Revista Eco 21 inicia nova era de comunicação

Lúcia Chayb e René Capriles, editores

Em Dezembro de 1990 a ECO•21 nascia com o nome de ECO-RIO, edição impressa com frequência trimestral até Outubro-Novembro-Dezembro de 1999, quando passou a circular bimestralmente. Em Janeiro-Fevereiro de 1999 mudou definitivamente para ECO•21.

Desde Janeiro de 2001 passou a circular mensalmente até Fevereiro de 2020. Os fatos que se sucederam nacionalmente desde o processo do impeachment de Dilma Rousseff determinaram que a verba das empresas para publicidade ficasse escassa, principalmente em se tratando de mídias ambientais impressas como a revista ECO•21.

O tsunami econômico que arrasou a área ambiental com a eleição de Bolsonaro e a opção do advogado Ricardo Salles para ser o Ministro do Meio Ambiente fechou todas as portas dos apoios oficiais.

A imprensa ambiental baseada na ciência, no conhecimento dos povos tradicionais e na responsabilidade ambiental das empresas perdeu uma importante fonte publicitária. Mesmo mortalmente feridos, continuamos na luta, mas a partir de agora passamos a circular bimensalmente até que a realidade econômica volte ao seu patamar normal. Estaremos presentes nas diversas linguagens da Internet.

Da nossa redação continuaremos denunciando o desmatamento irracional dos diversos biomas nacionais, Amazônia, Cerrado, Caatinga, Pantanal, Mata Atlântica, Campos Sulinos. Não vamos esquecer as invasões dos garimpeiros que destroem a floresta e envenenan a vida nas águas amazônicas injetando mercúrio para obter ouro e outros metais preciosos que em nada beneficiam às populações locais. Informaremos sobre as lutas dos biólogos, climatologistas, engenheiros florestais, dosespecialistasem exploração mineral, dos ambientalistas que lutam para preservar o nosso Planeta.

O desafio da nova linguagem aberta pela Internet é um campo a ser desbravado para levar informação de qualidade aos nossos leitores, assinantes tradicionaise novos seguidores. Continuaremos nessa nova forma de comunicação nos aprimorando a cada edição.

Isso tudo culmina com a pandemia do Novo Coronavírus.

Ficamos isolados pessoalmente nas nossas casas, mas não desconectados; estaremos sempre empenhados na sobrevivência de Gaia, ou Gea, ou Terra, acreditando que é um corpo vivo em constante mutação. Isso nos ensinou um velhinho que hoje tem 101 anos e chama-se James Lovelock.

Se a Terra é resiliente, nós também nos renovaremos sempre. Para isso contamos com a sua participação e constante estímulo. Gratidão por nos acompanhar, colaborar com artigos, publicidade, incentivos moral e financeiro.

Receba esta edição com profundo agradecimento e esperança de dias melhores.

Lúcia Chayb e René Capriles

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Complexo de Visitantes da NASA retoma aos poucos suas atrações

NASA Kennedy Space Center Visitor Complex , em Orlando, na Flórida, começou sua expansão de atrações para os visitantes a partir da última segunda-feira...

Os 5 Ps do Marketing no processo de reposicionamento do negócio

*Por Lúcio Oliveira “Toda companhia quer uma, mas poucas a têm: uma estratégia convincente”. Parafraseando Chan Kim, um dos autores da obra “A estratégia do...

Ministério do Turismo abre credenciamento de novos bancos para o Fungetur

Edital pode ser consultado na página do Fundo. Atualmente, 17 instituições financeiras ofertam crédito para o setor turístico EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências A partir desta...

Empresária fala das habilidades necessárias para a pós pandemia

Da Redação - Que tudo está e será diferente após essa pandemia passar não restam mais dúvidas. Habilidade para se relacionar com o novo...

Bofete, um nome que se levanta no cenário do ecoturismo brasileiro

15 ANOS DIÁRIOS - Publicado em 23 de outubro de 2017 O Brasil não conhece o Brasil, diz a música. O brasileiro menos ainda Por...

7 dicas para se profissionalizar na comunicação virtual

De repente, veio a pandemia, a quarentena e, com elas, mudanças na rotina profissional e na forma de comunicação. Reuniões virtuais, lives, webinars e...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias