Dólar despenca 2,27% e volta a ficar abaixo de R$3,25

(Reuters) –

O dólar fechou com queda de mais de 2%, voltando a ficar abaixo do patamar de 3,25 reais na última quarta-feira (14), acompanhando a cena externa e numa sessão marcada pelo baixo volume de negócios após a folga do Carnaval, que manteve os mercados brasileiros fechados por dois dias seguidos.

O dólar BRBY recuou 2,27%, a 3,2274 reais na venda, maior perda diária desde 24 de janeiro (-2,44%). Na semana passada, a moeda norte-americana subiu 2,73%, ao patamar de 3,30 reais.

Na mínima do dia, a moeda norte-americana chegou a 3,2211 reais. O dólar futuro DOLc1 caía cerca de 2,26% no final da tarde.

Redação
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Morre o amigo, colega e ex-presidente da ABIH Nacional, Eraldo Alves da Cruz

Por Paulo Atzingen Generoso, amigo, e um homem que deixava muito clara sua fé, por meio de gestos, palavras e postagens no facebook. Estou falando...

Energia Solar e Eólica atingem 67% de geração de energia elétrica no mundo

As fotovoltaicas (PV) dominaram o setor como a principal nova fonte de tecnologia de geração de energia adicionada às redes de dezenas de países...

Pousada Gaia Viva aceita cães e humanos entram

Concebida para ser um verdadeiro paraíso dog friendly, a Pousada Gaia Viva é o destino perfeito para quem quer relaxar e desfrutar de excelentes...

Paul Pennicook, CEO do Curaçao Tourist Board, fala ao DT sobre a retomada

A crise provocada pela pandemia de coronavírus impactou profundamente o turismo mundial e inaugurou uma realidade inédita nos mercados de modo geral. Foram poucos...

Melbourne, na Austrália, suspende toque de recolher nesta segunda (28)

O toque de recolher noturno em Melbourne será suspenso a partir desta segunda-feira (28), quase dois meses após entrar em vigor na segunda cidade...

Amazonas tem queda de 66% no faturamento do turismo

O setor de turismo no Amazonas registrou uma queda de 66% no faturamento devido às medidas de isolamento social adotadas em virtude da pandemia...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias

Open chat