Resort será uma máquina de fazer gente feliz?

Os resorts são máquinas de fazer gente feliz, direta, indiretamente e por tabela.

por Paulo Atzingen*

Direta porque alargam o sorriso dos hóspedes de orelha a orelha quando esses vêem a cor da água marinha que banha essas praias, ou sentem o sabor do tempero da carne de sol, banhada em mousse de maracujá ou mesmo quando experimentam as horas de paz quando seus filhotes ficam entretidos com os monitores.

Indiretamente porque transforma o filho do pescador, da lavadeira ou do lavrador em alguém que pode esperar algo mais que lhe foi ofertado como herança e descendência. Poder sonhar com uma carreira profissional, poder projetar-se ao futuro além das dunas tourenses. Poder aperfeiçoar-se no ofício e servir de exemplo a outros jovens que vêm no rastro da realização profissional.

Por tabela porque os familiares dos colaboradores também se beneficiam com a realização pessoal de seus irmãos, pais, filhos, já que estes levam para sua casa e sua rua e sua comunidade uma nova maneira de encarar a vida, uma nova forma de resolver problemas, traçar objetivos entender a importância das regras e até da disciplina.

O Vila Galé Touros Hotel Resort Conference & Spa e outros resorts espalhados pelo Brasil são máquinas de fazer gente feliz. Que o projeto original do arquiteto Jaime Lerner, Principado Ecológico de Touros, inspire outras empresas empreendedoras como a portuguesa Vila Galé que trouxe à Costa das Dunas e à sua gente uma maneira de ser feliz.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial