Hotéis da Louvre Hotels Group registram crescimento no Brasil em 2019

Os hotéis brasileiros da rede Louvre Hotels Group fecharam o primeiro semestre de 2019 com resultados positivos em comparação ao mesmo período no ano passado. Foi registrado um crescimento de 13% no número de quartos ocupados e 17% no aumento da receita de hospedagem.

EDIÇÃO DO DIÁRIO e agências.

Este ano, também nove hotéis administrados pela rede Louvre Hotels Group no Brazil receberam o Certificado de Excelência, concedido pelo TripAdvisor, maior site de viagens do mundo. Todos receberam avaliações excelentes dos viajantes com frequência sobre suas acomodações, atrações e restaurantes. Além disso, quatro hotéis receberam o selo Hall da Fama por terem recebido o certificado por cinco anos consecutivos.

Seguindo seu plano de expansão de administrar 30 empreendimentos no país em até cinco anos, a rede dará mais um passo nesta direção e, em setembro, concluirá a virada de bandeira de uma nova unidade na cidade de Macaé, no Norte Fluminense, o Hotel Golden Tulip Macaé.

O grupo escolheu a capital nacional do petróleo em razão do crescimento econômico da região e da proximidade com grandes empresas do setor de óleo e gás. “As expectativas são as melhores. Macaé vive um novo momento econômico com o início das obras do Terminal Portuário de Macaé (Tepor), além do retorno de voos comerciais no Aeroporto de Macaé, previstos para ocorrer ainda em 2019. Nosso hotel estará pronto para atender ao público business, oferecendo hospedagem diferenciada, divertida e funcional”, afirma Paulo Michel – CEO da Louvre Hotels Group Brazil.

Além disso, os hotéis de bandeira Golden Tulip estão em pleno processo de reposicionamento estratégico. Há uma renovação completa de sua identidade visual e já se podem notar mudanças também nos serviços. Todos os colaboradores dos hotéis estão passando por um profundo treinamento de cultura “The Golden Tulip Experience”.  No primeiro trimestre de 2019, os gerentes gerais dos hotéis receberam o primeiro treinamento ministrado pela equipe da França da Louvre Hotels Group, no Rio de Janeiro.  “Os hotéis não podem mais se contentar em ser a última etapa de uma viagem em que o hóspede passa apenas a noite para dormir. Devem ser lugares para conviver, trabalhar e divertir – a qualquer momento”, comenta Paulo Michel.

 

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT