Energia Solar já é a mais barata, diz Agência Internacional de Energia (AIE)

As fontes renováveis deverão superar o carvão nesta década como o combustível preferido para gerar energia elétrica, disse a Agência Internacional de Energia (AIE).

Bloomberg


Os parques de energia solar fotovoltaica são atualmente mais baratos do que usinas à base de combustão de carvão e de gás natural na maioria dos países, concluem os pesquisadores da AIE, que ontem divulgou seu relatório anual sobre tendências energéticas mundiais. Esses custos mais baixos, juntamente com os esforços dos governos de reduzir as emissões prejudiciais ao clima, vão cada vez mais expulsar o carvão da rede de serviços de infraestrutura e destinar às fontes renováveis 80% do mercado de geração de nova energia elétrica, afirma a AIE.

Isso aponta uma profunda redução dos combustíveis fósseis no abastecimento mundial de energia, em uma época em que os governos de todos os países procuram maneiras de conter suas emissões de gases-estufa. Embora as usinas hidrelétricas devam continuar a ser a maior fonte de energia elétrica renovável, a energia solar as está alcançando rapidamente, por causa da queda nos custos de fabricação e instalação de painéis.

“Vejo a energia solar se tornar a nova rainha dos mercados mundiais de energia elétrica”, disse Fatih Birol, diretor-executivo da AIE. “Com base nas diretrizes de política pública, ela está prestes a alcançar novos recordes de utilização durante todos os anos após 2022.”

As projeções da AIE se baseiam no que a agência qualifica de Cenário das Políticas Proclamadas, que tem como pressuposto que a covid-19 será gradualmente posta sob controle no ano que vem e que a economia mundial voltará aos níveis observados antes do surto.

A agência também prevê que a demanda por gás natural cairá lentamente nos países desenvolvidos, principalmente na Europa, e que o carvão recuará em todos os países. Cerca de 275 gigawatts de capacidade global de combustão a carvão, 13% do total de 2019, será desativada até 2025, principalmente nos EUA e na União Europeia.

A participação do carvão na oferta de energia elétrica global deverá cair para 28% em 2030, de 37% de 2019. Até 2040, o combustível que no passado foi o mais usado pelas centrais elétricas cairá para menos de 20% pela primeira vez desde a Revolução Industrial, diz a AIE. Esse recuo poderá ser ainda maior se os governos acelerarem o ritmo da descarbonização.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Redação
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais recentes

    Mais de 1 milhão de pessoas viajarão pelo país durante feriado de Finados

    O final de semana prolongado, em decorrência do Dia de Finados, na próxima segunda-feira (02 de novembro), deve movimentar mais de um milhão de...

    Canela (RS) ganha um Novotel em 2023

    A Accor acaba de anunciar que assinou mais um contrato, desta vez, com a CommandInvest - Incorporadora e Construtora, para a abertura de uma...

    Líderes hoteleiros debatem futuro do segmento e processo incerto da retomada

    Os dois dias da Edição Especial do Conotel que aconteceu de maneira híbrida, direto dos estúdios da Hoffmann, em São Paulo, reuniram cerca de...

    Turistas são presos em Noronha por falsificarem exames da Covid-19

    Na noite de quinta-feira (29), quatro turistas de Araguaína, no Tocantins, foram presos pela Polícia Civil em Fernando de Noronha por falsificarem exames da...

    Justiça Federal concede liminar que proíbe interrupção de viagens da Buser em SP e Rio

    A juíza Rosana Ferri, da 2ª Vara Cível Federal de São Paulo, acatou nesta quarta-feira (28) mandado de segurança protocolado pela empresa de fretamento...

    Aeroporto de Berlin-Brandenburg será inaugurado neste sábado (31)

    O aeroporto Berlin Brandenburg “Willy Brandt“ (IATA-Code BER) será inaugurado neste sábado (31). Como o hub de aviação mais moderno da Europa, o aeroporto...

    Relacionadas

    Open chat