Governo federal aprova plano de privatização de 16 aeroportos Veja Lista!

Ministério da Infraestrutura (leia-se governo federal) publicou uma portaria nesta quinta-feira (19) aprovando os planos de concessão de 16 aeroportos, avançando no processo de privatização via leilões.

Apesar das outorgas, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ainda precisa aprovar e formalizar os contratos de concessão.

Segundo a pasta, a intenção e realizar os leilões dos aeroportos, em quatro regiões do país, ainda em 2022, dividindo-os em três blocos.

Veja a lista completa de aeroportos: 

  • – Aeroporto Santos Dumont/RJ;
  • – Aeroporto de Jacarepaguá/RJ – Roberto Marinho;
  • – Aeroporto de Uberlândia/MG – Ten. Cel. Aviador César Bombonato;
  • – Aeroporto de Montes Claros/MG – Mário Ribeiro;
  • – Aeroporto de Uberaba/MG – Mario de Almeida Franco;
  • – Aeroporto Internacional de Belém – Val de Cans – Júlio Cezar Ribeiro – Belém/PA;
  • – Aeroporto de Santarém/PA – Maestro Wilson Fonseca;
  • – Aeroporto de Marabá/PA – João Corrêa da Rocha;
  • – Aeroporto de Parauapebas/PB – Carajás;
  • – Aeroporto de Altamira – Altamira/PA;
  • – Aeroporto de Congonhas – São Paulo/SP;
  • – Aeroporto Campo de Marte – São Paulo/SP;
  • – Aeroporto de Campo Grande – Campo Grande/MS;
  • – Aeroporto de Corumbá – Corumbá/MS;
  • – Aeroporto Internacional de Ponta Porã – Ponta Porã/MS; e
  • – Aeroporto Internacional de Macapá/AP – Alberto Alcolumbre

Pelo cronograma do governo, o leilão do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, um dos que tem mais fluxo de passageiros, deve ocorrer já no segundo semestre deste ano, junto com o de Campo Grande, Corumbá, Ponta Porã, Santarém, Marabá, Carajás, Altamira, Uberlândia, Uberaba e Montes Carlos.

A previsão é que sejam investidos para este primeiro bloco cerca de R$ 6 bilhões, com concessão inicial de R$ 255 milhões.

No Rio de Janeiro, o Aeroporto Santos Dumont deve ser leiloado junto com o Aeroporto Internacional Tom Jobin (Galeão) assim que a empresa Changi, que administra o local, devolver a gestão à União. A Anac acredita que a privatização desses aeroportos fique para 2024, já o Ministério da Infraestrutura aposta em realizar a ação no último trimestre de 2023.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial