Conheça cinco museus para visitar na Cidade do México

Além de ser um destino turístico para os que buscam a agitação ou a paisagem das belas praias, o México pode ser um ótimo paradeiro para quem procura conhecer melhor sobre um local tão rico em cultura e história, indo muito além das populares pirâmides construídas por suas antigas civilizações.

REDAÇÃO DO DIÁRIO

A capital mexicana conta com uma gama de museus, parada certa para os turistas que buscam conhecer um pouco mais sobre a história local. Por isso, selecionamos cinco museus imperdíveis para mergulhar na história e na cultura quando for à Cidade do México:

Museu Nacional de Antropologia

Localizado dentro do Bosque de Chapultepec, o Museu Nacional de Antropologia preserva as origens da complexa estrutura que atualmente forma a nação mexicana. O edifício foi inaugurado em 1964 e desenhado pelo arquiteto mexicano Pedro Ramíres Vázquez. Dividido em 23 salas temáticas, você encontrará exposições e peças como a Pedra do Sol – popularmente chamada de “calendário asteca” – cabeças de pedra gigantes da civilização Olmeca, tesouros da civilização Maia, réplica da tampa do sarcófago de Pacal, o Grande e mostras etnológicas da vida rural mexicana contemporânea. Encontrará também salas dedicadas aos zapotecas, toltecas, teotihuacanos, mexicas/astecas e uma maquete da planta da antiga capital asteca Tenochtitla, onde hoje é ocupada pela zona central da Cidade do México. Nos jardins, algumas réplicas de estelas e esculturas provenientes das famosas zonas arqueológicas localizadas em Chiapas, Oaxaca ou Yucatan. Recomenda-se alugar um audioguia na entrada do museu, que explicará a história e o significado das peças.

Horário de funcionamento: terça a domingo – 9h às 19h.
Ingressos para exposição permanente: $64 pesos mexicanos (aproximadamente 15 reais)

Mais informações em: https://www.mna.inah.gob.mx/ 

Museu Soumaya

Museu Soumaya, inaugurado em 1994. (Fotos: divulgação)
Museu Soumaya, inaugurado em 1994. (Fotos: divulgação)

Integrante da Fundação Carlos Slim, o Museu Soumaya foi inaugurado em 1994. Curiosamente, o museu ocupa dois espaços distintos: um edifício de importância histórica na Plaza Loreto, na região sul da cidade, e a nova sede, de arquitetura moderna e arrojada, projetada por Fernando Romero e inaugurada em 2011 na Plaza Carso, região norte da Cidade do México. A instituição não tem fins lucrativos e visa preservar e expor obras artísticas, documentos históricos, relíquias religiosas, entre outros. Conta com exposições permanentes, temporárias, itinerantes e áreas para lazer, palestras, filmes e programa interativos. O museu possui um acervo de mais de 60 mil peças, incluindo obras de Picasso, Dali, Tamayo, Siqueiros e Rivera, abrangendo assim produções artístico-culturais do México, América Latina e Europa.

Horário de funcionamento:

Plaza Loreto: quarta à segunda das 10:30 – 18:30h – sábado até as 20h
Plaza Carso: todos os dias das 10:30 as 18:30h

Ingressos: gratuitos
Mais informações em: https://www.soumaya.com.mx/index.php/esp

Museu de História Natural e Cultura Ambiental

museo-de-historia-natural-y-cultura-ambiental

Também localizado no Bosque de Chapultepec e próximo ao Museu Nacional de Antropologia, o Museu de História Natural e Cultura Ambiental retrata curiosidades sobre a origem da vida, a evolução das espécies encontradas na Terra e o conceito de universo. O museu conta com exposições temporárias e permanentes, assim como visitas guiadas e programações de “noites no museu”. Muito atrativo para o público infantil, o local ainda conta com apresentações de teatro.

Funcionamento: de terça a domingo, das 10h às 17h.
Ingressos: público em geral – $24 pesos mexicanos (aproximadamente 6 reais)
Crianças de 3 a 12 anos – $11 pesos mexicanos (aproximadamente 3 reais)

Mais informações em: https://www.sedema.df.gob.mx/museodehistorianatural/?view=featured

Museu Frida Kahlo

LakeVereaFridaFinal21 (1)

Localizado em um dos bairros mais antigos e belos da Cidade do México e muito frequentado por turistas de todo o mundo, o Museu da artista plástica Frida Kahlo é parada obrigatória. Em 1958, a casa onde a pintora viveu foi convertida em museu, quatro anos após sua morte. Muito colorida, a casa azul conta com diversas obras da artista como Viva la Vida (1954), Frida y la cesárea (1931), retrato de mi padre Wilhelm Kahlo (1952), entre outras.  São oferecidas visitas guiadas em espanhol e inglês.

Funcionamento:

Terça – 10:00 – 17:45h
Quarta – 11:00 – 17:45h
Quinta a domingo – 10:00 a 17:45h

Ingressos:

Os preços dos ingressos variam de acordo com o dia de semana.
Durante a semana $120 pesos mexicanos para o púbico em geral (aproximadamente 26 reais)
Nos fins de semana: $140 pesos mexicanos para o público geral (aproximadamente 30 reais)
Vale ressaltar que parar tirar fotos dentro do museu, é preciso pagar por uma permissão. Esta custa $60 para o público geral (aproximadamente 13 reais).

Mais informações em: https://www.sedema.df.gob.mx/museodehistorianatural/?view=featured

Museu de Arte Popular

Museu de Arte Popular

Os amantes de artesanato não devem deixar de visitar o Museu de Arte Popular na Cidade do México. Este foi inaugurado em 2006, com a intenção de promover a arte popular através de espaços vivos, dinâmicos, permanentes ou itinerantes. A visita ao museu leva o turista a viajar por séculos de história, conhecendo tradições, costumes e uma diversidade de culturas que impulsionaram a produção artística de um povo tão rico, fundamental na formação da cultura mexicana. O museu conta com um acervo de artigos de olaria, cestaria, têxteis elaborados na tecelagem de cintura, peças de ebanesteria e papel colorido picado, e muito mais.

Funcionamento:

Terça a domingo: das 10:00 as 18:00h
Quartas: das 10:00 as 21:00h
Ingressos – público geral: $40 pesos mexicanos (aproximadamente 9 reais)
Mais informações em: https://www.map.df.gob.mx/index.php/home

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Bolsa qualificação beneficia turismo de Foz do Iguaçu e preserva 4,5 mil empregos

Foz do Iguaçu vem adotando diversas medidas para preservar empregos e amenizar o impacto social provocado pela pandemia no novo coronavírus (Covid-19). Uma delas...

Portugal recebe o Selo ‘Safe Travels’ do World Travel & Tourism Council

Este selo visa reconhecer destinos que cumprem protocolos de saúde e higiene alinhados com os Protocolos de Viagens Seguras emanados pelo WTTC, ajudando, sobretudo,...

Os  Embaixadores do Rio e a retomada do turismo fluminense

Bayard Do Coutto Boiteux*O Rio  de Janeiro com a pandemia causada pelo Covid-19 passa o pior momento de sua história turística nas últimas décadas....

Prefeito de São Sebastião oficializa Área de Proteção Ambiental Baleia Sahy

Nesta sexta-feira (5), o prefeito do município de São Sebastião, Felipe Augusto, assinou o decreto que regulamenta o Plano de Manejo da Área de...

União Europeia só abrirá totalmente as fronteiras internas no final de junho

A União Europeia só abrirá totalmente as fronteiras internas no final de junho e começará a suspender as restrições a viagens fora do bloco...

Accor amplia programa Plant for the Planet agora para a Colômbia

Para reforçar seu objetivo com a preservação ambiental e preocupação com os insumos que utiliza em seus hotéis, a Accor anuncia no Dia Internacional...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias