Consumidores têm canal de denúncias para preços abusivos em São Paulo

Consumidores do estado de São Paulo agora podem usar o portal Abastecimento Seguro para relatar problemas gerais das estradas, dos estabelecimentos de serviços e ainda denunciar preços abusivos e falta de itens em comércios essenciais vinculados à alimentação. Antes voltado apenas para caminhoneiros, o portal passou a ter funcionalidades para os consumidores em geral.

Agência Brasil com Edição do DIÁRIO


O canal foi criado na semana passada para fornecer informações sobre produção, distribuição e comercialização de alimentos no estado de São Paulo. Além disso, a página informa sobre as estradas, serviços e campanhas de doação para os caminhoneiros.

“A tecnologia será essencial para monitorarmos como está a chegada de suprimentos para os 645 municípios do nosso Estado. Desta forma poderemos agir de maneira mais assertiva para que tudo funcione da melhor maneira durante a pandemia do novo coronavírus”, afirma em nota o secretário de Agricultura e Abastecimento, Gustavo Junqueira.

O sistema é vinculado com a Polícia Militar, o que torna possível informar risco e perigos que o consumidor e os transportadores estejam sentindo.

O site funciona como um grande mapa com marcadores que informam a localização exata e a situação dos postos de abastecimento e dos locais de distribuição de kits para os caminhoneiros. Com a ajuda do portal, os motoristas podem saber, por exemplo, se o estabelecimento está aberto, fechado ou com atividade restrita. O mapa informa também, em tempo real, os locais onde têm restrição de circulação dos veículos ou bloqueios municipais.

Na plataforma, também é possível encontrar os espaços de descanso, locais para tomar banho,  e demais informações que os caminhoneiros precisam para trabalhar com segurança.

O Governo do Estado já havia lançado o Canal de Denúncias voltado aos caminhoneiros, que funciona pelo 0800 055 5510 ou e-mail – abastecimentoseguro@sp.gov.br, 24 horas. Por esses canais, a categoria pode avisar sobre o fechamento de serviços essenciais e bloqueios em rodovias, por exemplo.

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

O que os hoteleiros falam sobre as OTA’s que não querem negociar

Em um momento como esse que o país atravessa, um  número cada vez maior de pequenos e médios hotéis, pousadas e até grandes hotéis...

CNC projeta queda de 6,1% no PIB em 2020

Diante da incerteza em relação à superação da crise provocada pelo novo coronavírus e do grau de contaminação da economia, a Confederação Nacional do...

Empresas conseguem suspender pagamento de energia na primeira instância

Uma empresa que está em recuperação judicial conseguiu na Justiça o direito de pagar apenas a energia consumida. A empresa havia comprado energia no...

Universal Orlando Resort anuncia reabertura de alguns hotéis a partir do dia 2 de junho

A partir de 2 de junho de 2020, alguns hotéis do Universal Orlando Resort irão reabrir para os hóspedes. A reabertura desses hotéis será...

Bolivianos voltarão para casa depois de meses retidos na Alemanha

Os membros de uma orquestra boliviana que inclui flautas tradicionais esperam voltar para casa na próxima semana depois de ficarem retidos em um castelo...

Senado aprova projeto que oferece crédito para profissionais liberais

Em sessão remota nesta quinta-feira (28), o Plenário do Senado aprovou o projeto que abre linha de crédito especial para profissionais liberais durante a...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias