Delta Air Lines teve lucro líquido de US$ 1,6 bilhão no segundo trimestre

A Delta Air Lines divulgou nesta quinta-feira (12) os resultados financeiros do segundo trimestre de 2018.

Edição do DIÁRIO com agências

O lucro líquido ajustado para o trimestre encerrado em junho de 2018 foi de US$ 1,6 bilhão, uma queda de US$ 183 milhões em relação ao mesmo período do ano anterior, já que os recordes nas receitas compensaram parcialmente o impacto de US$ 600 milhões nos preços mais altos dos combustíveis.

Receitas

A receita operacional ajustada da Delta de US$ 11,6 bilhões no segundo trimestre apresentou crescimento 8%, ou US$ 880 milhões em relação ao ano anterior. Esse resultado de receita trimestral marca um recorde para a empresa, impulsionado por melhorias nos negócios da Delta, incluindo aumentos de dois dígitos na receita de carga e fidelidade.

As receitas unitárias totais, excluindo as vendas de refinaria (TRASM), aumentaram 4,6% durante o período, impulsionada pela forte demanda em todas as entidades, o que melhorou os rendimentos. O câmbio trouxe um benefício de quase um ponto no trimestre.

Orientação para o terceiro trimestre e para 2018

A Delta espera o crescimento sólido da receita, melhoria na trajetória dos custos e o retorno à expansão da margem.

Desempenho de custos

As despesas operacionais ajustadas totais no segundo trimestre aumentaram US$ 1,1 bilhão em relação ao mesmo período do ano anterior, com mais da metade do aumento devido aos preços mais altos dos combustíveis.

As despesas ajustadas com combustível aumentaram US$ 578 milhões, ou 33%, em relação ao segundo trimestre de 2017. O preço ajustado por galão de combustível da Delta no trimestre de junho foi de US$ 2,17, que inclui US$ 45 milhões de benefício da refinaria.

A despesa não operacional ajustada melhorou US$ 43 milhões em relação ao ano anterior, impulsionada principalmente pelas despesas de pensão favoráveis. A despesa com imposto ajustada diminuiu US$ 255 milhões no segundo trimestre, principalmente devido à redução na alíquota de book tax da Delta de 34% para 23%.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

As 100 melhores crônicas de João Saldanha são reunidas em livro

As crônicas foram selecionadas pelo historiador Alexandre Mesquita após a leitura de todo o acervo disponível sobre João Saldanha entre 1960 e 1990 EDIÇÃO DO...

Grupo Iberostar inicia reabertura de hotéis e reforça segurança sanitária

De forma escalonada, a reabertura de uma seleção de hotéis do Grupo Iberostar acontece a partir da segunda quinzena de junho garantindo protocolos de...

Portugal recebe o Selo ‘Safe Travels’ do World Travel & Tourism Council

Este selo visa reconhecer destinos que cumprem protocolos de saúde e higiene alinhados com os Protocolos de Viagens Seguras emanados pelo WTTC, ajudando, sobretudo,...

Três perguntas para Sanfo Boubakar, diretor da ClassTraining, sobre treinamento na retomada

Engenheiro químico com mais de 23 anos de experiência profissional e acadêmica, Sanfo Boubakar é marfinense naturalizado brasileiro. REDAÇÃO DO DIÁRIO Há quase 35 anos no...

Bolsa qualificação beneficia turismo de Foz do Iguaçu e preserva 4,5 mil empregos

Foz do Iguaçu vem adotando diversas medidas para preservar empregos e amenizar o impacto social provocado pela pandemia no novo coronavírus (Covid-19). Uma delas...

Os  Embaixadores do Rio e a retomada do turismo fluminense

Bayard Do Coutto Boiteux*O Rio  de Janeiro com a pandemia causada pelo Covid-19 passa o pior momento de sua história turística nas últimas décadas....

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias