Pedidos da Boeing despencam para menos de 5 mil pela primeira vez em sete anos

A Boeing informou hoje que sua carteira de pedidos de aviões caiu para menos de 5.000 pela primeira vez em sete anos, com os clientes cancelando as encomendas dos jatos 737 Max, que permanece sem licença para voar após dois acidentes fatais.

A gigante aeroespacial retirou outros 108 jatos Max de sua carteira de pedidos e rebaixou o status de acordos para outros 101 aviões devido ao enfraquecimento financeiro das companhias aéreas após a pandemia de coronavírus. Não perdeu, no entanto, nenhum acordo para aeronaves maiores.

A Boeing teve cancelado mais de 500 pedidos neste ano, o maior número de cancelamentos em décadas, reduzindo sua carteira de pedidos para 4.834 jatos atualmente, em comparação com 5.049 que tinha no final de março. A concorrente Airbus garantiu acordos para nove jatos no mês passado e tem pedidos pendentes para cerca de 7.500 aeronaves.

O relatório da Boeing foi divulgado em um momento em que o diretor-presidente David Calhoun fez estimativas desanimadoras de que o crescimento provavelmente não retornaria aos níveis de 2019 por três a cinco anos.

Calhoun disse ao programa “Today” da NBC que o tráfego de passageiros não chegará a 25% dos níveis anteriores à pandemia até setembro, possivelmente chegando a 50% até o final do ano.

Ele previu que o colapso da demanda de viagens aéreas provavelmente forçaria uma importante aérea americana a sair do negócio. “Definitivamente haverá ajustes a serem feitos por parte das companhias aéreas”, disse na entrevista que foi ao ar antes da divulgação da carteira de pedidos e da atualização das entregas. Ele não nomeou nenhuma companhia aérea.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

O que os hoteleiros falam sobre as OTA’s que não querem negociar

Em um momento como esse que o país atravessa, um  número cada vez maior de pequenos e médios hotéis, pousadas e até grandes hotéis...

CNC projeta queda de 6,1% no PIB em 2020

Diante da incerteza em relação à superação da crise provocada pelo novo coronavírus e do grau de contaminação da economia, a Confederação Nacional do...

Empresas conseguem suspender pagamento de energia na primeira instância

Uma empresa que está em recuperação judicial conseguiu na Justiça o direito de pagar apenas a energia consumida. A empresa havia comprado energia no...

Universal Orlando Resort anuncia reabertura de alguns hotéis a partir do dia 2 de junho

A partir de 2 de junho de 2020, alguns hotéis do Universal Orlando Resort irão reabrir para os hóspedes. A reabertura desses hotéis será...

Bolivianos voltarão para casa depois de meses retidos na Alemanha

Os membros de uma orquestra boliviana que inclui flautas tradicionais esperam voltar para casa na próxima semana depois de ficarem retidos em um castelo...

Senado aprova projeto que oferece crédito para profissionais liberais

Em sessão remota nesta quinta-feira (28), o Plenário do Senado aprovou o projeto que abre linha de crédito especial para profissionais liberais durante a...

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias