Meliá apresenta desempenho em 2015 com lucro líquido de € 40,1 milhões

Companhia fortalece balanço ao reduzir dívida e aumentar geração de receita

Edição do DIÁRIO com agências

A Meliá Hotels International acaba de anunciar seu balanço financeiro de 2015 com ótimos resultados. Segundo nota emitida esta manhã, no ano passado, a rede hoteleira teve lucro líquido de € 40,1 milhões, gerou receitas de € 1,7 bilhão (+16%) e registrou EBITDA (lucros antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) de € 293,1 milhões.

Esses resultados geraram um aumento recorde de 15,81% no RevPAR (receita por quarto disponível) excluindo a Venezuela. Este resultado está relacionado às melhoras do ambiente do setor e da economia em mercados-chave, assim como estratégias da marca e reposicionamento dos produtos.

Distribuição

Um dos elementos que favoreceu esse balanço positivo foi o progresso feito na digitalização da companhia, facilitando a estratégia de distribuição, fortemente ligada ao desenvolvimento do site melia.com, que melhorou suas vendas em 27%, e a plataforma para o agente de viagem, melia.pro, que mostrou aumento de vendas de 36%.

Em termos financeiros, a Meliá atingiu seus objetivos de redução de sua dívida pelo segundo ano consecutivo, alcançando € 768,8 milhões. São € 216 milhões a menos que em 2014, o que coloca o grupo em um patamar similar ao que estava em 2007, um dos melhores anos na história da Meliá Hotels International.

Expansão 

O ano de 2015 teve recorde de expansão internacional, finalizando com 62 projetos de hotéis em vias de abertura, o que representa 16 mil novos quartos no portfólio da Meliá. E 2016 verá os resultados das grandes adições dos anos anteriores e também dos resultados de 25 aberturas agendadas entre janeiro e dezembro em 15 países. A companhia continua crescendo em Cuba, onde é a maior operadora hoteleira com mais de 14 mil quartos em 28 hotéis. Recentemente foi anunciada a gestão de mais um fabuloso resort em Varadero com 924 apartamentos. O grupo também confirma o bem-sucedido relançamento da marca Sol em quatro conceitos inovadores: Sol, Sol House, Sol Beach House e Sol Katmandu.

A maioria dos hotéis adicionados ao portfólio nos últimos anos foi sob contrato de gestão. Nesse quesito, o grupo viu um aumento de € 19,5 milhões em taxas de gestão comparando com 2014, incluindo hotéis próprios, sob concessão e sob contrato de gestão para terceiros. Essa melhora se deve, principalmente, às maiores tarifas em Cuba (+ € 5,5 mi) e na região do Mediterrâneo (+ € 4,4 mi). Hotéis urbanos na Espanha também contribuíram com mais € 1,9 milhão, graças aos hotéis de Madrid.

Os negócios imobiliários renderam uma receita total de € 69,9 milhões em 2015. Desses, € 61,2 milhões estão ligados à venda e valorização de ativos. Eventos significativos por trás desse resultado incluem a venda de seis resorts para a joint venture que é controlada por uma afiliada do grupo Starwood Capital (80%) e pela Meliá (20%), somando € 178,2 milhões, assim como as vendas do resort Calas de Mallorca, de 875 quartos, por € 23,6 milhões, e do Sol Falco, em Menorca, com 450 quartos, por € 20 milhões. A Meliá destaca o fato de que todos esses ativos continuam sob gestão da companhia, confirmando sua estratégia de reposicionamento de ativos e alianças para gerar mais valor e lucratividade.

No continente americano, o RevPAR subiu 20,6% graças a um aumento no ADR (average daily rate – tarifa diária média) de 21,3%, afetado por ajustes da taxa de câmbio do bolívar venezuelano. Se descontado esse efeito da Venezuela, o crescimento teria sido de 24,6%. O RevPAR dos resorts no México e na República Dominicana teve um crescimento excelente, de 27,7% e 24,5% respectivamente.

“Encaramos 2016, ano do nosso 60o aniversário, em uma posição mais forte do que nunca, tanto em termos de negócios quanto financeiros. Estamos orgulhosos da melhora significativa em nossa reputação e reconhecimento internacional, tendo recebido o prêmio de Melhor Cadeia Hoteleira Europeia de 2015 pelo European Hospitality Awards”, afirma Gabriel Escarrer Jaume, vice-presidente e CEO da Meliá Hotels Internacional. “O plano estratégico que apresentaremos em 2016 busca consolidar ainda mais nossas marcas, nosso compromisso com o meio digital e a competitividade e posicionamento do nosso grupo”, sintetiza

.

 

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE

TENHA ACESSO À CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

+ 300 MATÉRIAS COM CONTEÚDO DIRECIONADO

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES EM 1ª MÃO

Tenha acesso ILIMITADO ao conteúdo EXCLUSIVO de turismo.

Conteúdo exclusivo

Recentes

Mais do DT

Atendimento Comercial