Turistas de expedição fotográfica conhecem fascínios do Marajó

(Agências com colaboração de Liliane Marques)

Profissionais, amadores e amantes da fotografia participam, entre os dias 11 e 17 de abril, da terceira edição da Expedição Fotográfica ao Marajó. O evento que conta com o apoio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) tem como objetivo aproximar os presentes da rica natureza amazônica. Uma oportunidade perfeita para quem deseja sair dos grandes centros urbanos e conhecer a Amazônia em uma experiência incrível.

O roteiro da expedição inclui contato com a história, cultura local, paisagem e com a população ribeirinha.Nesta edição, os expedicionários convivem durante três dias na comunidade quilombola Céu, nas entranhas da ilha marajoara, local raramente visitado pelo turista habitual, onde participam de atividades, vivenciam experiências culturais e conhecem o dia a dia da comunidade.

A programação também conta com encontros diários com oficinas, roda de conversa com troca de informações, estudos dirigidos, aprofundamento de conhecimentos e técnicas fotográficas na produção e pós-produção da imagem com suporte de monitores.

O evento tem a presença de alguns tarimbados fotógrafos brasileiros. É o caso por exemplo de Juvenal Pereira, que falará sobre seu trabalho no continente africano, e também de Marcos Vicentti que fará um relato sobre o mercado de fotografia na Amazônia e sua luta para registrar a vida do povo do Acre, além de Cadu Gomes compartilhando suas experiências ao longo desses 26 anos de profissão.

A III Expedição Fotográfica ao Marajó é coordenada pelo fotógrafo acreano Raimundo Paccó, um profissional com rico conhecimento da profissão e muita experiência acumulada. “Quando imaginei esse projeto tinha muitas dúvidas. Porém, agora sei como foi importante para as pessoas que participaram das duas primeiras edições da expedição esse contato com o povo da ilha e a convivência com outros fotógrafos”, conclui Raimundo.

O Marajó é um dos seis polos turísticos do estado trabalhado pela Setur por meio do Plano Estratégico de Turismo Ver-o-Pará, fazendo parte inclusive, do roteiro principal denominado “Pará: 8 Dias e 7 Noites”. Com grande diversidade de atrativos, o arquipélago oferece inúmeras opções de práticas turísticas em diversos segmentos como turismo de natureza, turismo de sol e praia, turismo cultural, turismo rural, turismo de aventura, ecoturismo, dentre outras alternativas de lazer e também formatação de negócios no setor.

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Fairmont Rio de Janeiro reabre dia 1º de setembro

O Fairmont Rio de Janeiro Copacabana se prepara para receber seus primeiros hóspedes pós-quarentena a partir de 1º de setembro de 2020. EDIÇÃO DO DIÁRIO...

Os riscos do desconfinamento e o Turismo

por Bayard Do Coutto Boiteux* No momento em que escrevo o presente artigo vejo que vários países europeus estão sendo obrigados a retomarem programas de...

O que esperar da Economia pós-pandemia?

Há alguns anos, ter um site, uma hospedagem de site e um registro de domínio já eram suficientes para garantir uma boa presença digital...

35 municípios paulistas receberão mais R$ 12 milhões para melhorias na infraestrutura

Secretaria de Turismo faz nova liberação para as obras que estão em andamento Trinta e cinco municípios turísticos do Estado de São Paulo receberão esta...

Santuário Internacional de Lourdes realiza evento online para fiéis

Fechado pela primeira vez na história desde meados de março, o Santuário de Lourdes (França), em comemoração ao aniversário da 18ª e última aparição...

Equipotel transferida para setembro de 2021

A Reed Exhibitions Brasil, responsável pela organização da Equipotel transferiu o evento que aconteceria em outubro deste ano, para setembro de 2021. Por conta...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias