Dados da Anac apontam que mais de 100 milhões de passageiros viajaram de avião nos últimos 12 meses

Marca histórica sugere retomada do setor turístico após período de crise. Desde março de 2016, acumulado do ano não atingia este patamar
EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências

Entre julho de 2017 e junho de 2018, o número de passageiros pagantes, embarcados em voos domésticos e internacionais regulares e não-regulares operados por companhias aéreas brasileiras, chegou a 100,87 milhões. Os dados são da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

As companhias aéreas transportaram 91.947.666 passageiros em voos domésticos, e 8.924.824 viajantes nos voos internacionais, no período. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), a última vez em que o acumulado de 12 meses havia superado a marca de 100 milhões de viajantes transportados foi em março de 2016.

Somente em junho de 2018, os 7.163.396 passageiros embarcados representaram uma variação positiva de 3,4% em relação ao mesmo mês do ano passado (6.922.225). No caso de rotas chegando ao ou saindo do Brasil, o número de passageiros foi o melhor dos últimos 16 anos, início da série histórica da Anac: 656.358, um crescimento de 9,9% em relação a igual período de 2017.

De acordo com o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, o dado confirma a capacidade do setor de ancorar a economia brasileira. “O turismo é uma grande força geradora de empregos e renda. Quando um turista viaja, ele está contribuindo com pelo menos 52 setores direta e indiretamente impactados pelo turismo no Brasil”, afirma. Os últimos resultados de receita cambial turística e a alta na entrada de estrangeiros no país reforçam a retomada do crescimento na atividade.

De acordo com a Anac, o número de passageiros no período considera todos os embarques realizados, ainda que pelo mesmo passageiro dentro de uma mesma viagem, antes de chegar ao destino final (conexões).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Principais medidas governamentais para empresas prestadoras de serviço

Por Marcelo Vianna* Diante das inúmeras medidas adotadas recentemente para beneficiar o setor empresarial por conta da crise do COVID 19, resumimos a seguir os principais...

Governo Federal suspende reajuste de medicamentos por 60 dias (Ouça!)

Governo do Brasil anunciou que o reajuste anual de todos os remédios será adiado por dois meses. O motivo é a crise provocada pela...

F-31 Quinteto de Medellín veste roupa mais moderna no corpo do tango

A música jamais poderia ser comparada a algo tátil, material,  mas aqui em Medellín, durante o 13° Festival Internacional de Tango, esse gênero musical...

Considerações sobre turismo e confinamento – por Bayard Boiteux*

(com edição do DIÁRIO) -----------------------------O confinamento não é uma escolha. É ao mesmo tempo uma possibilidade e um ato de sobrevivência para os grupos mais...

Governo prorroga prazo para recolhimento de INSS, PIS e COFINS

Por Marcelo Vianna* O Ministério da Economia acaba de publicar a Portaria 139, de 03.04.2020, prorrogando o prazo de recolhimento dos seguintes tributos federais:INSS das competências de março...

CEO e Fundador do Grupo OYO renuncia a salário anual seguido por equipe de liderança

O COVID-19 impactou significativamente o setor de hospitalidade global, com as ocupações de diversas redes de hotéis sendo afetadas drasticamente. Nesse período difícil e...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias