Grupo Air France-KLM garante um financiamento de €7 bilhões para ajudar a superar a crise

Estado francês e sindicato de bancos concederam empréstimos por um período de até quatro anos; Estado holandês também declarou intenção apoio ao Grupo KLM, conversas estão em andamento para adicional
EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências
——————————-
Na sua comunicação de 9 de abril de 2020, o Grupo Air France-KLM afirmou que, dado o grande impacto da crise do Covid-19, que pesará bastante sobre o seu EBITDA, e apesar das medidas significativas adotadas para preservar sua liquidez, previu que na ausência de financiamento adicional, seria necessária uma injeção de liquidez no terceiro trimestre de 2020.

O Grupo Air France-KLM, a Air France e a KLM, portanto, conversaram com os governos francês e holandês sobre a implementação de medidas de auxílio específicas com o objetivo de manutenção de suas solvências.
Após várias semanas de discussões com o Estado francês e as instituições bancárias, o Grupo Air France-KLM e a Air France conseguiram finalizar os vários componentes de um mecanismo de suporte dedicado à Air France no qual os acordos iniciais estão sendo finalizados. Tal mecanismo de suporte é composto por:

• Um empréstimo estatal francês de € 4 bilhões concedido por um sindicato de seis bancos à Air France-KLM e Air France. O Estado francês está garantindo esse empréstimo em até 90% e tem vencimento em 12 meses, com duas opções de extensão consecutivas de um ano exercíveis pela Air France-KLM;
• Um empréstimo direto de acionista do Estado francês no valor de € 3 bilhões à Air France-KLM com vencimento de quatro anos, com duas opções consecutivas de extensão de um ano exercíveis pela Air France-KLM.

Esse mecanismo de auxílio, que permanece sujeito à aprovação da Comissão Europeia, permitirá ao Grupo Air France-KLM fornecer à Air France os meios necessários para cumprir suas obrigações, continuando sua transformação, a fim de se adaptar a um setor que a crise global impactará gravemente.

O Estado holandês também declarou sua intenção de apoiar o Grupo KLM. Estão em andamento conversas para finalizar os aspectos e condições de uma ajuda adicional.

“Em nome do Conselho de Administração da Air France-KLM, gostaria de agradecer ao Estado francês e aos nossos parceiros bancários por esta ajuda, que permitirá ao Grupo Air France-KLM superar essa crise sem precedentes”, disse Anne-Marie Couderc, Presidente do Conselho de Administração da Air France-KLM. “É também o reconhecimento do papel estratégico que nosso Grupo desempenha a serviço da França, da Holanda e de nossos concidadãos. A gerência e todos os funcionários do Grupo Air France-KLM emprenharão todos os esforços para provar que somos dignos da confiança depositada em nós”, finaliza.

- Advertisement -

“Em nome do nosso Grupo e de seus funcionários, gostaria de agradecer ao Estado francês e aos nossos parceiros bancários pelo apoio na garantia do futuro do Grupo Air France-KLM”, disse Benjamin Smith, CEO do Grupo Air France-KLM. “Esta ajuda, juntamente com o plano de ação do Grupo, nos permitirá passar por essa crise e prever o futuro da Air France-KLM com ambição e determinação. Somos um Grupo forte e estamos unidos diante dessa crise. Gostaria de saudar mais uma vez o compromisso excepcional de nossos funcionários por sua dedicação ao repatriamento de nossos cidadãos, ao transporte de equipamentos médicos e à manutenção dos vínculos essenciais com alguns destinos”, completa.

O plano de transformação, que será finalizado nos próximos meses, incluirá compromissos econômicos, financeiros e ambientais. Envolverá notavelmente as atividades da Air France, buscando adaptá-las à nova realidade do mercado provocada pela crise, e terá que fortalecer sua situação financeira. Essa transformação também conterá um roteiro ambiental ambicioso para acelerar a transição sustentável do Grupo.

Uma vez finalizado esse plano e quando uma melhor visibilidade dos níveis de tráfego aéreo pós-crise estiver disponível, o Conselho de Administração da Air France-KLM considerará o aumento de seu capital social sujeito às condições de mercado. Isso poderá ocorrer o mais tardar após a reunião do Conselho agendada para aprovar as projeções financeiras de 2020.

Nesse contexto, o Estado francês indicou sua intenção de examinar as condições em que poderia participar de uma operação desse tipo para aumentar seu capital.

 

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
PAULO ATZINGEN é jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará. Produziu reportagens na Amazônia sobre sustentabilidade, conflitos agrários e étnicos. Lançou em 1998 sua primeira revista, a PAYSAGE – dirigindo-a e publicando-a por três anos. Em Belém, foi repórter do jornal O Liberal, O Paraense e articulista do jornal A Província do Pará e Diário do Pará. É premiado contista, com três livros de ficção em prosa publicados via editais. Trabalhou como redator no jornal de turismo Brasilturis e fundou em 2005 o DIÁRIO DO TURISMO, o primeiro jornal On-line Diário de Turismo do Brasil. Atualmente desenvolve projetos de conteúdo editoriais e digitais para empresas privadas de hotelaria, aviação, companhias marítimas, destinos turísticos e biografias.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Mostra de Cinema de Gostoso tem apoio do governo do RN

    Entre os dias 26 e 30 de novembro, a praia do Maceió se transformará em uma sala de cinema à beira mar com exibição...

    Copa Airlines celebra 15 anos de operações no Rio de Janeiro

    A companhia opera no Rio de Janeiro com dois voos diários conectando a cidade com 65 destinos, em 28 países da América do Sul...

    Abeta Summit 2021 debate o ecoturismo e turismo de aventura no Brasil

    Promovido pela Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), evento acontece até este sábado Por Redação Sob o tema (Re)Construindo um Turismo...

    Roda-gigante de Faz do Iguaçu (PR) será inaugurada em dezembro

    Foz do Iguaçu foi escolhida por atrair brasileiros e estrangeiros e por ser um destino que alia belezas naturais com uma ótima estrutura de...

    Seridó (RN) pode se tornar segundo geoparque do país reconhecido pela UNESCO

    O Geoparque Seridó compreende seis municípios do Rio Grande do Norte: Acari, Carnaúba dos Dantas, Cerro Corá, Currais Novos, Lagoa Nova e Parelhas Edição DIÁRIO...

    Aparecida quer se posicionar como destino de férias

    Para mostrar a cidade além do turismo religioso, cidade investe em press trip com jornalista Por Amadeu Castanho Interessadas em estimular o perfil do turismo local,...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing