FecomercioSP sugere propostas para revitalizar a capital paulista

Por meio de ofício encaminhado ao Prefeito João Doria, FecomercioSP propõe foco para desenvolvimento dos bairros e investimentos para o turismo local, além de agenda de modernização para o lixo, calçadas e calçadões.

FecomércioSP com EDIÇÃO do DIÁRIO

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) por meio do seu Conselho de Desenvolvimento Local, encaminhou ao prefeito João Doria, ofício com propostas para a revitalização da capital paulista, sugerindo melhorias para município. A entidade elaborou sugestões práticas para melhorar como um todo a qualidade de vida da população, assim como impulsionar o comércio nas diferentes regiões metropolitanas. 

Com relação à descentralização, sugere a criação de polos de desenvolvimento econômico nas zonas Norte, Sul, Leste e Oeste, com a correspondente oferta de serviços públicos, como saúde e educação de qualidade. Outras medidas como a implementação do projeto Arco do Futuro, intervenção urbana no eixo do rio Tietê que tem por objetivo atrair investimentos no setor imobiliário e dinamizar a economia local, o desenvolvimento dos Planos de Bairro como forma de fortalecer os comércios locais e ações para diminuir de forma drástica o comércio informal no centro da cidade também foram sugeridas.

A ineficiência da política de coleta e reciclagem do lixo devido a não fiscalização desse processo e à escassez ou falta de lixeiras também foi abordada. Entre as sugestões da Entidade estão: a instalação de containers subterrâneos em toda a região central, o combate a pragas, controle de zoonoses, e solucionar os problemas de fezes e urina de humanos e animais no espaço público, além de promover a articulação entre catadores individuais, cooperativados e subprefeitura para a organização da coleta seletiva e ampliação da periodicidade de tal trabalho.

Atualmente há registros de que calçadas esburacadas provocam acidentes e mortes e que grande parte dos reparos não atendem à legislação e às técnicas adequadas de construção. Para solucionar os problemas, propõe a criação de um projeto de intervenção urbana padronizado para as calçadas e calçadões na região central, reparar calçadas respeitando a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Lei nº 13.146/2015) e o Programa de Recuperação das Calçadas da Prefeitura de São Paulo.

Com relação ao turismo na capital, a Entidade considera um dos principais fatores de desenvolvimento econômico local, uma vez que São Paulo atrai milhares de pessoas por meio do segmento de eventos e turismo, mas poderia ampliar o tempo de permanência do turista na cidade caso pudesse ofertar atrativos que hoje estão degradados. Na visão da FecomercioSP são necessárias melhorias nos monumentos históricos que têm pichações. No mais, o mobiliário urbano é mal-posicionado.

Entre as propostas de melhoria para o setor, a FecomércioSP sugere requalificar e manter em ordem os espaços públicos centrais (ruas, praças, calçadas e calçadões), recuperar os patrimônios históricos, arquitetônicos e paisagísticos do centro, oferecer serviço social às pessoas em situação de rua e aumentar a segurança pública.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

As 100 melhores crônicas de João Saldanha são reunidas em livro

As crônicas foram selecionadas pelo historiador Alexandre Mesquita após a leitura de todo o acervo disponível sobre João Saldanha entre 1960 e 1990 EDIÇÃO DO...

Grupo Iberostar inicia reabertura de hotéis e reforça segurança sanitária

De forma escalonada, a reabertura de uma seleção de hotéis do Grupo Iberostar acontece a partir da segunda quinzena de junho garantindo protocolos de...

Portugal recebe o Selo ‘Safe Travels’ do World Travel & Tourism Council

Este selo visa reconhecer destinos que cumprem protocolos de saúde e higiene alinhados com os Protocolos de Viagens Seguras emanados pelo WTTC, ajudando, sobretudo,...

Três perguntas para Sanfo Boubakar, diretor da ClassTraining, sobre treinamento na retomada

Engenheiro químico com mais de 23 anos de experiência profissional e acadêmica, Sanfo Boubakar é marfinense naturalizado brasileiro. REDAÇÃO DO DIÁRIO Há quase 35 anos no...

Bolsa qualificação beneficia turismo de Foz do Iguaçu e preserva 4,5 mil empregos

Foz do Iguaçu vem adotando diversas medidas para preservar empregos e amenizar o impacto social provocado pela pandemia no novo coronavírus (Covid-19). Uma delas...

Os  Embaixadores do Rio e a retomada do turismo fluminense

Bayard Do Coutto Boiteux*O Rio  de Janeiro com a pandemia causada pelo Covid-19 passa o pior momento de sua história turística nas últimas décadas....

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias