Governo vai exigir melhorias para concessão de quatro aeroportos

Cerca de 120 pessoas participaram na segunda-feira (6) da audiência pública promovida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para debater a concessão dos aeroportos de Florianópolis, Porto Alegre, Fortaleza e Salvador.

Os quatro aeroportos respondem por 11,6% dos passageiros, 12,6% das cargas e 8,6% das aeronaves do tráfego aéreo brasileiro.

Segundo a proposta de edital de concessão dos aeroportos, as empresas responsáveis pela administração dos terminais terão de fazer melhorias imediatas em banheiros e fraldários e disponibilizar internet wi-fi gratuita de alta velocidade em todo o terminal.

Também devem ser feitas melhorias na sinalização, iluminação, estacionamentos, climatização, escadas e esteiras rolantes, elevadores e esteiras para restituição de bagagens, além de correção de fissuras e infiltrações. Essas ações devem ser concluídas até o término da transição operacional do aeroporto.

Os participantes do leilão podem apresentar propostas para os quatro aeroportos. Cada licitante poderá ganhar até dois aeroportos, desde que eles estejam localizados em regiões geográficas diferentes.

Para participar da licitação em Salvador e Porto Alegre, a empresa deve ter experiência mínima de cinco anos operando aeroportos com movimentação de, no mínimo, 9 milhões de passageiros em pelo menos um dos últimos cinco anos.

Para Fortaleza, o mínimo é de 7 milhões de passageiros e para Florianópolis, 4 milhões. O lance mínimo e os investimentos estimados das concessões variam de acordo com cada aeroporto. Para Porto Alegre, o lance mínimo é de R$ 728,9 milhões e o investimento é estimado em R$ 1,6 bilhão. Em Florianópolis, o lance mínimo foi estipulado em R$ 328,7 milhões e os investimentos serão de R$ 887 milhões. Para o aeroporto de Salvador, o lance mínimo da licitação será de R$ 1,4 bilhão e os investimentos estimados em R$ 2,2 bilhões. Na concessão do aeroporto de Fortaleza, o lance mínimo foi estipulado em R$ 1,5 bilhão e os investimentos em R$ 1,3 bilhão. O prazo de concessão será de 30 anos, com exceção do aeroporto de Porto Alegre, que terá prazo de 25 anos.

Além de Brasília, foram realizadas audiências presenciais nas quatro cidades. As contribuições para concessão dos aeroportos podem ser encaminhadas até 20 de junho por meio de formulário eletrônico disponível no site da Anac. (Agência Brasil)

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Fairmont Rio de Janeiro reabre dia 1º de setembro

O Fairmont Rio de Janeiro Copacabana se prepara para receber seus primeiros hóspedes pós-quarentena a partir de 1º de setembro de 2020. EDIÇÃO DO DIÁRIO...

Os riscos do desconfinamento e o Turismo

por Bayard Do Coutto Boiteux* No momento em que escrevo o presente artigo vejo que vários países europeus estão sendo obrigados a retomarem programas de...

O que esperar da Economia pós-pandemia?

Há alguns anos, ter um site, uma hospedagem de site e um registro de domínio já eram suficientes para garantir uma boa presença digital...

35 municípios paulistas receberão mais R$ 12 milhões para melhorias na infraestrutura

Secretaria de Turismo faz nova liberação para as obras que estão em andamento Trinta e cinco municípios turísticos do Estado de São Paulo receberão esta...

Santuário Internacional de Lourdes realiza evento online para fiéis

Fechado pela primeira vez na história desde meados de março, o Santuário de Lourdes (França), em comemoração ao aniversário da 18ª e última aparição...

Equipotel transferida para setembro de 2021

A Reed Exhibitions Brasil, responsável pela organização da Equipotel transferiu o evento que aconteceria em outubro deste ano, para setembro de 2021. Por conta...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias