Saint-Martin apresenta suas riquezas durante coquetel em São Paulo

O destino Saint-Martin, a parte francesa de uma ilha franco-holandesa no Caribe, foi apresentado na última quarta-feira (25), em São Paulo.

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências

Aida Weinum representou a Secretaria de Turismo de Saint-Martin  e Fabian Charbonnier o mercado brasileiro. Eles receberam os convidados junto com Jean-Philippe Pérol e Fernanda Sarubbi, respectivamente, administrador e diretora de Turismo da Cap Amazon.

“Acreditamos que estamos perto de 80% da nossa meta e que devemos estar prontos com nossa capacidade total de hospedagem até o final da temporada de inverno. Os principais hotéis foram reconstruídos com esforço pela excelência, sempre mantendo a satisfação e o refinamento do cliente em mente”, disse Aida sobre as obras pós-Irma.

Ela citou, por exemplo, que o hotéis La Playa e o Palm Court já foram reabertos. E um novo estabelecimento será inaugurado em fevereiro de 2020: a AMResorts vai marcar a estreia no destino com a marca Secrets.

“Esta jornada não é apenas para recuperar nossa clientela. É sobre adaptar novos sonhos para ela. Estamos tentando dar aos turistas uma experiência totalmente nova. Uma Saint-Martin muito melhor”, destacou a diretora da Secretaria de Turismo do destino.

Uma visão geral do evento Soirée Saint-Martin, na Casa Quintal, em São Paulo

Outras atrações

Em relação às atrações, além das 26 lindas praias de Saint-Martin, o turista encontra: uma sofisticada experiência zen na Rainforest Adventure e Lottery Farm; trilhas na Reserva Natural; passeios de bicicleta elétrica ou pedalinho elétrico; snorkel no Rocher Créole como em um aquário; mergulhos; roteiros de catamarã; e saltos acompanhados de para-quedas, entre outras atividades. “Todo dia há coisas diferentes para o turista fazer”, assegurou Pérol.

“Eventos de todos os tipos estão preenchendo a agenda durante todo o ano: temporada de Natal, dois carnavais, Heineken Regatta e Poker Run, concertos ao vivo Salsa Festival, Festival de Música Eletrônica”, exemplificou Aida. “Até uma maratona internacional está prevista para 2020”, completou ela. “A vida noturna está crescendo e não conhece baixa temporada. Cassinos e clubes são abertos e sempre há algo acontecendo na ilha.”

Para ir a Saint-Martin desde o Brasil é necessário fazer uma conexão na Cidade do Panamá ou em Miami. Para mais informações sobre o destino acesse www.stmartin.org e @ilhasaintmartin.

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial