Justiça ordena demolição de hotel de luxo em construção sobre patrimônio Inca

Por Redação

Um hotel luxuoso da rede Sheraton, que está em fase de obras em Cusco, será demolido. É o que decretou a justiça peruana após a construção do hotel destruir entre 2012 e 2014  muros arqueológicos incas de 500 anos.

As obras do prédio de sete andares já tinham sido paralisadas pela justiça em 2016. O prédio está localizado no interior da Zona Monumental de Cusco, declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em 1983.

Nessa área sensível é permitido somente a construção de edifícios de dois andares. O desrespeito à legislação rendeu a empresa, em abril, uma multa de 2,2 milhões de dólares aplicada pelo ministério da Cultura.

“Para efeitos de restituir a situação de fato e de direito ao estado anterior à vulneração que sustenta esta demanda, ordene-se à Direção Desconcentrada de Cultura de Cusco a abertura de um processo de demolição do construído ilicitamente no citado imóvel, que altera e destrói de forma contínua os muros arqueológicos pré-hispânicos e incas existentes”, argumentou o magistrado Wilber Bustamante, da Corte Superior de Justiça de Cusco.

A imobiliária R&G S.A, responsável por projetos e construções, terá ainda que restituir as cinco plataformas e os muros incas retirados para as obras do hotel, como determinou a justiça.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Califórnia retrocede na reabertura com expansão do coronavírus nos EUA

SACRAMENTO, Estados Unidos (Reuters) - O governador da Califórnia decretou nesta segunda-feira um recuo no plano de reabertura da economia do Estado norte-americano, após...

La Casa de Papel: a transferência de liquidez relatada pelo refém brasileiro**

Por Paulo Atzingen* (de Madri) Só depois de passados alguns anos do assalto à Casa da Moeda da Espanha e me tornado refém por aquele...

Dentro de uma capela brasileira feita de vinho

por DANIELLE BAUTER* Com sua paisagem de colinas verdes ondulantes pontilhadas de fazendas familiares, a vista pode facilmente ser confundida com a Toscana. O estado...

A politização da Pandemia – por Gaudêncio Torquato*

Cada coisa em seu lugar. Ou, em outros termos, cada macaco em seu galho. A popular expressão aconselha que cada pessoa deve exercer o...

Fairmont Rio de Janeiro reabre dia 1º de setembro

O Fairmont Rio de Janeiro Copacabana se prepara para receber seus primeiros hóspedes pós-quarentena a partir de 1º de setembro de 2020. EDIÇÃO DO DIÁRIO...

Os riscos do desconfinamento e o Turismo

por Bayard Do Coutto Boiteux* No momento em que escrevo o presente artigo vejo que vários países europeus estão sendo obrigados a retomarem programas de...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias