Iberostar preserva o futuro dos recifes de corais do Caribe e dos oceanos em todo o mundo

O Grupo Iberostar acaba de inaugurar um novo laboratório de corais, no coração do Caribe. A iniciativa irá ajudar a proteger a vida oceânica face ao aumento da temperatura global e na defesa contra uma nova doença nos corais, atualmente em rápida evolução.

EDIÇÃO DO DIÁRIO e agências.

A Stony Coral Tissue Loss Disease (SCTLD, sigla em inglês para a doença de perda de tecido de coral stony) tem deixado um rastro assustador de corais descoloridos, desde a Flórida Central, onde apareceu pela primeira vez em 2014, até o México, as Ilhas Virgens dos EUA, St. Maarten e, agora, a República Dominicana, onde chegou subitamente em março.

A Dra. Megan Morikawa, Diretora de Sustentabilidade da Iberostar, Bióloga Marinha com doutorado em restauração de corais, viu a praga branca subaquática quando, juntamente com a sua equipe, planeava a instalação do novo laboratório de corais na República Dominicana. Atuando a um ritmo sem precedentes, um grupo de pessoas da comunidade científica, a Iberostar, o governo dominicano e algumas ONGs, entre outros parceiros, terminaram o laboratório em um ano, logo que a doença dos corais começou a atingir os recifes locais – oito meses antes do previsto.

“Não percebemos quando começamos o projeto, mas estávamos construindo uma Arca de Noé para o coral”, afirma a Dra. Morikawa.

O laboratório, inaugurado no último sábado, irá abrigar inicialmente 10 espécies – 180 corais individuais (a maioria das instalações contém apenas algumas espécies). Construído em uma área antes ocupada por um núcleo de ioga, o laboratório segue rigorosos padrões científicos, estando também aberto a visitantes, incluindo crianças, no âmbito do programa de entretenimento Star Camp da Iberostar.

“Esta é uma ciência muito necessária num local inesperado”, diz a Dra. Morikawa, acrescentando que os corais representam apenas 1% da superfície do planeta, mas detêm cerca de um terço da diversidade biológica mundial.

O laboratório é o mais recente esforço do movimento Wave of Change da Iberostar, uma abordagem em três frentes para proteger os oceanos e incentivar o turismo responsável, que inclui:

  1. Substituir os plásticos em todos os 120 hotéis da Iberostar até 2020, reinventando todas as suas aplicações, desde as palhinhas e embalagens de café até os uniformes dos funcionários, num esforço para estabelecer uma economia circular.
  2. Promover o consumo sustentável de produtos do mar. Entre outros esforços, a Iberostar fez uma parceria com a WWF, a FishWise e com fornecedores locais de peixe para banir espécies inteiras dos menus dos restaurantes do hotel.
  3. Melhorar a saúde da zona costeira, incluindo a restauração de manguezais na costa da República Dominicana, criando uma equipe de especialistas em conservação costeira, incluindo a Dra. Morikawa e outros da Universidade de Stanford e da UC Santa Barbara, entre outras.

Com 32 mil funcionários para atender oito milhões de clientes por ano, a Iberostar tem o poder de educar e inspirar as pessoas e os seus pares da indústria para impulsionar uma ampla mudança.

Entre os seus recursos, o laboratório possui quatro tanques de 1.200 litros, outros quatro tanques de 500 litros e quatro sistemas de controle, o que permitirá aos pesquisadores simular com precisão condições oceânicas futuras para, então, desenvolver e criar espécies de corais resistentes ao calor que poderão vir a reforçar os recifes em dificuldade que sustentam populações inteiras de peixes e protegem os meios de subsistência costeiros.

A Iberostar planeja abrir mais instalações de saúde costeira em outros locais nos próximos dois anos, além de criar diversos viveiros marítimos.

http://waveofchange.com

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

O mundo precisa de pessoas juntas – Mensagem da Equipotel 2020 (Veja o vídeo)

O mundo precisa de pessoas juntas. Mas juntas de um jeito novo. Por hoje, pedimos que vivencie uma excelente hospitalidade em sua casa, para o seu...

LATAM já operou 115 voos especiais transportando mais de 16 mil passageiros

Grupo já operou 115 voos especiais, transportando não só seus passageiros, mas também clientes de outras companhias EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências O Grupo LATAM Airlines...

Airbnb pagará US$ 250 milhões a ‘anfitriões’ para ajudar a cobrir custos de cancelamentos por COVID-19

O CEO do Airbnb, Brian Chesky, anunciou a criação de um fundo de US$ 250 milhões para ajudar os anfitriões a cobrir o custo dos...

Prefeitos do ABC compram 1 milhão de testes de covid-19

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC, que reúne prefeitos da região, anunciou a compra de 1 milhão de kits para testes de covid-19. A remessa...

Entidades hoteleiras entregam carta ao Procon-SP

Nesta terça-feira (31), os presidentes da ABIH – Associação Brasileira de Hotéis do Estado de São Paulo; BLTA – Associação Brasileira de Turismo de...

Não é a hora de tirar Jair Bolsonaro – por Rui Jorge Carvalho*

Cresce no meio político a pressão para afastar Jair Bolsonaro. Apesar de tudo não acho que o presidente deva ser afastado agora. Seria pura...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias