Air Canada finaliza trabalho de repatriação de canadenses

Com seus voos especiais operados em colaboração com o governo do Canadá sendo finalizados, a Air Canada saudou os diversos funcionários da empresa que trabalharam para trazer milhares de canadenses de volta para casa. O programa, iniciado em 21 de março, repatriou aproximadamente 6.600 canadenses que estavam no Marrocos, Espanha, Equador, Peru, Argélia, Argentina e Colômbia.

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências


Em estreita cooperação com a Global Affairs Canada, a Air Canada operou um total de 21 voos especiais usando aeronaves de grande porte. A Air Canada permanece disponível para operar voos especiais adicionais em colaboração com o governo federal. Até o momento o programa incluiu:

  • Sete voos de Lima
  • Quatro voos de Quito
  • Três voos de Casablanca
  • Quatro voos de Argel
  • Um voo de Barcelona
  • Um voo de Bogotá
  • Um voo de Buenos Aires

“Nas últimas semanas, montamos uma das maiores operações de repatriamento de viajantes canadenses presos no exterior da história do país. Todos os viajantes que retornam estão sujeitos a um período obrigatório de 14 dias de auto-isolamento. Enfrentamos obstáculos sem precedentes, desde o fechamento do espaço aéreo até as rígidas restrições de viagens “, disse François-Philippe Champagne, Ministro das Relações Exteriores. “A Air Canada teve um papel vital no retorno de milhares de companheiros canadenses para casa. Quero agradecer a todos que trabalharam dia e noite para tornar possível esse grande empreendimento”.

Mais de 300.000 canadenses foram transportados nos voos comerciais da Air Canada

Apesar da redução significativa em sua rede, a Air Canada continua seus esforços de repatriamento em seus voos comerciais regulares. Desde 15 de março, a empresa transportou mais de 300.000 passageiros de volta para o Canadá – a partir da Ásia, Europa, Caribe / América do Sul e Estados Unidos. Isso incluiu canadenses repatriados da Índia, África do Sul, Croácia, Sérvia e Emirados Árabes Unidos por meio de sua ligação aérea Londres-Heathrow.

Quase 250 toneladas de suprimentos médicos e produtos essenciais foram entregues em todo o país

Por meio da Air Canada Cargo, a Air Canada continua suas operações para transportar suprimentos médicos e produtos essenciais. Desde 1º de março, a empresa transportou quase 250 toneladas de equipamentos de proteção individual por todo o país.

O primeiro voo cargueiro das aeronaves Boeing 777-300 ER convertidas pela empresa chegou no dia 18 de abril de Xangai, via Narita, com mais de 20 toneladas de máscaras faciais, muitas delas para os profissionais de saúde da linha de frente do Canadá. A partir de 22 de março a Air Canada operou 106 voos de cargas entre a Ásia, a Europa, a América do Sul e o Canadá. A empresa planeja operar até 20 voos de cargas por semana usando uma combinação dos três recém-convertidos Boeings 777 e Boeings 787, além dos voos regulares programados para Londres, Paris, Frankfurt e Hong Kong.

A Air Canada Cargo tem trabalhado com seus parceiros da cadeia de suprimentos e com os remetentes para transportar suprimentos médicos da Ásia e da Europa para o Canadá. A empresa continuará explorando oportunidades adicionais, conforme necessário, em todas as regiões do mundo. Sua divisão de frete tem sido um participante importante, e um elo crucial, nas cadeias de suprimentos globais. As interrupções causadas pela pandemia da COVID 19 estão tornando as capacidades de carga mais importantes do que nunca.

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Theatro Municipal de São Paulo terá passeio virtual nesta quinta-feira (9)

Iniciativa da Secretaria Municipal de Turismo tem como foco promover atrativos turísticos e culturais durante a pandemia de coronavírus Agências municipais com EDIÇÃO DO DIÁRIO ------------------------------------------------------------------------------------------------- Toda...

Avianca Brasil pede falência

Por Marcelo Vianna* Após entrar em recuperação judicial em dezembro de 2018, a Avianca Brasil pediu falência na última sexta-feira (03.07) perante à 1ª Vara de...

OMS orienta que viajantes encarem pandemia de Covid-19 com seriedade

GENEBRA (Reuters) - A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu aos viajantes nesta terça-feira que usem máscaras em aviões e se mantenham informados, à...

7 dicas para se profissionalizar na comunicação virtual

De repente, veio a pandemia, a quarentena e, com elas, mudanças na rotina profissional e na forma de comunicação. Reuniões virtuais, lives, webinars e...

O golpe do motoboy e a responsabilidade dos bancos

O golpe do motoboy é uma fraude efetuada em que os golpistas se passam por funcionários do banco, e ligam para o cliente informando...

Celso Guelfi, CEO da Global Travel Assistance: “Temos mais futuro que passado”

De acordo com dados da recente pesquisa Criteo (NASDAQ: CRTO) - uma empresa global de tecnologia -  68% dos brasileiros estão ansiosos para viajar...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias