Análise da situação mundial das feiras de exposição diante do coronavírus

Um dos temas abordados na entrevista com Luciane Leite, diretora da WTM Latin America, é o que vem preocupando as autoridades em saúde pública e a própria população mundial: o surto de coronavírus. Ela também faz um prognóstico dos próximos 15 anos das feiras de exposição. Confira:

 

O coronavírus é uma epidemia que ainda terá desdobramentos em muitos setores e nos próximos meses ainda trará impactos negativos. A epidemia já matou quase 500 pessoas e há mais de 24.000 casos confirmados apenas na China. Com a declaração da OMS (Organização Mundial da Saúde) a declarar emergência de saúde mundial, governos de diversos países restringiram viagens e as companhias aéreas suspenderam voos saindo de; ou com destino à China.

 

O cruzeiro Diamond Princess, que transporta 3.711 pessoas, tem 60 passageiros que contraíram o vírus e com isso, todos os passageiros estão em quarentena.

 

A Reed Exhibitions segue uma política internacional para todos os eventos e seguimos à risca as orientações da OMS

 

As consequências da epidemia são múltiplas e para a indústria de feiras, eventos também implicará em prejuízos. Assim, como a indústria do turismo, a Disney prevê perda de US$ 175 milhões nos parques de Xangai e Hong Kong.

 

É uma questão um tanto delicada, que exige atenção e alerta constante até que a situação esteja completamente controlada.

 

A Reed Exhibitions segue uma política internacional para todos os eventos e estamos seguindo à risca as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e no Brasil, do Ministério da Saúde. Nossa prioridade é a segurança dos participantes (expositores e visitantes) de nossos eventos.

 

Feiras e eventos de exposições de viagem no Brasil e no mundo nos próximos 15 anos

 

As feiras continuam sendo uma importante ferramenta de networking, e as relações pessoais – o face to face – seguem sendo diferenciais para geração de negócios, proposição de parcerias, aproximação de interesses e gerador de confiança mútua.

 

Acredito que mesmo com as tecnologias disponíveis as feiras seguem em um ritmo de crescimento positivo e vemos isso inclusive no interesse das pessoas em visitarem o evento. A WTM Latin America 2019 é um indicador desse interesse, tivemos recorde de participantes no evento na última edição, com mais de 19 mil pessoas nos três dias do pavilhão.

 

As grandes feiras e eventos já estão com um mindset diferenciado e entendem que além da geração de networking é preciso promover conteúdo

 

As grandes feiras e eventos já estão com um mindset diferenciado e entendem que além da geração de networking é preciso promover conteúdo. Na WTM Latin America temos isso como um diferencial, o WTM Live é um desdobramento e evolução dessa indústria. Colocamos experiências para além do pavilhão, inovamos com ações que aproximam e geram networking. Além disso, investimos na promoção de conteúdo, sempre trazendo informações e capacitação sobre temas e tendências do segmento.  As pessoas buscam cada vez mais o contato direto e físico como uma extensão do que constroem no virtual e as feiras permitem isso. A junção de experiências, conteúdo e networking é uma fórmula cada vez mais buscada no mercado.

 

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial