Diretores da Web Viagens falam ao DIÁRIO sobre razões do fim da empresa

REDAÇÃO DO DIÁRIO

Os diretores da Web Viagens, Thiara Haydee França dos Santos e Leandro César, que anunciaram na manhã desta segunda-feira (23) o encerramento das operações da empresa, detalharam ao DIÁRIO as principais razões desta decisão, uma delas, informa Thiara, era o aporte de um investidor internacional, o que não aconteceu, acompanhe:

DIÁRIO – Quais as principais razões do encerramento da operação da Web Viagens?

Thiara Haydee França e Leandro César – Assim como todas as demais agências e operadoras brasileiras, enfrentamos sérios problemas por conta da crise econômica do Brasil, que retraiu o poder de compra de nossos clientes e, por consequência, a demanda por nossos serviços. Nosso faturamento caiu imensamente nos últimos meses, especialmente na venda de pacotes internacionais, segmento que foi ainda mais prejudicado a partir da alta do dólar. E, pra completar, houve ainda a questão do imposto retido na fonte para remessa de recursos ao exterior, fato que gerou uma enorme insegurança para o setor do turismo nos meses de janeiro e fevereiro desse ano, encerrando com um aumento da carga tributária em tais operações da ordem de 6,38%. Essas foram, basicamente, as razões do encerramento de nossa operação. 

DIÁRIO –   A má situação da empresa foi algo repentino, não havia como prever tudo isso e evitar este transtorno no mercado?

Thiara Haydee França e Leandro César – A verdade é que nossa empresa já enfrenta problemas financeiros há pelo menos três meses. A questão é que estávamos programados para receber um aporte de capital estrangeiro que ajustaria nossas contas, permitindo um redirecionamento em nossa operação. Contudo, o fundo de investimento internacional que faria o aporte dos recursos, por questões burocráticas, atrasou o repasse. Insistimos de todas as formas nos últimos 30 dias para liberação do dinheiro, mas infelizmente, até a semana passada, não havia previsão de data para que os valores fossem a nós remetidos, o que tornou nossa situação insustentável. Cogitamos inclusive um pedido de recuperação judicial, mas, sem este aporte extra de capital (nem que fosse parcial), não seria viável manter a operação da empresa. Então, optamos por encerrar a atividade antes de agravar ainda mais a situação da empresa.  

DIÁRIO – Vocês pretendem reembolsar os passageiros que adquiriram créditos para compra de passagens? Caso positivo, qual procedimento deverá ser observado pelos clientes para receberem os valores pagos de volta?

Thiara Haydee França e Leandro César – Com certeza pretendemos reembolsar nossos clientes. Ao longo desta semana, enviaremos uma e-mail a todos aqueles que adquiriram créditos para compra futura de pacotes de viagem avisando do encerramento de nossas atividades. A mensagem será acompanhada de uma carta nossa declarando que os serviços não serão prestados e que o crédito deve ser restituído. Nosso e-mail e a carta devem ser encaminhados pelo cliente a sua respectiva administradora de cartão de crédito, juntamente com um pedido de cancelamento/estorno dos valores debitados. Após análise do caso, a administradora tem obrigação legal de atender o pedido do cliente. Qualquer dificuldade nesse procedimento, estaremos à disposição para ajudar no que estiver ao nosso alcance pelo e-mail: relacionamento@webviagens.tur.br. Por fim, gostaríamos de dizer que estamos cientes do enorme transtorno que o encerramento de nossa atividade causou aos nossos clientes, funcionários e parceiros comerciais. Lamentamos muitíssimo o ocorrido e envidaremos todos os nossos esforços para minimizar ao máximo os abalos causados.​

5 COMENTÁRIOS

  1. Sabiam já há bastante tempo da crise que a empresa passava e, mesmo assim, continuavam a vender pacotes sem cumpri-los. Fui lesado em 10 mil reais e ontem fui expulso a força da empresa ao querer uma posição dos meus direitos. Mais um absurdo neste país de justiça morosa. Espero que não saiam impunes e tenha o que merecem (A CADEIA).

  2. Agora é necessário o Ministério Publico e a Policia agir em defesa dos cidadãos de bem que foram lesados por esse casal, eles se acham acima da lei e se não forem para a cadeia o mais rápido possível ficara provado que eles estão mesmo acima da lei.

    Autoridades brasileiras façam alguma coisa com esses bandidos e com urgência.

  3. É só dar uma olhada rápida no Reclame Aqui para ver que a empresa estava dando calote há mais de um ano!!!!

    Eu ainda não recebi nenhum email da empresa para ressarcir meu cartão, e, pelo que conheço deles, nem vou receber.

    O site dizia que tinham e-bit mas eu entrei em contato com o selo e me disseram que nunca tiveram e-bit. Isso não caracteriza má fé?! Guardei todos os emails, claro.

    Também recebi um email da empresa com uma “confirmação de reserva” que era apenas o printscreen da passagens aérea em um site de compras online. Isso tb não é má fé? Desconfiei na hora porque já comprei passagens online e sabia que aquilo não era confirmação de nada!

    Foi uma mentira atrás da outra até colocá-los contra a parede dizendo que já sabia que a empresa estava passando por dificuldades. Agora, querem dizer que vão devolver o dinheiro?

    Tem gente no reclame aqui já mais de um ano esperando devolverem dinheiro!!!

  4. Bandidos! O que eles aplicaram foi um golpe…

    Comprei um pacote de viagens em Novembro do ano passado para viajar em Março deste ano (PAGO A VISTA E DEPOSITADO NA CONTA DA WEBVIAGENS), Ficaram enrrolando para liberar os Vouches e 24horas antes de embarcarmos nós ligaram falando que não poderiam arcar com o que nos venderam…

    Desde então ficaram com o nosso dinheiro, não nos estornaram e não nós procuram para tentar acordo. Mas até poucas semanas atrás, continuavam a vender pacotes e fazer o mesmo com os outros clientes.

    Já estamos com processo na justiça contra esses criminosos. Penso que não iremos receber o valor que nos roubaram. Mas faremos de tudo para por esses VAGABUNDOS na cadeia, que é onde devreiam estar uma hora dessas…

  5. Bandidos! O que eles aplicaram foi um golpe…

    Comprei um pacote de viagens em Novembro do ano passado para viajar em Março deste ano (PAGO A VISTA E DEPOSITADO NA CONTA DA WEBVIAGENS), Ficaram enrrolando para liberar os Vouches e 24horas antes de embarcarmos nós ligaram falando que não poderiam arcar com o que nos venderam…

    Desde então ficaram com o nosso dinheiro, não nos estornaram e não nós procuram para tentar acordo. Mas até poucas semanas atrás, continuavam a vender pacotes e fazer o mesmo com os outros clientes.

    Já estamos com processo na justiça contra esses criminosos. Penso que não iremos receber o valor que nos roubaram. Mas faremos de tudo para por esses CRIMINOSOS na cadeia, que é onde devreiam estar uma hora dessas…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    Mais recentes

    Parque Nacional do Iguaçu orienta como será sua visitação (Veja Vídeo)

    O Parque Nacional do Iguaçu permanece aberto para visitação pública todos os dias do mês de janeiro. A partir de 26 de janeiro, a...

    Azul abre inscrições para o seu Programa de Estágio

    Azul seleciona jovens universitários até 19 de fevereiro.  EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências A partir desta segunda (25), a Azul Linhas Aéreas abre inscrições para o seu...

    Monte Verde reabre para turistas nesta segunda-feira (25)

    A partir desta segunda-feira (25), os mais de 600 estabelecimentos de hospedagem do distrito de Monte Verde (MG) voltam a funcionar com 60% da...

    Associação de Hotéis e Restaurantes de Maresias protesta contra mudanças no Plano SP

    A Associação de Hotéis, Pousadas, Bares e Restaurantes de Maresias, principal polo turístico do município de São Sebastião e do litoral Norte de São...

    BNDES aprova financiamento a exportação de aviões da Embraer com seguro de crédito privado

    O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento com estrutura inovadora para exportação de aviões brasileiros produzidos pela Embraer para a companhia aérea...

    Museu do Futebol reúne especialistas para uma live, nesta segunda-feira (25), no Facebook e YouTube

    O Museu do Futebol recebe nesta segunda-feira (25), dia do aniversário de 467 anos de São Paulo, representantes dos principais times paulistas em uma...

    Relacionadas

    Open chat