Ilhas Cayman: um destino para os brasileiros no Caribe

(Edição do DIÁRIO com agências)

O arquipélago das Ilhas Cayman é um território ultramarino britânico no Caribe formado por três ilhas: a Grand Cayman, que é a maior de todas; a Cayman Brac; e a Little Cayman. O idioma oficial é o Inglês, a moeda local é o Cayman dólar (KYD) e a sua localização é muito conveniente para os brasileiros assíduos de Miami, pois as ilhas ficam a pouco mais de uma hora de vôo da cidade.

As Ilhas Cayman se destacam por não serem uma opção all-inclusive no Caribe, é um destino onde os visitantes são encorajados a imergir na cultura local em busca de experiências, seja relaxando na praia ou em um spa, fazendo compras ou aproveitando uma das mais de 200 opções de restaurantes.

A qualidade dos serviços em Cayman é unanimidade no Caribe, e a razão disso é o Caymankind – a gentileza caimanesa, em tradução livre. O povo caimanês é conhecido como o mais acolhedor da região, sendo o Caymankind um dos tesouros da cultura local. Mais de 135 nacionalidades convivem nas ilhas, e toda essa diversidade de nações promove uma experiência cultural rica e cosmopolita aos seus visitantes.

Uma ilha cosmopolita para aproveitar a gastronomia, as compras e os passeios. Grand Cayman é a maior das três ilhas, são cerca de 197 km² de área com aproximadamente 35 quilômetros de comprimento e 6 quilômetros de largura. Para termos de comparação, é quase o dobro da ilha de Manhattan, em Nova York.

A maioria dos hotéis de rede estão concentrados nessa ilha. Grand Cayman abriga a capital do país, a cidade de George Town, com muitas das melhores opções comerciais e gastronômicas de todo o Caribe. Uma ótima opção para quem quer fazer compras é a região de Camana Bay que conta com algumas das principais lojas locais. As Ilhas Cayman são tax free – isentas de impostos –, excelente para compras.

A praia mais badalada em Grand Cayman é a Seven Mile Beach, extensa e de água cristalina onde ficam os principais resorts e restaurantes internacionais. Do outro lado da baia está Rum Point, na costa norte, lugar para praticar snorkel, descansar nas redes, relaxar na areia sob a sombra das árvores e tomar drinks em um ambiente mais casual.

Cayman Brac: contato com a vida selvagem

Para chegar a esse santuário natural é preciso pegar um voo em Grand Cayman, leva cerca de 30 minutos para cruzar os 143 quilômetros que separam as ilhas. A distância compensa para aqueles que buscam contato com a vida selvagem, praticamente intacta ao longo dos anos. Com um valioso patrimônio terrestre e marítimo pronto para ser desbravado pelos viajantes mais aventureiros, em trilhas e cavernas imponentes. A ilha mede cerca de 19 quilômetros de comprimento e 2 quilômetros de largura, com área de aproximadamente 36 km² e seu ponto mais alto está a 46 metros acima do nível do mar. A observação de pássaros, o mergulho esportivo e o snorkel são as principais atrações dessa ilha.

O voo até Cayman Brac, operado pela companhia local, Cayman Airways, é uma atração à parte por proporcionar uma vista aérea impressionante. As passagens não são caras e é muito comum encontrar moradores locais que vão de uma ilha à outra para descansar ou trabalhar. É possível percorrer essa ilha em algumas horas e voltar à Grand Cayman no mesmo dia, embora muitos visitantes prefiram passar uma noite para vivenciar o local em sua plenitude.

Little Cayman: luxo, privacidade e mergulho

Privacidade, experiências de mergulho e luxo é o que define Little Cayman, a menor das três ilhas. Destino comum de fotógrafos, amantes da natureza e mergulhadores profissionais do mundo inteiro, a ilha está situada a oito quilômetros ao oeste de Cayman Brac, com cerca de dezesseis quilômetros de extensão e um pouco mais de um quilômetro e meio de largura, sua área total é de cerca de 26 km².

Little Cayman tem menos de 170 moradores e oferece muita privacidade aos seus visitantes, é como estar em uma ilha particular. O luxo está nos hotéis, muitos são administrados pelos próprios donos que se preocupam em oferecer a cada viajante uma experiência personalizada e uma estrutura ótima para quem deseja praticar mergulho.

Todos os restaurantes da ilha desfrutam de uma vista impressionante que, associada à experiência gastronômica, proporciona momentos de luxo inesquecíveis. O voo entre Cayman Brac e Little Cayman provavelmente será o mais curto que você já experimentou, com apenas 5 minutos de duração via Cayman Airways.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Bolsa qualificação beneficia turismo de Foz do Iguaçu e preserva 4,5 mil empregos

Foz do Iguaçu vem adotando diversas medidas para preservar empregos e amenizar o impacto social provocado pela pandemia no novo coronavírus (Covid-19). Uma delas...

Portugal recebe o Selo ‘Safe Travels’ do World Travel & Tourism Council

Este selo visa reconhecer destinos que cumprem protocolos de saúde e higiene alinhados com os Protocolos de Viagens Seguras emanados pelo WTTC, ajudando, sobretudo,...

Os  Embaixadores do Rio e a retomada do turismo fluminense

Bayard Do Coutto Boiteux*O Rio  de Janeiro com a pandemia causada pelo Covid-19 passa o pior momento de sua história turística nas últimas décadas....

Prefeito de São Sebastião oficializa Área de Proteção Ambiental Baleia Sahy

Nesta sexta-feira (5), o prefeito do município de São Sebastião, Felipe Augusto, assinou o decreto que regulamenta o Plano de Manejo da Área de...

União Europeia só abrirá totalmente as fronteiras internas no final de junho

A União Europeia só abrirá totalmente as fronteiras internas no final de junho e começará a suspender as restrições a viagens fora do bloco...

Accor amplia programa Plant for the Planet agora para a Colômbia

Para reforçar seu objetivo com a preservação ambiental e preocupação com os insumos que utiliza em seus hotéis, a Accor anuncia no Dia Internacional...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias