Xangai: tradição, poluição e modernidade

por Paulo Panayotis*

‘Ventos fortes ajudam a limpar os céus da cidade”. A manchete é do Diário de Shanghai. Assim mesmo, com “Sh”. Xangai é uma das maiores cidades da China.
E uma das mais poluídas. “Dois dias de pesada poluição acendem o sinal amarelo e forçam escolas a cancelar atividades a céu aberto”, continuo a ler. Após uma viagem longa – São Paulo, Frankfurt, Xangai – somente agora começo a me entender. O fuso horário cobra seu preço. E também começo a entender o tamanho da poluição que ronda o gigante asiático. Desde que cheguei já vi dezenas de pessoas com máscaras andando pelas ruas, no metrô. É a terceira vez que estou na China.

Crescimento acelerado X custo pesado
Hospedado em um dos hotéis mais exclusivos e luxuosos do mundo, o Mandarin Oriental, em Pudong, vejo, da janela de meu quarto, dezenas de barcos singrando o rio Huangpu. Cruzam o país levando matéria prima para continuar a erguer esta nação milenar. Há duas décadas, Xangai e a própria China crescem, em média, mais de dez por cento ao ano. Agora, o pesado desenvolvimento deste gigante socialista politicamente, mas capitalista economicamente, paga o preço do crescimento acelerado.

Expo 2010
Num curto passeio pelas ruas de Xangai é possível ver  a pujança econômica. Dezenas de  arranha-céus e construções para todos os lados movimentam a cidade que há cinco anos sediou a Exposição Universal – Expo 2010.  O evento, que atraiu mais de 70 milhões de visitantes, deixou marcas na cidade.

Modernidade X controle estatal
Nas próximas semanas mostrarei um pouco do verdadeiro mosaico que é a China. Só um detalhe: a velocidade da informação instantânea aqui enfrenta algumas barreiras. Internet é fácil, mas o acesso às redes sociais não é permitido. Facebook, Twitter, Instagram só via conexões “alternativas”.

- Advertisement -

‘Ventos fortes ajudam a limpar os céus da cidade”. A manchete é do Diário de Shanghai
‘Ventos fortes ajudam a limpar os céus da cidade”. A manchete é do Diário de Shanghai

Gigantismo socialista
A China de hoje é assim. Pujante e restritiva. Gigante e intuitiva. Multiétnica e tradicional. Por aqui, bilhões de dólares não são eufemismo. São bilhões de dólares mesmo. Tudo é grandioso, gigante.

 Ni Hao
Xangai é diversão, conhecimento, gastronomia, prazer, história. É hora de desvendar Tian Zi Fang, Yuyuan Garden, Xin Tian Di, Bund… Tradições milenares  que se misturam a prédios altíssimos, como a Pearl Tower, espécie de cartão postal da cidade. Com céus claros e ventos fortes que “espantam” um pouco a poluição, me animo. Vamos conhecer Xangai? Aqui na coluna, vocês conhecem comigo… Bom dia!!! Ou em chinês,“ni hao” …

* Paulo Panayotis é jornalista e fundador do portal O que Vi pelo Mundo – www.oquevipelomundo.com.br

 

Compartilhe com um amigo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Paulo Atzingenhttps://www.diariodoturismo.com.br
PAULO ATZINGEN é jornalista profissional (DRT-185 PA) desde o ano 2000; cursou Letras e Artes e Comunicação Social na Universidade Federal do Pará. Produziu reportagens na Amazônia sobre sustentabilidade, conflitos agrários e étnicos. Lançou em 1998 sua primeira revista, a PAYSAGE – dirigindo-a e publicando-a por três anos. Em Belém, foi repórter do jornal O Liberal, O Paraense e articulista do jornal A Província do Pará e Diário do Pará. É premiado contista, com três livros de ficção em prosa publicados via editais. Trabalhou como redator no jornal de turismo Brasilturis e fundou em 2005 o DIÁRIO DO TURISMO, o primeiro jornal On-line Diário de Turismo do Brasil. Atualmente desenvolve projetos de conteúdo editoriais e digitais para empresas privadas de hotelaria, aviação, companhias marítimas, destinos turísticos e biografias.

Assine nossa newsletter

E fique por dentro das notícias para a sua viagem!


    Mais lidas

    Site do Editor

    O jornal dos melhores leitores

    Mais recentes

    Mostra de Cinema de Gostoso tem apoio do governo do RN

    Entre os dias 26 e 30 de novembro, a praia do Maceió se transformará em uma sala de cinema à beira mar com exibição...

    Copa Airlines celebra 15 anos de operações no Rio de Janeiro

    A companhia opera no Rio de Janeiro com dois voos diários conectando a cidade com 65 destinos, em 28 países da América do Sul...

    Abeta Summit 2021 debate o ecoturismo e turismo de aventura no Brasil

    Promovido pela Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), evento acontece até este sábado Por Redação Sob o tema (Re)Construindo um Turismo...

    Roda-gigante de Faz do Iguaçu (PR) será inaugurada em dezembro

    Foz do Iguaçu foi escolhida por atrair brasileiros e estrangeiros e por ser um destino que alia belezas naturais com uma ótima estrutura de...

    Seridó (RN) pode se tornar segundo geoparque do país reconhecido pela UNESCO

    O Geoparque Seridó compreende seis municípios do Rio Grande do Norte: Acari, Carnaúba dos Dantas, Cerro Corá, Currais Novos, Lagoa Nova e Parelhas Edição DIÁRIO...

    Aparecida quer se posicionar como destino de férias

    Para mostrar a cidade além do turismo religioso, cidade investe em press trip com jornalista Por Amadeu Castanho Interessadas em estimular o perfil do turismo local,...

    Relacionadas

    Compartilhe com um amigo:
    Pautas e Marketing