Gol suspende operações na Venezuela por tempo indeterminado

A Gol informou na terça-feira (9) que está suspendendo operações em Caracas, na Venezuela. O motivo é uma negociação com o governo venezuelano que vem se arrastando por meses.

A empresa brasileira pede repatriação de recursos no valor de 351 milhões de reais, que estão retidos no país. A Gol afirma que a suspensão da operação é temporária, mas que irá durar até que a questão dos valores seja resolvida. Não existe previsão para que isso aconteça.

Em comunicado, a Gol afirmou que irá reacomodar os passageiros afetados em voos de outras companhias. A suspensão se iniciou na terça-feira (9). Um voo da empresa que sairia de Guarulhos (São Paulo) para Caracas foi cancelado.

Empresas aéreas operando na Venezuela são obrigadas a vender usando a moeda local, o bolívar. O dinheiro é usado para pagar gastos locais. Somente depois é convertido para dólar para que possa ser repatriado pelas empresas.

Ao longo dos últimos anos, no entanto, a taxa de conversão do bolívar para o dólar tem variado muito. A taxa preferencial passou de 4,30 bolívares por dólar em 2012, para 12 bolívares por dólar, no ano passado.

A Gol não é a única empresa que tem enfrentado este problema. Outras companhias também estão descontentes. O jornal Valor Econômico relembra que recentemente a Alitalia e Air Canada suspenderam operações na Venezuela sob os mesmos argumentos da Gol.

Segundo a Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata), empresas de aviação ao redor do mundo têm 3,9 bilhões de dólares retidos no país.

A Venezuela vem tentando pagar as dívidas com as companhias aéreas por temor que mais parem de operar por lá. As próprias companhias já afirmaram que o país poderá ficar isolado, uma vez que elas não poderão continuar trabalhando sem receber os pagamentos devidos. (Revista Exame)

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

PL 2034 aprovado pelo governador do Rio de Janeiro é vitória para os guias de turismo

O Projeto de Lei Nº 2034 acaba de ser aprovado pelo governador do Rio de Janeiro Wilson Witsel e se transforma na Lei Estadual...

Parques da SeaWorld na Flórida reabrirão ao público em 11 de junho

O SeaWorld Entertainment, Inc., uma das empresas de entretenimento líder no mundo, anunciou o projeto de reabertura em fases (com capacidade limitada) dos seus...

Temperaturas caem em Santa Catarina e toneladas de tainha são pescadas (Vejam vídeos)

Por Jefferson Severino especial para o DIÁRIO DO TURISMODe fato, hoje o estado catarinense completa 32 dias com temperaturas negativas. Segundo o Homem do...

Efeitos da pandemia: o fim dos blocos comerciais e início de acordos bilaterais

Por Carlo Barbieri*O mercado globalizado como o conhecemos hoje, já está em plena mudança devido à pandemia. Teremos um realinhamento na estrutura comercial do...

Pedidos de recuperação judicial aumentam depois da Covid-19

O último levantamento da Boa Vista, divulgado no início deste mês, registra alta em maio de 68,6% no número de pedidos de recuperação judicial...

Fronteiras terrestres entre Espanha, Portugal e França abrem em 22 de junho

MADRI (Reuters) - A Ministra da Indústria e do Turismo espanhola, Reyes Maroto, disse nesta quinta-feira que todas as restrições a cruzamentos nas fronteiras...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias