Turistas latino-americanos vacinados na praia de Miami Beach, Flórida

Um posto de vacinação temporária aplicou neste domingo em Miami Beach, Flórida, 175 vacinas da Johnson & Johnson, a marca preferida dos turistas por exigir uma dose única.

EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências internacionais


É o segundo fim de semana que a cidade de Miami Beach instala este posto de vacinação na praia. A ação continuará nos próximos fins de semana.

Fontes internacionais informam que esta vacina é aplicada a todas as pessoas com mais de 18 anos, independentemente do local de residência.

Em tese, a Flórida vacina apenas as pessoas que residem no estado ou que indicam — verbalmente — que oferecem um serviço aqui. Há dez dias, não é mais necessário apresentar o documento de residência para comprovar a afirmação.

Essa flexibilidade foi implementada para estimular a vacinação de pessoas sem documentos, embora na verdade também facilite a chegada de mais turistas.

De qualquer forma, as restrições anteriores não impediram o turismo de vacinas. Desde janeiro, os latino-americanos ricos vêm contornando criativamente a já eliminada exigência de residência, seja mostrando contas bancárias com endereço nos Estados Unidos ou contratos de aluguel temporário, como com o aplicativo Airbnb, por exemplo, que eram logo cancelados.

- Advertisement -

Mais de 9 milhões de pessoas — 43% de um total de 21,5 milhões de residentes — receberam pelo menos uma dose da vacina na Flórida, de acordo com o Departamento de Saúde.

E quem não pode pagar?

O comissário democrata David Richardson, que supervisionava a operação, disse ter sentimentos contraditórios a respeito.

“O governo dos Estados Unidos deve ajudar o maior número de pessoas possível”, declarou à AFP. “Minha preocupação é que parece que apenas as pessoas que podem pagar uma passagem aérea podem vir aos Estados Unidos para se vacinar.”

Mas “e os pobres da América do Sul?”, perguntou retoricamente o democrata, pedindo ao governo dos Estados Unidos que enviasse vacinas a esses países “para que todos tenham acesso, não apenas aqueles que podem pagar uma passagem aérea”.

“A esta altura, as pessoas que não foram vacinadas certamente não estão devido à indisponibilidade”, disse o governador da Flórida, Ron DeSantis, na segunda-feira.

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Air France testa IATA Travel Pass em voos para Paris

    A Air France iniciou, na última quinta-feira (17), os testes do IATA Travel Pass em voos partindo de Nova York (JFK) e Barcelona (BCN)...

    Fecomércio MG produz cartilha sobre como preparar as empresas para a LGPD (baixe a sua!)

    Acessar as redes sociais, baixar um e-book, participar de promoções ou realizar uma compra on-line. Essas ações, comuns à rotina de milhões de cidadãos,...

    Alemanha oferece bolsa de estudos de até 2.770 euros mensais para jovens brasileiros

    As inscrições para a Bolsa Chanceler Alemã para Futuros Líderes já estão abertas e vão até o dia 15 de outubro. EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências O programa é uma...

    Lisboa está entre as melhores cidades para expatriados

    O Expat City Ranking classificou Lisboa em 3º lugar entre 66 cidades no ranking das melhores cidades para expatriados viverem. EDIÇÃO DO DIÁRIO com agências...

    Lufthansa passa a permitir check-in com certificado de vacina digital

    A Lufthansa (LHAG.DE) permitirá que os passageiros usem novos certificados digitais de vacinação COVID-19 no check-in para seus voos, informou a companhia aérea alemã nesta...

    Radisson Blu SP refina-se com chegada do Restaurante D.O.K.

    Comandado pelo Chef Gustavo Torres o Restaurante Daily Original Kitchen - D.O.K. tem mais um novo endereço: Radisson Blu SP. REDAÇÃO DO DIÁRIO Funcionando em regime...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing