Liguia do Rio de Janeiro protesta com auxílio proposto: “Governo deveria ter a decência!”

Os guias de turismo do Rio de Janeiro, representados pela Liga Independente dos Guias de Turismo – Liguia, fizeram um ato pacífico na frente do Palácio Guanabara nessa segunda-feira (17), enquanto lá dentro a Comissão de Turismo da Alerj – (Assembléia Legislativa do RJ) se reunia com representantes da Casa Civil.

REDAÇÃO DO DIÁRIO 


A Comissão discutia a regulamentação imediata da Lei 8858, que autoriza o pagamento de auxílio emergencial para os Guias de Turismo do Rio de Janeiro, aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro e sancionada pela governador Wilson Witzel, em junho do ano passado, mas que nunca foi regulamentada.

Porém, ao final do encontro, a Comissão de Turismo da Alerj anunciou que os guias de turismo serão incluídos no Supera Rio para receberem auxílio emergencial. O valor será de R$ 300. A data do início do pagamento ainda não foi definida.

A Liga de Guias de Turismo Independentes do Rio de Janeiro repudiou a decisão e enviou uma nota ao DIÁRIO:

O Governo do Estado devia ter a decência de, ao menos, utilizar o verbo adequado quando quer vincular os Guias de Turismo ao programa ‘Supera Rio’. O verbo correto é ‘excluir’. Excluir os únicos profissionais que têm a profissão regulamentada no trade turístico. Excluir quem está mobilizado há mais de um ano, lutando por uma renda mínima que – deveria – ser emergencial, mas que já contrariou o sentido do termo. O programa ‘Supera Rio’, ao qual respeitamos, não deveria ser cogitado para uma categoria com a importância que tem os Guias de Turismo, até por ser uma lei recentemente aprovada, enquanto que a Lei 8858/20 foi sancionada em 3 de junho de 2020. Quando se aprovou o programa, há muito os Guias já deveriam ter recebido seu benefício. É bom lembrar, que o Ex-Governador cassado e ex Juiz federal Wilson Witzel sancionou sem vetos o PL que se transformou em lei. Que o PL indicava como fonte de recursos o Fundo Estadual de Combate à Pobreza que, segundo informações, fechou o ano com sobra de 164 milhões de reais(!) O governo estadual atual é uma continuação, mais afeita ao governo federal, do governo cassado, e não regulamenta a lei que temos aprovada e sancionada pelo mesmo motivo que o governo interrompido: total falta de vontade política. Isso se demonstra nas desculpas esfarrapadas do Secretário Estadual de Turismo para não receber a LIGUIA e discutir uma saída para o pagamento do benefício. Assim, o lema: “O TURISMO É O NOVO PETRÓLEO” nada significa para quem realmente vive dele e o promove. O Turismo serve apenas para acomodação de atores político-eleitorais. Por isso o governo não devia dizer que os Guias serão ‘incluídos’ no ‘Supera Rio’, quando na verdade estamos sendo EXCLUÍDOS e privados do que é nosso por direito.

Os Guias seguem em luta por respeito e Renda Mínima!

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    EUA adverte que uso de aparelhos 5G pode afetar segurança aérea

    A Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA) alertou nesta terça-feira (07) que a interferência do uso de tecnologia 5G representava um risco...

    Aniversário da Avenida Paulista terá Nando Reis, Rincon Sapiência e piano voador

    No dia 08 de dezembro, a Avenida Paulista celebra 130 anos de fundação. Uma das vias mais tradicionais do país, ela ganha uma maratona de comemorações...

    Um observatório de mundo – por Thomas Bruno Oliveira*

    Na mercearia de meu pai, onde passei os decisivos e marcantes anos de minha infância, sempre fui um observador das coisas e das pessoas,...

    Luciana Leite, do Parque das Aves: “temos a missão de acolher a fauna vitimada”!

    Dois lugares que são considerados visitas obrigatórias para os visitantes de Foz do Iguaçu: as Cataratas e o Parque das Aves. As Cataratas são...

    Empresas de eventos e turismo têm até o final do ano para negociar dívidas tributárias

    As empresas do setor de eventos e turismo têm até o dia 29 de dezembro de 2021 para aderir aos programas de negociação de...

    Estados Unidos endurecem regras para cães procedentes do Brasil

    Os animais que chegam de países classificados como de alto risco para raiva, que inclui o Brasil, só poderão ingressar nos Estados Unidos por...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing