Saiba quem integra o novo Conselho Administrativo da Rede Tauá de Hotéis

Roland de Bonadona é um dos nomes escolhidos para o Conselho Administrativo da Rede Tauá de Hotéis

Edição do DIÁRIO

Investindo cada vez mais na transparência, equidade e responsabilidade corporativa, a Rede Tauá de Hotéis acaba de estabelecer seu Conselho Administrativo. Presidido pelo fundador da empresa, o empresário João Pinto Ribeiro, ao lado de João Luiz Chequer, seu filho, administrador de empresas e idealizador de grandes projetos da Rede Tauá, juntamente com o especialista em finanças e professor da Fundação Dom Cabral, Geraldo Sardinha Pinto Filho, e com o mentor que conduziu o Grupo Accor à liderança na América e Caribe, Roland de Bonadona, o conselho irá apoiar o presidente, Daniel Chequer Ribeiro, a assegurar o direcionamento estratégico do grupo para maximizar o retorno dos altos investimentos na expansão dos negócios, ao mesmo tempo em que mantém a empresa fiel aos propósitos iniciais para os quais foi criada.

João Luiz Chequer revelou: “nossa expectativa é que o Conselho possa contribuir para que o crescimento do Tauá ocorra de forma sustentável, colaborando com decisões ainda mais estratégicas, apoiando o novo presidente para que ele tenha tranquilidade nas determinações importantes”.

“Juntos, os conselheiros têm a missão de monitorar a operação, os projetos e o desempenho da empresa, garantindo o alinhamento com os objetivos de longo prazo, atendendo às expectativas do mercado de forma diferenciada da concorrência, ao mesmo tempo em que o grupo consolida sua sustentabilidade mercadológica e financeira”, afirmou Roland Bonadona.

A maior e mais divertida rede de resorts do País

Para auxiliar a diretoria na identificação de oportunidades e melhorias nas áreas comercial e de distribuição, a empresa também contratou a consultoria de Jeferson Munhoz, especialista em marketing e planejamento estratégico, Mestre em Hospitalidade, reconhecido pelo sucesso na área de vendas e distribuição da Bourbon Hotéis e Resorts. O objetivo é amplificar a atuação nacional da Rede Tauá, diversificando as estratégias através da criação de novos serviços, ofertas, métodos e ferramentas de trabalho que consolidem as vendas e a presença nacional do Grupo.

Um ponto já é unanimidade entre eles: a importância do DNA empreendedor e alegre da empresa. “Meu primeiro conselho é que eles mantenham sempre vivas as características – empreendedora e responsável – que nortearam as decisões do grupo até hoje”, observou o Prof. Geraldo Sardinha. “Eles têm um incrível espírito empreendedor, um forte compromisso com a excelência e o profissionalismo, e não perdem o senso de humor e a alegria, uma energia positiva ótima”, complementou Bonadona. Após 32 anos de operação, a Rede Tauá reafirma o compromisso de se tornar a maior e mais divertida rede de resorts do Brasil.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Bolivianos voltarão para casa depois de meses retidos na Alemanha

Os membros de uma orquestra boliviana que inclui flautas tradicionais esperam voltar para casa na próxima semana depois de ficarem retidos em um castelo...

Senado aprova projeto que oferece crédito para profissionais liberais

Em sessão remota nesta quinta-feira (28), o Plenário do Senado aprovou o projeto que abre linha de crédito especial para profissionais liberais durante a...

Alfredo Lopes, presidente do Hotéis Rio: as OTA’s não querem negociar!

Nas negociações para a retomada, o Sindicato dos Meios de Hospedagem do Município do Rio de Janeiro (SindHotéis RJ) vem convidando para a mesa...

Receita Federal define tributação de trusts

A passos tímidos, a Receita Federal do Brasil começa a se posicionar sobre a tributação de trusts. Apesar de não proporcionar o nível de segurança...

Rano Raraku: a fábrica de moais da Ilha de Páscoa

15 ANOS DIARIOS - Publicado dia 13 de agosto de 2017Por Paulo Atzingen (de Angaroa, Ilha de Páscoa)Entender a forma como as estátuas da...

Tribunal de Justiça de São Paulo suspende cobrança de dívida de agência de viagens

Diante de um cenário de prejuízo na casa dos bilhões, uma companhia aérea não pode se permitir a ressarcir bilhetes e viagens em prazo elástico...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias