CNC apresenta estudo sobre turismo esportivo e aviação

O Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), lançou na última quinta-feira (19), o estudo Desafios da Aviação Civil e Caminhos para o Turismo Esportivo, uma compilação das discussões realizadas ao longo de 2017 na série Turismo – Cenários em Debate.

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências

A publicação conta com a colaboração de especialistas, pesquisadores, ex-atletas e apresenta exemplos de sucesso na promoção turística de aeroportos, destinos e na captação de eventos, além de produtos do turismo esportivo e tecnologias utilizadas na promoção e na operação turística.

“Os seminários promovidos pelo Cetur, com foco no turismo esportivo e na aviação, trazem luz para as dificuldades e os desafios de crescimento desses mercados no País”, diz o presidente do Cetur/CNC, Alexandre Sampaio.

No momento em que a aviação comercial brasileira enfrenta um desafio de crescimento, depois de passar por período de grandes avanços, uma abordagem analítica e técnica da conjuntura do setor colabora para ajudar a construir e estabelecer as políticas necessárias para alavancar esse importante segmento.

Teto de 12%

“Para promover o acesso universal ao transporte aéreo no País, ficou evidente a necessidade de garantir um ambiente de negócios mais competitivo. Nesse sentido, há propostas que são recomendações inseridas neste documento, como a de criar um teto (12%) para a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o combustível de aviação; e a de reduzir barreiras à entrada do capital estrangeiro nas empresas aéreas”, explica Sampaio.

Por outro lado, os debates promovidos pelo Cetur/CNC sobre eventos esportivos e interação do esporte com o turismo apresentaram cases de sucesso que podem servir de exemplo às capitais para que aproveitem as infraestruturas desportivas criando um calendário de eventos. “Os eventos esportivos se mostram como oportunidades de ampliar o calendário de eventos das cidades, trazendo um turismo mais qualificado, com maior gasto por tempo de permanência”, conclui Sampaio.

Por meio dos debates que constam nesse documento, o Cetur/CNC ressalta a importância de se pensar o turismo como ferramenta de desenvolvimento econômico e social, apresentando também demandas do trade para a construção de um ambiente mais competitivo e produtivo.

O documento completo está disponível em: http://bit.ly/Aviacao_TurismoEsportivo

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

ABIH-MG registra fechamento e paralisação de hotéis em Minas Gerais. Em BH 11 suspendem atividades

Até o momento, em Belo Horizonte, 11 hotéis suspenderam suas atividades e dois paralisam nos próximos 15 dias; 30% dos funcionários do setor já...

Proposta de regime transitório da Lei de Recuperação Judicial e Falências (PL 6.229/05) é perigosa

Gabriel de Orleans e Bragança é sócio-gestor, e Luis Fernando Hiar é advogado associado, da Área de Insolvência e Solução de Conflitos do Escritório...

6 filmes para quem ama viajar

6 filmes sobre viagem para acalmar os ânimos e já sonhar com o próximo roteiro, assim que o período de crise passar REDAÇÃO DO DTPara...

A ilha emergirá reino

A faixa de areia neste lado da ilha terá uns quinhentos e vinte e seis metros de comprimento. A largura será impossível precisar porque...

Accor apoia autoridades, hospitais e governo na luta contra o COVID-19

A operadora francesa de hotéis Accor vai disponibilizar uma tarifa solidária em suas unidades para parcerias com hospitais e órgãos do governo. No Brasil,...

ANAC divulga malha aérea básica até abril

Companhias fazem esforço conjunto para atender todos os estados EDIÇÃO DO DIÁRIO com agênciasA Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) divulgou nesta sexta-feira (27) a...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias