Saiba mais sobre o visto para jornalistas nos Estados Unidos

Desde 1999, observa-se o Dia da Imprensa Nacional em 1º de junho, data em que começou a circular o jornal Correio Braziliense, em 1808. O papel da Imprensa sempre foi fundamental no Brasil, em defesa dos interesses da população e da liberdade de expressão. Nos Estados Unidos, o Dia da imprensa é comemorado em 3 de maio.

Por jornalista Fernanda Thomaz

Os Estados Unidos possuem a maior quantidade de jornalistas do planeta e oferece muitas oportunidades de trabalho temporário e definitivo para profissionais estrangeiros.

Se você é um jornalista ou um membro da imprensa e quer trabalhar nos Estados Unidos, uma das principais regras para o visto é que você trabalhe em uma organização de mídia sediada fora dos Estados Unidos. Você não pode obter um visto se quiser trabalhar como funcionário de mídia para uma empresa americana.

Quem precisa de um visto?

Se você se enquadra em qualquer uma das categorias abaixo, então você precisa de um visto para filmar, pesquisar e reportar nos Estados Unidos: A maioria dos jornalistas e alguns cineastas.

Distribuidores: se você está produzindo ou distribuindo filmes relacionados a eventos atuais ou para fins educacionais, e o filme é financiado por uma empresa fora dos Estados Unidos, então você pode precisar de um visto.

Jornalistas sob contrato: os jornalistas que têm um contrato de uma empresa de mídia estrangeira ou organização similar podem solicitar um visto para coleta de notícias informativas (incluindo eventos atuais), mas não para fins comerciais.

Jornalistas que relatam eventos atuais: se você estiver viajando para os Estados Unidos para relatar eventos atuais a um público estrangeiro, poderá solicitar um visto I.

Jornalistas Freelances: Se você é um jornalista que trabalha como freelance com um contrato de trabalho válido de uma empresa de mídia estrangeira, pode precisar de um visto para visitar os Estados Unidos, supondo que esteja visitando o país para coletar e relatar informações.

Qualquer trabalhador que pretenda entrar nos Estados Unidos para fins não listados acima pode exigir um visto de trabalho tradicional ou um tipo separado de visto.

Certos trabalhadores da mídia também podem ter categorias de vistos especializados, incluindo vistos H (vistos gerais de trabalho), vistos O (especialistas em artes e educação), e vistos P (para atletas, artistas e animadores).

Como solicitar um visto I – Candidatar-se a um visto I envolve um processo semelhante para solicitar qualquer visto de não-imigrante.

Quanto tempo leva para processar um visto I?– O visto I é um dos vistos mais rápidos para as autoridades de imigração dos EUA processarem. Geralmente, pode ser processado em cerca de 1 a 3 semanas. No entanto, os tempos de processamento podem demorar mais, dependendo da carga de trabalho de sua embaixada dos EUA local.

Quanto tempo dura o meu Visto I? – O visto I durará o tempo que for necessário para concluir seu trabalho nos Estados Unidos. As autoridades de imigração dos EUA geralmente concedem um visto I pela duração do seu contrato de trabalho declarado nos Estados Unidos. Geralmente, se o seu contrato não tiver um período definido, seu visto será válido por um ano.

Posso obter um Green Card com um visto I? – Um visto I não é considerado um caminho para um Green Card. Em vez disso, um visto I permite que você trabalhe temporariamente nos Estados Unidos como membro da mídia estrangeira ou da imprensa. No entanto, existem certas situações em que um portador de visto pode alterar seu status. Você pode ser contratado por uma empresa americana, por exemplo, que está disposta a patrociná-lo por um visto H1-B, que pode ser um caminho para um Green Card e residência permanente.

Posso trazer meus dependentes para os Estados Unidos com um visto I? O visto permite que você traga um dependente para os Estados Unidos com você durante o contrato na América. Seus dependentes devem se enquadrar em uma das duas categorias a seguir: Cônjuge de um portador do visto I; Filhos solteiros com idade inferior a 21 de um portador de visto I

Cônjuges e filhos podem solicitar um visto chamado derivado ou um visto dependente. Normalmente, qualquer dependente solicitará um visto derivado ao mesmo tempo em que você solicitar um visto I. Se os seus dependentes solicitarem um visto dependente em uma data futura, seus dependentes precisarão fornecer comprovação de seu visto.

Dependentes que visitam os Estados Unidos sob um visto dependente I podem estudar nos Estados Unidos sem precisar de um visto de estudo (F1). No entanto, você não tem permissão para trabalhar nos Estados Unidos com um visto de dependente.

Para saber mais informações sobre como obter visto americano é recomendável procurar um escritório de imigração renomado no mercado internacional.

Advanced Global Immigration Law Group, por exemplo, tem atuação em New York, Los Angeles, Las Vegas, Orlando e Miami. É um dos principais escritórios de advocacia imigratória dos EUA que compreende com maestria como o USCIS – United States Citizenship and Immigration Services – julga os casos através de um rigoroso processo de controle. Possui os profissionais mais qualificados do cenário internacional e já defendeu casos complexos de clientes de várias partes do mundo. E faz atendimento em português, espanhol, inglês, mandarim, dentre outros.

 

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Jornalista de Porto Alegre faz um balanço do turismo Riograndense

Porto Alegre recebeu nos meses de janeiro e fevereiro deste ano uma média de 700 estrangeiros por dia, que vinham à cidade fazer negócios,...

Michael Thamm e Mario Zanetti são os novos CEO e CCO da Costa Cruzeiros

A Costa Cruzeiros anunciou nesta quinta-feira (9) uma nova estrutura organizacional como parte dos esforços da Carnival Corporation para aprimorar as operações antes da...

Emirates retomará voos para São Paulo a partir de 2 de agosto

A Emirates anunciou nesta quinta-feira (9) que retomará voos para São Paulo a partir de 2 de agosto. Outros cinco destinos serão adicionado à...

Diretor geral dos Hotéis-Escola Senac SP: “só reabriremos com segurança total”

"Seguir como sempre priorizando o bem-estar de funcionários, clientes e fornecedores,  adotando uma abordagem prudente para retomada das nossas atividades com total segurança". Assim,...

Costa Cruzeiros anuncia novo protocolo de segurança e higiene a bordo

A Costa Cruzeiros anunciou nesta semana os novos procedimentos operacionais para fortalecer ainda mais as medidas de precaução em sua frota, a fim de...

Mais enólogos, mais sommeliers e menos blá-blá-blá

por Werner Schumacher* Mais enólogos! Mais sommeliers! Muito resumidamente, podemos dizer que estes dois profissionais estão no front. O Enólogo, em contato direto com o...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias