está disponível através do Call Center (0800 703 7000 e +5511 2755-6702).

Para mais informações, acesse all.accor.com

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

As 100 melhores crônicas de João Saldanha são reunidas em livro

As crônicas foram selecionadas pelo historiador Alexandre Mesquita após a leitura de todo o acervo disponível sobre João Saldanha entre 1960 e 1990 EDIÇÃO DO...

Grupo Iberostar inicia reabertura de hotéis e reforça segurança sanitária

De forma escalonada, a reabertura de uma seleção de hotéis do Grupo Iberostar acontece a partir da segunda quinzena de junho garantindo protocolos de...

Portugal recebe o Selo ‘Safe Travels’ do World Travel & Tourism Council

Este selo visa reconhecer destinos que cumprem protocolos de saúde e higiene alinhados com os Protocolos de Viagens Seguras emanados pelo WTTC, ajudando, sobretudo,...

Três perguntas para Sanfo Boubakar, diretor da ClassTraining, sobre treinamento na retomada

Engenheiro químico com mais de 23 anos de experiência profissional e acadêmica, Sanfo Boubakar é marfinense naturalizado brasileiro. REDAÇÃO DO DIÁRIO Há quase 35 anos no...

Bolsa qualificação beneficia turismo de Foz do Iguaçu e preserva 4,5 mil empregos

Foz do Iguaçu vem adotando diversas medidas para preservar empregos e amenizar o impacto social provocado pela pandemia no novo coronavírus (Covid-19). Uma delas...

Os  Embaixadores do Rio e a retomada do turismo fluminense

Bayard Do Coutto Boiteux*O Rio  de Janeiro com a pandemia causada pelo Covid-19 passa o pior momento de sua história turística nas últimas décadas....

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias