UBER em Porto Seguro: proibição sem ouvir a população

Leonardo Cavalcanti*

Estive na Câmara de Vereadores hoje acompanhando a sessão onde uma das pautas era a segunda votação da PL 042/2017, de autoria dos vereadores Elio Brasil e Robinson Vinhas, que proíbe o uso de veículos particulares cadastrados em aplicativos UBER, para o transporte remunerado individual de pessoas no município de Porto Seguro.  Causou-me certa estranheza a falta de um estudo ou pesquisa dos autores do projeto de lei, pois eles apenas proíbem o UBER, deixando  livre o serviço para diversos outros aplicativos de mobilidade urbana, como o 99 TAXI, CABIFY, WILLGO, EASY TAXI, dentre outras dezenas. Essa foi a primeira impressão negativa que tive assim que li o tal projeto de lei.

Outra curiosidade que tenho é saber se a população (já que os vereadores eleitos são a voz da população no legislativo) foi ouvida sobre o assunto. Acredito que não, pois em pesquisas e debates em redes sociais ou até mesmo em uma mesa de bar, é praticamente unânime que os usuários querem uma nova opção de locomoção dentro da cidade, seja pelo preço, seja pelo serviço prestado. Quem usa o Uber, ou qualquer outro aplicativo de mobilidade, sente como é ter um serviço que agrega tecnologia, comodidade e ótimo atendimento.  Os vereadores não entendem que a população precisa ser ouvida, e com esse projeto de lei, os vereadores simplesmente são autoritários, não deixando o consumidor ditar o que é melhor para ele. Simplesmente dizem que NÃO! Não é você consumidor quem manda no que é bom pra você, sou eu, O MUNICÍPIO que digo o que você deve fazer com o seu dinheiro e sua opinião.

Saí da câmara de vereadores me questionando qual serviço regulamentado pelo estado é bom. 

Saí da câmara de vereadores me questionando qual serviço regulamentado pelo estado é bom. Não me lembro de nenhum, infelizmente. Questionei também se os vereadores que falam tanto de regulação de serviços, utilizam o WhatsApp, serviço não regulado pelo estado que está presente no dia a dia de milhões de brasileiros, em conversas de texto e até ligações e apresenta uma ótima opção de serviço de comunicação aos usuários.

O que os políticos precisam entender é que quem regulamenta a qualidade do serviço é a própria população! Ela quem dita as regras do que é bom ou ruim dentro do mercado consumidor.  Será que a população está satisfeita com o serviço de táxis prestado em nossa cidade? Será que existe preço justo nesse serviço, seja para turista ou morador? Eu não conheço nenhuma pessoa que utiliza ou já utilizou o serviço de táxi em nossa cidade que tem elogios, principalmente quando se fala em tabela de preços. Eu não sou contra o serviço de táxis, acredito que eles têm um papel fundamental na economia local, principalmente no serviço aos turistas. Mas eu não consigo aceitar o monopólio de um serviço que não pensa em se modernizar em prol da qualidade aos seus usuários.

É a lei do retrocesso em uma cidade onde a voz do povo não é a voz de Deus!

_________

*Leonardo Cavalcanti é diretor da YaaYoo Fusion Thinking

Avatar
Redaçãohttps://www.diariodoturismo.com.br
Primeiro e-Diário de Turismo do Brasil

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Três perguntas para Sanfo Boubakar, diretor da ClassTraining, sobre treinamento na retomada

Engenheiro químico com mais de 23 anos de experiência profissional e acadêmica, Sanfo Boubakar é marfinense naturalizado brasileiro. REDAÇÃO DO DIÁRIO Há quase 35 anos no...

Ocupação média da Hotelaria de Salvador em maio foi de 15,46%, mais baixa da história

Dentre os poucos hotéis que permanecem abertos em Salvador, a média de ocupação em maio foi de 15,46% e diária média de R$ 210,88,...

Procon de SP registrou mais de 6,5 mil queixas sendo 52% de agências de viagem

Desde o início da quarentena no estado de São Paulo até esta segunda-feira (1º/6), consumidores registraram no Procon de São Paulo mais de 6,5...

Dólar cai e chega a R$5,01

Às 12:39, o dólar à vista recuava 3,26%, a 5,0405 reais na venda. Na mínima do dia, a moeda desceu a 5,0170 reais, queda...

Covid-19 provoca a maior queda da história na confiança do empresário do comércio diz CNC

Influenciado pelos impactos econômicos do novo coronavírus, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), medido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens,...

Grupo Iberia oferece 100 mil bilhetes grátis em homenagem aos profissionais da saúde

O grupo Iberia, Vueling e Aena se uniram para prestar uma merecida homenagem aos profissionais que estão trabalhando nos hospitais, centros sanitários e asilos...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias