Museu do Louvre, em Paris, se prepara para reabrir

O Museu do Louvre, em Paris, está se preparando para reabrir quase quatro meses após a Covid-19 forçá-lo a fechar as portas, mas os visitantes notarão uma ausência: as multidões se acotovelando para ver a “Mona Lisa”.

Como não se espera a volta de muitos turistas estrangeiros durante meses e com rigorsas medidas de distanciamento social ainda em vigor, uma visita ao Louvre nos dias atuais provavelmente será uma experiência mais tranquila do que o normal.

Nesta semana, operários davam os toques finais nos preparativos do antigo palácio às margens do Rio Sena que, de acordo com seus administradores, é o museu mais frequentado do mundo. O local reabrirá para o público no dia 6 de julho.

Haverá recipientes de gel antisséptico, um sistema de agendamento para marcar visitas com horário, um trajeto de mão única e sinais lembrando os visitantes a se manterem a um metro de distância e usarem máscaras.

A gerência prevê que os números iniciais de visitantes serão somente um quinto daqueles registrados antes do surto.

O diretor do museu, Jean-Luc Martinez, disse que, dado seu tamanho —45 mil metros quadrados de galerias, contendo 30 mil obras—, não será difícil respeitar o distanciamento físico.

“Não é um lugar em que vocês ficarão esmagados uns nos outros”, disse.

Antes do surto, o Louvre recebia cerca de 1 milhão de visitantes por mês durante o verão, três quartos deles turistas estrangeiros.

É comum os visitantes irem direto para a “Mona Lisa”, de Leonardo da Vinci, o que muitas vezes cria uma aglomeração de várias pessoas diante do quadro. (Reuters)

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

ABEOC faz nota repúdio e exige de governos data de retorno dos eventos

A presidente da Associação Brasileira de Empresas de Eventos - ABEOC - Fátima Thereza Facuri Leirinha, acaba de divulgar uma nota de repúdio à...

Hplus Hotelaria anuncia retomada de suas atividades em Brasília

A Hplus Hotelaria já obteve o selo de Turismo Responsável e  posiciona-se como referência em hospedagem segura e confiável em meio à pandemia EDIÇÃO DO...

Campanha tenta impedir fechamento do restaurante Itamarati, no centro de São Paulo

Desde 1940, advogados, juízes, políticos e diversas autoridades apreciam o bolinho de bacalhau e a empada do Itamarati, restaurante em frente à Faculdade de...

Webinar denuncia: “golfinhos criados em cativeiro vivem menos”

O biólogo e professor do Instituto de Biociências da Unesp, Mario Rollo apresentou na noite desta quarta-feira (5) o Webinar: “Atrações com golfinhos e a...

Embraer tem prejuízo de R$ 1,68 bilhão no segundo trimestre

A fabricante de aeronaves Embraer encerrou o segundo trimestre com prejuízo líquido atribuído aos sócios da controladora de R$ 1,68 bilhão, comparável a lucro...

Em 20 anos a uva Tannat ficará só na lembrança (Parte III)

por Werner Schumacher* É animador e interessante ver os resultados que a Cooperativa Gascon Plaimont Producteurs vem obtendo com os seus vinhos. O projeto de resgatar...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias

Open chat