Chieko Aoki: “o hóspede não está mais exigente, mas sim, mais experiente” (RETRO 2017)

REDAÇÃO DO DIÁRIO (Publicado dia 23 de fevereiro)

Chieko Aoki, na entrevista exclusiva, que será veiculada na próxima revista PAYSAGE HOTELEIRA, falou sobre a influência da tecnologia no mundo da hotelaria. Segundo ela, a tecnologia irá cada vez mais substituir as funções mecanizadas. As mais complexas, que requerem intuição e sentimento, segundo ela, o homem ainda estará à frente. “Teremos mais tempo para realmente cuidar do hóspede, ter a capacidade de olhar para ele e saber como tratá-lo. Uma máquina não pode saber se o hóspede está de mau humor. As pessoas podem”, explicou na entrevista concedida ao jornalista Paulo Atzingen, editor do DIÁRIO.

Chieko concorda que o hóspede moderno está muito mudado em relação ao hóspede de 10 anos atrás, no entanto, não está mais exigente, mas sim, experiente.

“O hóspede está cada vez mais experiente, que é diferente de ser exigente. Se antes, você usava telefone fixo e agora você usa telefone celular, você não vai querer que seu cliente seja usuário de telefone fixo. Então a experiência dele mudou, então a velocidade mudou”, enumera a executiva e completa. “Acho que a gente, muitas vezes, não se dá conta da realidade que se transformou”, completa.

Sabe o que quer

Segundo Chieko Aoki, o cliente moderno está mais criterioso. “Ele pesquisa mais e faz ele muito bem. Eu acho isso ótimo, porque a pior coisa para gente é a gente estagnar, como profissionais jamais devemos nos estagnar. Devemos estar sempre atentos. E se o cliente se satisfaz com qualquer coisa… Deus me livre! Quanto mais o cliente é experiente, mais eu gosto dele”.

Inegociável

Questionada sobre a presença cada vez mais avassaladora da tecnologia na vida das pessoas e, em especial, na hotelaria, ela respondeu: “Então, a tecnologia vai avançar cada vez mais e não tem mais volta. No entanto, tudo que seja ligado à inteligência deve permanecer. A tecnologia pode até substituir a inteligência, ser mais veloz, juntar dados, fazer análises, mas jamais conseguirá substituir a emoção, a emoção humana, que é parte integrante, inegociável da hotelaria e da hospitalidade”.

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Tribunal de Justiça de São Paulo suspende cobrança de dívida de agência de viagens

Diante de um cenário de prejuízo na casa dos bilhões, uma companhia aérea não pode se permitir a ressarcir bilhetes e viagens em prazo elástico...

Azul lança sua revista digital de bordo

A revista de bordo da Azul ganha hoje mais uma versão. A companhia lança uma plataforma de conteúdo online para a Revista Azul, que,...

Atrio Hotel promove ações de solidariedade para minimizar impactos sociais

A Atrio, em conjunto com seus 56 hotéis administrados, vem promovendo ações de solidariedade em diversas regiões do país, em uma iniciativa para amenizar...

Bourbon Cataratas reabre dia 10 de junho aniversário de Foz do Iguaçu

A Bourbon Hotéis & Resorts anuncia a abertura gradativa de alguns de seus empreendimentos e o próximo será o Bourbon Cataratas do Iguaçu Resort, que abre no dia do aniversário da...

Aeromexico faz voo da China para o México sem escalas e bate recorde

A Aeromexico realizou o voo de maior alcance em sua existência e na história da aviação no México. Foi uma operação direta entre o...

Guias de Turismo do Rio enviam abaixo assinado ao ministro do Turismo

Os guias de Turismo do Rio de Janeiro, por meio da Liguia - Liga Independente dos Guias de Turismo do Rio de Janeiro elaboraram...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias