Ministro Lummertz aborda necessidade de reformas no Turismo na posse da nova presidente da Embratur

Teté Bezerra tomou posse com o desafio de aprovar no Congresso Nacional, o Projeto de Lei que prevê a mudança do modelo de gestão do instituto

Edição do DT com agências

Durante a posse da nova presidenta da Embratur, Teté Bezerra, realizada nesta terça-feira (8), um tema foi unânime nos discursos das autoridades: a necessidade de reformas no turismo para impulsionar o setor no Brasil. Em seu primeiro discurso à frente da autarquia, Teté destacou os avanços já realizados para ampliar a participação do Brasil no cenário internacional de viagens, como a implantação dos vistos eletrônicos e a aprovação, no Senado Federal, do projeto de céus abertos. Enfatizou, porém, que seu grande desafio será sensibilizar os parlamentares sobre a importância de aprovar o PL 2724, em tramitação no Congresso Nacional, que trata da transformação da Embratur em agência de promoção.
“Queremos uma agência forte, que seja capaz de competir com os grandes receptores internacionais de turistas. Não dá para continuarmos investindo US$ 17 milhões em promoção internacional, enquanto nossos concorrentes investem mais de R$ 50 e R$ 100 milhões. Queremos uma agência robusta, que seja capaz de realizar parcerias e promover o Brasil no exterior, através de ações de promoção, eventos e feiras”, disse a nova presidente. Teté Bezerra citou ainda outras medidas que estão no mesmo PL – a abertura total ao capital estrangeiro das empresas aéreas nacionais e a modernização da Lei Geral do Turismo. A presidente da Embratur lembrou também da isenção temporária de impostos de importação de parques temáticos, outro segmento que pode ser um importante aliado à internacionalização do turismo do País.

Importância da parceria entre MTur e Embratur

“Com seu currículo, Teté Bezerra mostra que é capaz de enfrentar o desafio e pode deixar como legado principal a transformação da Embratur em agência para o aumento da competitividade do Brasil no mercado internacional do turismo”, afirmou o ministro Vinícius Lummertz, que citou ainda, os projetos que estão em andamento no MTur, como a parceria com a Embratur, Sebrae e BNDES para estruturação dos destinos brasileiros, com previsão de financiamento de cerca de R$ 5 bilhões para estados, municípios e iniciativa privada.

Redação
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Associação Brasileira de Enologia faz nota de repúdio à coluna de Hélio Shwartsman

Uma nota assinada pelo presidente da Associação Brasileira de Enologia,  Daniel Salvador e pelo presidente da Organização Internacional do Vinho e do Vinho, Regina...

Mal conservado e em dificuldades financeiras Fundo Financeiro requer falência da Braston Hotéis

O Summit Fundo de Investimento em Direitos Creditórios - Vara/Comarca: 1a Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo/SP requereu na última semana...

Booking.com apresenta as tendências de viagens pós pandemia (ou enquanto ela não acabar)

Sonhos para as próximas viagens, novos valores para a vida de viajante, cuidados que serão tomados a partir de agora e a importância em...

Maria Fumaça para Morretes volta a funcionar em novembro

Conhecida dos curitibanos por circular na cidade durante o período que antecede o Natal, a Maria Fumaça despertou o carinho do público e se...

Companhias aéreas enfrentam teste de sobrevivência com demora em retomada

A segunda onda de covid-19 atrasa a recuperação das viagens aéreas, o que torna o inverno no hemisfério norte um teste de sobrevivência para...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias

Open chat