Uma Odisseia pela Tierra del Fuego em tempos de Pandemia

por Jefferson Severino*

De antemão, como colaborador do DIÁRIO DO TURISMO, bem antes de toda essa pandemia, embarquei junto com 41 agentes de turismo para a Patagônia Fantástica Argentina para um fantour organizado pela Agência Brasileiros em Ushuaia, os melhores e maiores especialistas em toda a região.

O grupo embarcou de São Paulo – no início de março – pelas asas da sempre insegura Aerolineas Argentinas. Enfim, por sorte todos conseguiram embarcar. Todavia, absolutamente nada foi servido a bordo e os “sempre gentis” comissários de bordo, que mal falavam com a gente, informavam que por conta do vírus, nem um copo d’água seria servido, bem ao contrário das companhias aéreas brasileiras.

Posteriormente, ao chegarem em Buenos Aires, os “sempre gentis” pessoal de terra, colocaram todos em fila indiana, medindo a temperatura de cada um. Com isso, se apenas um tivesse com febre, todos ficariam por lá, o que aconteceu em outros voos.

A saber, o pousamos em Ezeiza, já que faz tempo que os voos internacionais não podem mais pousar no Aeroparque. Todos os que visitam aquele fantástico país que pegar um transfer e atravessar toda a cidade até o outro aeroporto.

Todavia, no Aeroparque sem controle algum, embarcamos todos para Ushuaia e às 19:35 hs chegamos na belíssima Ushuaia, a cidade mais austral do Planeta. Nesse ínterim, a Brasileiros em Ushuaia já havia providenciado transfers, feito os check-ins nos hoteés e entregando inclusive os chips de telefonia argentina (local), para que ninguém ficasse sem comunicação via whats ou mídias sociais (bastava ter solicitado anteriormente – a maioria do grupo fez).

Assim sendo, nosso grupo começou a desbravar a cidade na mesma noite e evidentemente se encantando primeiramente com a gastronomia da Tierra del Fuego.

Dia Seguinte

No dia seguinte, com rumores de que tudo iria fechar, o grupo embarcou no Canal de Beagle com destino a Isla Martillo (martelo), para vermos bem de pertinho os pinguins, numa navegação de encantar os olhos. Definitivamente um espetáculo de navegação até a “pinguinera”, passando por diversas ilhas e recantos. Assim, do lado esquerdo a Argentina e do lado direito o Chile.

Logo após, ao desembarcamos no porto, diretos para o hotel. Rigorosamente falando meia hora para trocarmos de roupa e encararmos um passeio super radical em super camionetes do Ushuaia Safari, com destino ao Lago Fagnano. Nesse sentido, muita emoção mesmo com motoristas peritos no assunto e na estrada. Enfim, chegamos a tempo de curtirmos um espetacular por do sol em um lugar cinematográfico à beira Lago Fagnano.

Enquanto isso, a equipe do Safari Ushuaia prontamente nos preparou diversas tábuas de frios com muito vinho enquanto, ao mesmo tempo, preparavam a tradicional parrilla argentina. Sinceramente, de lamber os dedos. Assim, fomos até tarde da noite, embriagados de alegria, amizade, cantorias e muito calor humano.

Fauna de Ushuaia: pinguins de Magalhães

Parques Fechados

Todavia, ao chegarmos no hotel fomos surpreendidos que a Argentina havia fechado TODOS seus fenomenais Parques Nacionais, ao ar livre, nossos principais destinos tanto em Ushuaia, como em El Calafate e El Chaltém. Mais uma vez à Agência Brasileiros em Ushuaia, prontamente e experientemente, fazendo praticamente o impossível, organizou um tremendo treking até à fantástica Laguna Esmeralda, formada por águas das geleiras.

Em outras palavras, foram duas horas e meia de caminhada leve, para ir, entre tundras, bosques, rios, pontes, paisagens literalmente de tirar o fôlego. Enfim, uma beleza digna de poeta narrar. Com muitas fotos e mais fotos pelo caminho, chegamos lá e a agência nos brindou com lanches saborosos.

Aquartelados

Naturalmente, a volta sempre parece mais rápido, como de fato foi. Ao chegarmos no hotel, mais surpresas negativas. À Argentina estava fechando tudo, como de fato fechou. Ficamos todos aquartelados no Hotel Canal de Beagle, sem saber quando iríamos voltar, pois a Aerolineas Argentinas, cancela voos, troca de horários, não fornecem informações e todos, brasileiros, argentinos, americanos, franceses… ficam literalmente perdidos.

mais uma vez, graças a competência e experiência da Agência, além das suas conexões e network, metade dos agentes foram realocados de vam até a cidade do Rio Grande e de lá conseguiram um voo até Porto Alegre para, definitivamente, voltarem as suas casas, numa verdadeira odisseia.

Outra parte ficou para embarcar num possível próximo voo, o que de fato aconteceu, direto ao Aeroparque de, de novo, transfer até Ezeiza. Tudo organizado e providenciado a toque de caixa pela Agência Brasileiros em Ushuaia.

Todavia, restava ainda um pequeno grupo que havia ficado e, que finalmente conseguiu um último voo e nos encontramos todos em Ezeiza.

Ushuaia com a Lua

Para ajudar, à Aerolineas Argentinas cancelou todos seus voos para o Brasil. Porém, mais uma vez à Agência Brasileiros em Ushuaia conseguiu realocar todos em um Boing 777 da Turkish Arlines, com destino a Stambul, com pit stop em São Paulo, com serviço de bordo e todas as mordomias a bordo.

Finalmente este jornalista, às 07:30hs conseguiu embarcar para Florianópolis e depois de 26 horas estava são e salvo em casa. Cabe comentar que nenhuma pessoa do grupo ficou doente e até hoje estão todos bem, sem qualquer sintoma.

Enfim, foram dias inesquecíveis juntos, passeando, se divertindo e, dois dias aquartelados. Todavia, absolutamente nada, de novo, absolutamente nada tirou o astral da galera, muito pelo contrário. Pensem num grupo unido e sendo bem atendidos por uma agência que nos providenciava café, almoço e janta em nosso próprio quarto!

Em outras palavras, como estávamos só nós no hotel, no corredor do terceiro andar, nossos quartos permaneciam com as portas abertas como se todos fossem irmãos em uma casa imensa, irmanados em um só sentimento fraterno de união. Inegavelmente, um grupo, um passeio e uma agência simplesmente nota 10.

Até breve pois como todos queremos, tudo irá passar e todos nos encontraremos  novamente.


*Jeff Severino é jornalista e colaborador do DIÁRIO DO TURISMO

Paulo Atzingen
Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
Paulo Atzingen é paulista e jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará (UFPA), É poeta, contista e cronista. Estuda gaita (harmônica).

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias mais importantes do setor!


Mais recentes

Parque Nacional de Jericoacoara reabre neste sábado após autorização do ICMBio

Mais um destino turístico brasileiro retoma suas atividades nesta semana. O Parque Nacional de Jericoacoara (CE) reabre para visitação pública a partir deste sábado...

“Hora do Agente”, da Abav-SP e Aviesp, recebe Sergio Lopes, ex-VP do Grupo Trend

O “Hora do Agente”, projeto quinzenal da Associação Brasileira de Agências de Viagens de São Paulo (Abav-SP) e Associação das Agências de Viagens do...

Europa tem novos surtos de Covid-19 que ameaçam recuperação do turismo

Um aumento dos casos de covid-19 na Europa ameaça acabar com as esperanças de uma rápida recuperação, com regiões que vão de Aberdeen (no...

Justiça do Trabalho de SP anula demissões de funcionários da LATAM

Liminar da Justiça do Trabalho de São Paulo suspende dispensa de quatro trabalhadores da Latam Segundo reclamantes, a empresa não está observando adequadamente regra prevista...

Pós-Pandemia: as companhias estão prontas para atender o público?

por José Cunha* É certo que este período de distanciamento social e interrupção de algumas atividades econômicas vão deixar marcas em nossa sociedade. Também é...

Prefeitura de Salvador dá 40% de desconto do IPTU para hotéis até 2023

Diante da crise provocada pela pandemia, o prefeito de Salvador, ACM Neto, anunciou, nesta quinta-feira (6), medidas tributárias e fiscais de incentivo à economia,...

Relacionadas

Fique ligado - Receba nossas notícias diárias

Open chat