Rio CVB divulga estudo sobre o impacto das Olimpíadas no Rio de Janeiro

(Edição do DT com agências)

Em uma ação inédita, o Rio Convention & Visitors Bureau (Rio CVB), em parceria com a ForwardKeys, divulgou uma análise que apresenta o impacto das vendas de bilhetes aéreos realizadas, até o momento, para o Rio de Janeiro antes, durante e após as Olimpíadas.

“Neste momento difícil, onde identificamos uma enorme expansão da oferta hoteleira, somada às crises política e econômica do país, nossa indústria precisa estar atenta e com informações consistentes de forma a tomar decisões estratégicas que visem minimizar os impactos negativos”, explica o presidente-executivo do Rio CVB, Alfredo Lopes.

O estudo mostra que as reservas feitas para a capital fluminense já representam um incremento considerável para o período dos Jogos Olímpicos, chegando a 289% sobre o mesmo período do ano passado. O maior pico de chegadas acontece em 4 de agosto, véspera da cerimônia de abertura.

O crescimento no número de pernoites deve ficar acima de 208% para o período dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. A apuração mostra, também, que 63% dos visitantes internacionais, que chegam antes das Olimpíadas, ficarão, em média, 14 dias na cidade, enquanto os que chegam entre os dias 21 e 31 de agosto ficarão menos tempo.

As reservas internacionais para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos se apresentam três vezes superior ao índice registrado em 2015. Ao mesmo tempo, a capacidade dos voos, de acordo com a base de pesquisa Innovata, também aumentou, atingindo um incremento de 17% em relação ao ano passado.

China, Japão e Estados Unidos possuem o crescimento mais significativo dentre os mercados emissores de turistas para ambos jogos.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT