Arquiteto se posiciona a respeito de acusações contra o Nannai Resort e Residence

O escritório de arquitetura, Arquitetura de Paisagem, por intermédio de seu arquiteto, Luiz Vieira, enviou ao DIÁRIO uma sequência de explicações técnicas

REDAÇÃO DO DIÁRIO

Um vídeo postado no Youtube esta semana critica o Condomínio Nannai Residence por uma possível apropriação de área pertencente à Marinha do Brasil, no litoral de Pernambuco. De acordo com Francisco Cavalcanti, gerente do condomínio, com a implantação do porto de Suape, abrindo os arrecifes, foi realizado uma intervenção autorizada pelos órgãos de regulamentação ambiental, preservando a vegetação nativa. O escritório de arquitetura, Arquitetura de Paisagem, por intermédio de seu arquiteto, Luiz Vieira, enviou ao DIÁRIO uma sequência de explicações técnicas que podem dirimir algumas dúvidas. Não obstante, o sr Francisco Cavalcanti, afirma em seu comunicado que está à disposição de todos para apresentar documentos que comprovam que o Nannai Resort e o Nannai Residence não infringem nenhuma lei ambiental ou ocupem terreno público. Abaixo, o texto do escritório de arquitetura:

Está circulando pelos grupos de WhatsApp um vídeo acusando os empreendimentos Nannai Resort e Nannai Residence, ambos em Muro Alto, de terem invadido parte da faixa de areia para criar uma espécie de praia particular. Como escritório autor do projeto de arquitetura paisagística de ambos os empreendimentos, viemos esclarecer alguns pontos:

1. O primeiro no que diz respeito ao nome Muro Alto, que vem da parede de dunas ao longo de toda a Praia, e não do arrecife.

2. O segundo é o processo de proteção da duna. Tanto o Hotel Nannai Resort quanto o Flat Nannai Residence sofreram processo de erosão forte nos últimos anos devido à inúmeros fatores, alheios aos empreendimentos. Um deles foi o corte no arrecife feito pelo Porto de SUAPE, ocasionando a mudança na corrente marinha local e acelerando o processo de erosão. Com a intervenção de Suape, abrindo os arrecifes, foi realizado na época pelo Nannai Residence, um talude de proteção, autorizado pelos órgãos de regulamentação ambiental, preservando, acima de tudo, a duna e a vegetação nativa, que continua a existir nos dias atuais. Outro fator é que o condomínio lateral ao Flat Nannai não fez a proteção necessária da duna. Isso acelerou o processo de erosão na frente deles. O limite da duna sempre foi onde o Flat e o Hotel estão mantendo as estacas de proteção. Quando houve um questionamento do MPPE, em 2011, o Grupo esclareceu tudo desde da ortofotocarta de 1974 até os idos de 2014. O mar avançou 9 metros nesta área. Esta contenção foi edificada em 2003, com anuência da CPRH, SPU e PMI. Tudo perfeitamente licenciado.

3. No mais a maré sempre encostou na duna, isso desde sempre. Com a maré alta nunca foi possível caminhar tranquilamente, visto que a altura do nível d’água era sempre de pelo menos 0,50m (em alguns trechos até mais).

Na época que foram feitos os projetos do hotel e do flat a duna foi deixada intacta. Tanto o Nannai Resort quanto o Nannai Residence tiveram projetos que se preocuparam com a manutenção e, assim, preservação da Duna. Vocês podem observar, inclusive, que nos dois “Nannais” a duna está recoberta por vegetação nativa, e não aquela grama tapete. Isso além de manter a leitura ambiental por parte do transeunte que caminha na praia, é o ideal para a contenção da duna e assim evitar erosão. Grama tapete não segura um talude com uma inclinação tão íngreme.

Essa preocupação em preservação das características originais do terreno temos em todos os projetos, tanto na preservação ao máximo do relevo para que não interfira na drenagem quanto na preservação da vegetação existente. No Flat Nui, projeto nosso, também temos a duna preservada. Quando nos deparamos com um situação de degradação prévia, tentamos sempre recuperar a área intervida para que ela recupere as características originais.

Luiz Vieira, Arquitetura de Paisagem

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial