Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC) emite nota sobre coronavírus: Turistas asiáticos não devem ser estigmatizados

Turistas e grupos individuais da China e da Ásia não devem ser estigmatizados devido ao surto de coronavírus, afirmou em nota o Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), reforçando  a ideia de que não se deve promover a discriminar os viajantes daquele continente.

REDAÇÃO DO DIÁRIO (Com tradução)


 

“O pânico, visto como uma maneira de conter o coronavírus, pode correr estigmatizar um dos maiores grupos turísticos do mundo e causar danos a longo prazo”, afirma a nota em inglês.

A exortação foi emitida pelo WTTC de Londres, liderado pela presidente e diretora executiva da agência, Gloria Guevara Manzo, que representa o setor privado global do setor de viagens e turismo.

Como ex-ministro do Turismo do México, Guevara esteve intimamente envolvido em 2010 com as consequências e a recuperação após o surto do vírus da gripe H1N1 em 2009, que teve um impacto significativo na economia do México e causou a morte de pessoas.

No momento, mais de 40 mil pessoas testaram positivo para o vírus em todo o mundo, 98% dos casos estão limitados à China. Isso se deve a uma taxa de mortalidade relativamente baixa de apenas 2% dos coronavírus, em comparação com 10% da SARS e 34,4% da Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS).

“Não devemos estigmatizar. O coronavírus não será resolvido com a seleção de indivíduos ou grupos de qualquer país, como a China ou de outras partes da Ásia. É importante que o setor de viagens e turismo desempenhe seu papel de conter a disseminação do coronavírus, mas isso não será alcançado alienando o maior grupo de turistas do mundo “, afirmou Glória Guevara Manzo.

Números

As estatísticas do WTTC mostram que o setor de viagens e turismo da China se multiplicou por sete nos últimos dez anos, com um crescimento anual impressionante de 21,7% e agora representa um quinto dos gastos totais em turismo global. A cada ano, o setor global de viagens e turismo contribui com 10,4% (US $ 8,8 bilhões) para o PIB mundial e um em cada dez empregos.

O apelo para combater a estigmatização dos turistas chineses e asiáticos é dado após o reconhecimento do WTTC pelo trabalho dos setores público e privado, que trabalham juntos para limitar a propagação do coronavírus através de suspensões de reservas de vôos, hotéis e Opções flexíveis para futuras viagens.

O Conselho Mundial também pediu uma parceria mais estreita entre os dois setores, para ajudar a reduzir as viagens nas áreas afetadas e melhorar a educação sobre a transmissão do vírus, além de evitar medidas de pânico. Alianças públicas e privadas também ajudarão a recuperar o setor assim que a propagação do vírus começar a diminuir.

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

PL 2034 aprovado pelo governador do Rio de Janeiro é vitória para os guias de turismo

O Projeto de Lei Nº 2034 acaba de ser aprovado pelo governador do Rio de Janeiro Wilson Witsel e se transforma na Lei Estadual...

Parques da SeaWorld na Flórida reabrirão ao público em 11 de junho

O SeaWorld Entertainment, Inc., uma das empresas de entretenimento líder no mundo, anunciou o projeto de reabertura em fases (com capacidade limitada) dos seus...

Temperaturas caem em Santa Catarina e toneladas de tainha são pescadas (Vejam vídeos)

Por Jefferson Severino especial para o DIÁRIO DO TURISMODe fato, hoje o estado catarinense completa 32 dias com temperaturas negativas. Segundo o Homem do...

Efeitos da pandemia: o fim dos blocos comerciais e início de acordos bilaterais

Por Carlo Barbieri*O mercado globalizado como o conhecemos hoje, já está em plena mudança devido à pandemia. Teremos um realinhamento na estrutura comercial do...

Pedidos de recuperação judicial aumentam depois da Covid-19

O último levantamento da Boa Vista, divulgado no início deste mês, registra alta em maio de 68,6% no número de pedidos de recuperação judicial...

Fronteiras terrestres entre Espanha, Portugal e França abrem em 22 de junho

MADRI (Reuters) - A Ministra da Indústria e do Turismo espanhola, Reyes Maroto, disse nesta quinta-feira que todas as restrições a cruzamentos nas fronteiras...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias