Ministro Lummertz aborda necessidade de reformas no Turismo na posse da nova presidente da Embratur

Teté Bezerra tomou posse com o desafio de aprovar no Congresso Nacional, o Projeto de Lei que prevê a mudança do modelo de gestão do instituto

Edição do DT com agências

Durante a posse da nova presidenta da Embratur, Teté Bezerra, realizada nesta terça-feira (8), um tema foi unânime nos discursos das autoridades: a necessidade de reformas no turismo para impulsionar o setor no Brasil. Em seu primeiro discurso à frente da autarquia, Teté destacou os avanços já realizados para ampliar a participação do Brasil no cenário internacional de viagens, como a implantação dos vistos eletrônicos e a aprovação, no Senado Federal, do projeto de céus abertos. Enfatizou, porém, que seu grande desafio será sensibilizar os parlamentares sobre a importância de aprovar o PL 2724, em tramitação no Congresso Nacional, que trata da transformação da Embratur em agência de promoção.
“Queremos uma agência forte, que seja capaz de competir com os grandes receptores internacionais de turistas. Não dá para continuarmos investindo US$ 17 milhões em promoção internacional, enquanto nossos concorrentes investem mais de R$ 50 e R$ 100 milhões. Queremos uma agência robusta, que seja capaz de realizar parcerias e promover o Brasil no exterior, através de ações de promoção, eventos e feiras”, disse a nova presidente. Teté Bezerra citou ainda outras medidas que estão no mesmo PL – a abertura total ao capital estrangeiro das empresas aéreas nacionais e a modernização da Lei Geral do Turismo. A presidente da Embratur lembrou também da isenção temporária de impostos de importação de parques temáticos, outro segmento que pode ser um importante aliado à internacionalização do turismo do País.

Importância da parceria entre MTur e Embratur

“Com seu currículo, Teté Bezerra mostra que é capaz de enfrentar o desafio e pode deixar como legado principal a transformação da Embratur em agência para o aumento da competitividade do Brasil no mercado internacional do turismo”, afirmou o ministro Vinícius Lummertz, que citou ainda, os projetos que estão em andamento no MTur, como a parceria com a Embratur, Sebrae e BNDES para estruturação dos destinos brasileiros, com previsão de financiamento de cerca de R$ 5 bilhões para estados, municípios e iniciativa privada.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Fairmont Rio de Janeiro reabre dia 1º de setembro

O Fairmont Rio de Janeiro Copacabana se prepara para receber seus primeiros hóspedes pós-quarentena a partir de 1º de setembro de 2020. EDIÇÃO DO DIÁRIO...

Os riscos do desconfinamento e o Turismo

por Bayard Do Coutto Boiteux* No momento em que escrevo o presente artigo vejo que vários países europeus estão sendo obrigados a retomarem programas de...

O que esperar da Economia pós-pandemia?

Há alguns anos, ter um site, uma hospedagem de site e um registro de domínio já eram suficientes para garantir uma boa presença digital...

35 municípios paulistas receberão mais R$ 12 milhões para melhorias na infraestrutura

Secretaria de Turismo faz nova liberação para as obras que estão em andamento Trinta e cinco municípios turísticos do Estado de São Paulo receberão esta...

Santuário Internacional de Lourdes realiza evento online para fiéis

Fechado pela primeira vez na história desde meados de março, o Santuário de Lourdes (França), em comemoração ao aniversário da 18ª e última aparição...

Equipotel transferida para setembro de 2021

A Reed Exhibitions Brasil, responsável pela organização da Equipotel transferiu o evento que aconteceria em outubro deste ano, para setembro de 2021. Por conta...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias