Depois que o Covid-19 passar – artigo de Jorge Salim*

Uma coisa vai ficar marcada. Que o mundo mudou depois que o Covid-19 passar. Ficará o aprendizado. Acima de tudo a solidariedade vencendo o egoísmo. A percepção que as classes sociais não existem, pois todos, desde a nobreza ao marginalizados, o vírus passou o rodo. O forte, os que escolheram a medicina para atuar, permanceram fortes. Os corajosos são maiores do que os indivíduos indisciplinados, aliás a ordem teve que sobrepujar a baderna, isso ficou bem claro.
Os dedicados do bem, mostraram a sua bravura, apesar da descrença de muitos. Enquanto os pessimistas festejavam as mortes, os otimistas comemoravam os curados, vencendo a batalha de goleada.
Voltamos nossas mentes para o lado espiritual e passamos a ser menos materialistas. Celebração da vida foi um líquido que bebemos no cálice oferecido pelo Pai Celeste.
Fica lição, o que parecia ser uma insignificante gripe passa a ser uma temida sentença de morte. Nos tornamos vulneráveis, os que creem que bastam estalar os dedos e o Capitão América ou o Homem de Ferro vem logo nos salvar, acabam se recolhendo às suas insignificâncias.

Acordamos? Será que aprendemos a dura lição?

Percebem que os altos pagamentos de contratos bilionários dos famosos jogadores se contrapõem com os pagamentos miseráveis de grandes cientistas e pesquisadores de vacinas e imunização da população. Porém em importância para a sociedade há uma terrível inversão de valores.
Acordamos? Será que aprendemos a dura lição? Será que ficarão o aprendizado para que na reflexão seguinte, mudaremos as nossas próximas ações e condutas?
Acredito que a matemática nos responderá, aliás as estatísticas responderão. 30%, 40% e 30%, a fórmula de sempre. Pessimismo, otimismo e indecisos.
Quando cresceremos em rumo da sabedoria e atitudes humanitárias? Se aproveitarmos este momento que estamos passando, seria ótimo, mas se a maioria achar que vai passar, como se acaba um carnaval ou um temporal, perderemos a oportunidade ímpar que a Natureza ofereceu.
Nunca esqueceremos, mas será que a história marcará que nos tornamos melhores e mudamos? A transformação e evolução humana. E você? Aprendeu algo que lhe serviu para repensar os próximos passos?
—————————————

*Jorge Salim é publicitário e ex-operadora GapNet

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial