Brasileiros precisarão de visto para entrar na Nova Zelândia a partir de outubro

A partir de 1º de outubro de 2019, interessados em conhecer ou em estudar na Nova Zelândia precisarão de visto para entrar no país, o chamado Eletronic Travel Authority (ETA). Atualmente, brasileiros não precisam de autorização para entrar no país e permanecer até três meses.

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências

O visto irá custar cerca de 9 dólares neozelandeses, cerca de R$ 23,40, se feito pelo celular e NZD $ 12,50, cerca de R$ 32,50, caso emitido pelo site do governo da Nova Zelândia. Além dessa taxa, o turista deverá pagar NZD $ 35, cerca de R$ 91,00, para a taxa de proteção ambiental, que foi anunciada em junho de 2018. Outra necessidade para ter acesso ao país é o preenchimento de formulário com dados pessoais e objetivo da viagem, e a apresentação de uma declaração de antecedentes criminais.

“Por ser uma mudança recente, os procedimentos ainda são um pouco confusos, por isso é importante contar com a orientação de uma agência especializada. A World Study tem, por exemplo, o Student Advisers, funcionário que auxilia desde o primeiro contato até a finalização do intercâmbio, a agência também possui suporte psicológico para os alunos”, informa Paulo Silva, diretor da World Study, agência de intercâmbio que opera no país.

De acordo com o governo Neozelandês, a medida foi tomada para melhorar a segurança e agilidade de entrada no país, além de melhorar a experiência do viajante e apoiar as relações internacionais com mais de 60 países que possuem atualmente a isenção de aplicação de visto de visitante. O ETA também será necessário para quem estiver apenas de trânsito na Nova Zelândia.

Mais informações podem ser adquiridas em www.immigration.govt.nz/new-zealand-visas

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Máscaras caseiras podem ajudar a evitar transmissão da doença (ouça áudio)

Com a disseminação do coronavírus (Covid-19) por todos os estados do país e a falta de máscaras para reduzir a transmissão da doença, muitas...

Festival Coolritiba 2020 será reagendado por conta do COVID-19

A 4ª edição do festival mais cool do Brasil será reagendada! O Coolritiba 2020, previsto para acontecer em Maio, diante do avanço da COVID-19...

Privé Hotéis e Parques ilumina fachada de seus hotéis trazendo mensagens positivas

Em tempos de isolamento social, mensagens positivas são sempre bem-vindas. É com esse sentimento de estar presente que o Privé Hotéis e Parques vem...

Salvador em março tem a pior taxa de ocupação da história da hotelaria

A rede hoteleira de Salvador apresentou, em março de 2020, a taxa de ocupação mais baixa da história, em decorrência da pandemia do coronavírus...

Casos de coronavírus no mundo superam 1 milhão, diz Universidade Johns Hopkins

O número de casos do novo coronavírus no mundo chegou a 1 milhão nesta quinta-feira, à medida que a pandemia explode nos Estados Unidos...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias