Pará deixa sua assinatura gastronômica na 30ª edição do Festuris

O turismo paraense mais que marcar presença, deixou sua assinatura gastronômica durante o 30º Festival de Turismo de Gramado que aconteceu de 8 a 11 de novembro na cidade serrana do Rio Grande do Sul.

REDAÇÃO DO DIÁRIO

A Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e empresários do Pará levaram a mais autêntica culinária brasileira para ser conhecida e degustada no restaurante Carlitos Prime, na noite da última quinta-feira (9), em clima de harmonia e confraternização.

Com a presença do secretário de turismo do Estado, Ciro Goes, os chefs Ofir Oliveira e Nazareno Alves e o professor Álvaro Espírito Santo, a cozinha paraense participou também do Meeting FESTURIS –  Conteúdo e Networking com o painel “A Importância da gastronomia na decisão da viagem.

Durante o jantar, os chefs paraenses apresentaram os saborosos pratos paraenses harmonizados com vinhos da Vitivinícola Jolimont, de Gramado.

 

Os chefs chefs Ofir Oliveira com Nazareno Alves e esposa (Crédito: Eric Afonso – DT)

Segundo Alvaro do Espírito Santo, diretor de produtos turísticos da Setur-Pa, a estratégia de sua secretaria é utilizar a gastronomia como uma âncora da promoção turística do Estado do Pará. “Temos pesquisas tanto no âmbito nacional  como no internacional que indicam que os turistas que visitam o nosso estado já colocam a gastronomia como um dos itens mais importantes. Antes era  apenas um item  acessório. Visitavam o Pará para ver a flora, a fauna. Hoje visitam para conhecer nossa culinária”, adiantou Álvaro ao DIÁRIO.

O jornalista Paulo Atzingen, o chef Ofir Oliveira, o secretário Ciro Goes e o professor Alvaro Espírito Santo (Crédito: Eric Afonso)

Ainda, segundo Álvaro, “a comida do Pará está entranhada, entronizada na forma de ser do paraense. Antes de ser um produto turístico é o símbolo da identidade paraense. O paraense de identifica e tem orgulho do que come. É a culinária mais original do Brasil, pois conseguiu guardar os elementos essenciais da cultura indígena, como também está comprovado que é a culinária autêntica mais antiga do Brasil”, ensina Alvaro, que é mestre em Geografia pela Universidade Federal do Pará.

Representantes da vitivinicula Julimont presentes no jantar como parceiros: Marcio Ferrareze, Rojani Grazioli, Angielto Bertuzzo e Eliane Carvalho (Crédito: Eric Afonso – DT)

Álvaro finaliza lembrando que durante o mês de novembro o Pará estará participando de outros eventos gastronômicos como o Prazeres da Mesa, em São Paulo e o Fartura Fortaleza, na capital do Ceará.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial