Consultor libanês fala ao DIÁRIO sobre situação do país após explosão em Beirute

A violenta explosão que sacudiu Beirute na última terça-feira (4) intensificou a crise econômica, política e social que vive o Líbano.

RETRÔ 2020 – PUBLICADO DIA 8 DE AGOSTO


Uma tragédia sem precedentes nos últimos anos, com mais de uma centena de mortos e milhares de feridos. Sensibilizado com a situação do país, o DIÁRIO ouviu o teólogo e cientista social sheik Jihad Hammadeh. Nesta entrevista concedida via email, o consultor fala que o povo libanês, seja ele de qualquer religião, está sofrendo as consequências das disputas políticas entre os partidos: “A inflação subiu de forma assustadora, os bancos restringiram os saques de dinheiro, o país entrou num colapso econômico”, diz na entrevista. “Ao mesmo tempo, continua ele, o povo mostrou muita solidariedade uns com os outros e com as vítimas, indo às ruas ajudar os mortos e feridos”, acompanhe abaixo:


DIARIO:  Sr.  Jihad, analise a força do islamismo no país diante do coronavírus e dessa catástrofe?

O Islam no Líbano, representa uma grande parte da população do país, algumas fontes afirmam ser entre 40 e 50%, inclusive, pelo fela Constituição Libanesa, o cargo de Primeiro Ministro e presidente do parlamento, são sempre ocupados por muçulmanos. O povo libanês, sendo de qualquer religião, está sofrendo as consequências das disputas políticas entre os partidos, a inflação subiu de forma assustadora, os bancos restringiram os saques de dinheiro, o país entrou num colapso econômico, então, houve uma onda de manifestações populares de todas as religiões contra a situação, aliado a esses problemas, veio a Pandemia e a quarentena, as pessoas perderam os empregos, muitas empresas encerraram suas atividades e o descontentamento popular aumentou, junto a isso, havia rumores que Israel faria algum ataque ao Líbano, mas ninguém esperava uma tragédia como esta que ocorreu em consequência dessa explosão ou ataque, até agora não se sabe exatamente a origem desta catástrofe que abalou todo o país.

- Advertisement -

DIÁRIO- Além das perdas materiais e humanas quais foram as perdas de patrimônio histórico, filósofo o e religioso na área da explosão?

As perdas culturais e históricas são imensas em decorrências das explosão do porto de Beirute, pois, a área data da época do Império Otomano, assim como, o próprio porto e o silo que armazenava o trigo que era suficiente para um mês apenas, sabendo que, a capital libanesa foi destruída ao longo da história 7 ou 8 vezes e se reergueu em todas as vezes, porém, junto com a destruição, há muita perda cultural. A área da tragédia era tida como uma área nobre da capital e era habitada pelos cristãos em sua maioria.

DIÁRIO: O senhor poderia discorrer sobre quais as principais ações do governo para atender a população atingida pela explosão?

Infelizmente, a reação do governo libanês foi muito tímida, o que aumentou a indignação do povo libanês e fez com organizassem várias manifestações contra os políticos e que, até agora, resultou na renúncia de 3 ministros, porém, o povo pede a renúncia de todos eles, pois não confia mais neles. Ao mesmo tempo, o povo mostrou muita solidariedade uns com os outros e com as vítimas, a população foi ás ruas para limparem a cidade e retirar todos os corpos das pessoas mortas e socorrer os feridos, além de organizar ações de ajuda aos desabrigados.

Pessoas se ajudaram mutuamente diante da tragédia sem precedentes (WAEL HAMZEH / EFE)

DIARIO: Qual o grau de interesse dos visitantes internacionais (ocidentais) pela cultura islâmica? O que mais eles procuram no Líbano? 

O Líbano foi habitado, ao longo da história por vários impérios e culturas, o que é presenciado em cada local do país, como Baalbek e outras localidades, sempre foi destino de turistas de todos os países e para todos os interesses, era conhecido como a Suiça do Oriente Médio.

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redaçãohttps://diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    EUA adverte que uso de aparelhos 5G pode afetar segurança aérea

    A Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA) alertou nesta terça-feira (07) que a interferência do uso de tecnologia 5G representava um risco...

    Aniversário da Avenida Paulista terá Nando Reis, Rincon Sapiência e piano voador

    No dia 08 de dezembro, a Avenida Paulista celebra 130 anos de fundação. Uma das vias mais tradicionais do país, ela ganha uma maratona de comemorações...

    Um observatório de mundo – por Thomas Bruno Oliveira*

    Na mercearia de meu pai, onde passei os decisivos e marcantes anos de minha infância, sempre fui um observador das coisas e das pessoas,...

    Luciana Leite, do Parque das Aves: “temos a missão de acolher a fauna vitimada”!

    Dois lugares que são considerados visitas obrigatórias para os visitantes de Foz do Iguaçu: as Cataratas e o Parque das Aves. As Cataratas são...

    Empresas de eventos e turismo têm até o final do ano para negociar dívidas tributárias

    As empresas do setor de eventos e turismo têm até o dia 29 de dezembro de 2021 para aderir aos programas de negociação de...

    Estados Unidos endurecem regras para cães procedentes do Brasil

    Os animais que chegam de países classificados como de alto risco para raiva, que inclui o Brasil, só poderão ingressar nos Estados Unidos por...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing